Entenda o mercado ferroviário dos EUA

A Norfolk Southern coal train wends its way...A paixão dos americanos por trens vem desde o século 19 e foram os trens o principal fator que fez com que o EUA se tornassem tão desenvolvidos economicamente como são hoje. Depois de um forte estouro no inicio da industrialização americana as empresas do setor ferroviário passaram por dificuldades severas durante décadas.

Quem já viu o famoso seriado da History Channel falando sobre os grandes empresários da industria americana o “The Men Who Built America”, se ainda não assistiu esse seriado eu aconselho a ver pois é muito bom, se você já assistiu sabe muito bem do que estou falando, nele pode-se perceber o papel que os empresários do transporte ferroviário tiveram no desenvolvimento do país.

Enfim o setor estava muito mal das pernas devido a forte regulamentação do governo, o setor quase chegou a falência quando por volta dos anos 80 houve uma desregulamentação. A regulamentação estava matando as empresas de transporte de cargas e apôs a desregulamentação do setor o volume de transporte dobrou, e os preços ao consumidor caíram pela metade.

Os preços pelo transporte de carga deixaram de ser determinados pelo governo e passou a ser estabelecido de acordo com a demanda do mercado, as empresas precisavam de sobreviver sem subsídios do governo por isso ocorreu uma reestruturacao na saúde financeira dos operadores. Para tornar o negocio ainda mais atrativo o governo permitiu que os operadores abandonassem linhas que não eram rentáveis economicamente, o que tornou as empresas altamente competitivas e focou os investimentos onde realmente era importante.

Os Estados Unidos é o país que possui a maior malha ferroviária do mundo, são 200 mil quilômetros espalhados por nove redes, sendo 7 predominantes. Quase 100% dessa malha é privada assim como sua operacionalização, as linhas fazem conexões com outros dois países vizinhos, Canada e México.

Em 2012 os EUA voltaram a investir pesado no setor de transporte ferroviário e ele vem passando pela sua maior expansão desde o auge da era de ouro da industria no século 19. Somente no ano passado foram investido 14 bilhões de dólares na construção de trilhos, ferrovias e estações de reabastecimento.

Essa expansão não tem sido tanto geográfica, envolve uma corrida para melhorar a eficiência nas rotas já existentes ampliando as movimentação de cargas e a capacidade de transportar diferentes tipos de cargas. Algumas ferrovias estão construindo novos terminais enormes que se assemelham a portos. Estão transformando os trilhos em ferrovias de pista dupla, para absorver a demanda de frete dos EUA que deve crescer. Eles vem procurando aumentar a altura de túneis e elevando pontes para acomodar mais contêineres empilhados.

Essa forte demanda por frete tem crescido em parte pelo forte exportação de commodies da China, geralmente esses containers são desembarcados nos portos mexicanos e transportados por trens por todo os EUA. Os trens ainda continuam a ser a melhor e mais eficiente forma de bens e produtos acabados chegarem aos seus destinos.

Parece que algumas empresas do setor de ferrovias, principalmente as transcontinentais tem sido sobrevalorizadas no mercado de ações como é o caso da Canadian Pacific, Union Pacific e Kansas City Southern. Essas ações que antes estavam esquecidas parecem estar se tornando populares novamente, isso pode estar acontecendo por conta da forte demanda por frete no mercado americano ou talvez por conta da publicidade que rolou quando Warren Buffet comprou a Burlington Northern Santa Fe e mostrou aos investidores que havia um monte de valor nos trilhos novamente.

Eu acredito que o preço das transcontinentais esteja um pouco fora do que elas realmente valem, apesar de grandes players estarem muito caro você consegue encontrar casos como a Norfolk Shouthern e a Canadian National que estão uma verdadeira pechinchas.

Norfolk Southern Corp – NSC

Norfolk Southern engineNorfolk foi constituída em 1980 no estado da Virgínia e opera a maior ferrovia de carga a Norfolk Southern Railway Company. Ela é envolvida principalmente no transporte ferroviário de matérias-primas, produtos intermediários e produtos acabados, principalmente na região Sudeste, Leste e Centro-Oeste através de intercâmbio com outras empresas de transporte ferroviários para o resto do Estados Unidos.

A empresa oferece serviços completos de logística e oferece a mais extensa rede intermodal para metade oriental dos Estados Unidos. Nas operações rodoviárias e ferroviárias, as linhas do sistema alcançam muitas industrias individuais, geradoras de energia elétrica, mineradoras e centros de distribuição.

A empresa enfrenta a forte concorrência no setor ferroviário, aquaviário e rodoviário sendo seu concorrente principal a CSX onde ambos operam em grande parte do território americano, alem disso a empresa esta sujeita a diversas normal regulamentais do STB.

Entenda um pouco mais do mercado ferroviário americano neste artigo.

 

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a Norfolk Southern Corp…

*Valores em U$

McDonald`s Corp – MCD

2011-04-26_mc1O código do McDonald`s na bolsa é a empresa que opera as franquias. A empresa atua em mais de 100 países ao redor do mundo. A gestora da franquia fornece aos seus franqueados a compra de alimentos, embalagens, equipamentos e outros bens de fornecedores independentes. A companhia possui laboratórios de controle de qualidade em todo mundo para garantir que seus elevados padrões de qualidade sejam atingidos de forma consistente.

O cardápio nos restaurante é bem uniforme, apesar de que dependendo da região pode haver algumas variações e estão sempre inserindo novos produtos na sua base continua de produtos.

 

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a McDonald`s Corp…

*Valores em U$

Johnson & Johnson – JNJ

'Johnson & Johnson' offices in Barajas district in Madrid (Spain).A empresa é um verdadeiro conglomerado de marcas, seu foco é na produção de produtos farmacêuticos e utensílios médicos. A empresa opera em mais de 90 países e tem cerca de 200 subsidiarias seus produtos são vendidos em mais de 175 países do mundo.

Atualmente a empresa detém 97% do mercado mundial de higiene, tornado um verdadeiro monopólio global do mercado. Muito provavelmente você faz ou pelo menos já fez uso de uma de suas marcas, como por exemplo Band-Aid, Tylenol, Sempre Livre,  Sundown entre outros.

 

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a Johnson & Johnson…

*Valores em U$

Visa Inc – V

visa-headquartersVisa é uma empresa global de tecnologia de meios de pagamento que conecta consumidores, empresas, bancos e governos em mais de 200 países. Ela possui e administra uma das maiores carteiras de meios de pagamento por cartões de credito, como os cartões Visa e Visa Electron. Ela licencia e credencia principalmente instituições financeiras para oferecer através de sua marca uma plataforma de pagamentos para cartões de credito, debito, pré-pagos e cartões de acesso a caixa rápido, bem como plataformas digitais, mobile e comercio eletrônico para clientes, empresas e oragos governamentais.

Ela opera uma rede de pagamentos que trabalha de forma aberta, um sistema multi-partidario em que a Visa conecta instituições financeiras ou emissores credenciados para emitir cartões para os titulares. A empresa sofre regulamentação por parte do governo em muitos países que sua bandeira é usada.

A empresa é bem recente na bolsa por isso as informações apenas de 2008 em diante.

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a Visa Inc…

*Valores em U$

Compras NYSE Abril 2014 – WFC

wells fargoEu tenho uma queda por empresas do setor financeiro, esse talvez seja um dos meus defeitos que vai me custar mais caro, essa minha obsessão pelo setor acaba me deixando com uma posição um pouco maior eu acabo tentando me controlar para manter um equilíbrio na diversificações dos setores na minha carteira, mas o setor financeiro acaba sempre ganhando mais destaque.

Eu já tinha comprado ações do HSBC e nessa primeira compra resolvi arrematar também um punhado de ações do Wells Fargo, apesar de ser um banco também ele é totalmente diferente do HSBC, o Wells Fargo é mais voltado para o middle market ou seja o mercado de empresas de médio porte.

Como eu mencionei no artigo sobre a compra da Baxter em abril eu efetuei a compra de algumas empresas, mas estou fazendo a analise desses ativos separadamente. Abaixo segue dados sobre a compra da:

Wells Fargo & CO New – WFC – 20

Wells Fargo & CO NEW – WFC

O Wells Fargo é hoje o 4º maior banco dos EUA é um banco bem diversificado. Eu acredito que seu modelo de negocio ira prosperar muito no mercado americano, além de atuar diretamente como banco ele ainda possui posições de liderança em algumas empresas ligadas ao setor incluindo uma das lideres em hipotecas, para ter uma ideia 1 a cada 3 hipotecas no país se origina no Wells Fargo.

Na época de crise em 2008 a Wells Fargo conseguiu se sair muito bem, evitou sérios problemas no balanço e foi capaz ainda de aproveitar e comprar a Wachovia Bank que estava em condições muito favoráveis, atualmente eles tem uma posição muito forte dentro do mercado para aproveitar a recuperação econômica e as taxas de juros mais elevadas.

Indicador Valor
Índice de basileia 10%
NIM 3,39
PDD/LL 0,11
Índice de eficiência 58,30%
Índice de cobertura 96

O Wells Fargo consegue captar dinheiro de forma bem barata o que beneficia bastante com isso aumentando a sua margem de ganho. Ele chega a ser no setor de Bancos Regionais o segundo com a melhor margem operacional. Seus principais concorrentes são M&T Bank Corp e US Bancorp mais estão muito distante do Wells Fargo veja pelo valor de mercado de cada um:

  • WFC: 278 bilhões
  • MTB: 16 bilhões
  • USB: 79 bilhões

Eu costumo dizer se quer investir em banco sem ter surpresa entre sempre nos maiores, banco é muito difícil de se analisar e muito fácil de se fraudar informações, vide que no Brasil já tivemos alguns casos interessantes de bancos que apareceram quebrados da noite para o dia e isso também ocorre nos EUA vide AIG.

Apesar de ser o 4º maior banco acredito que ele ainda tenha muito para crescer dentro do mercado americano e eu fiquei muito satisfeito com a competência da diretoria ao passar pela crise de forma bem clara, sabendo a hora de recuar e a hora de avançar, em 2008 os dividendos foram praticamente suspensos para que o banco pode-se se reestruturar com isso vemos que a preocupação deles não é apenas no momento mas sempre visando o futuro, boa governança é algo fundamental nas minhas escolhas.

Wells Fargo & Co – WFC

Wells FargoWells Fargo é uma empresa de Delaware depois de algumas aquisições ao longo de sua história ela se tornou atualmente o 4º maior banco americano.

A empresa é uma prestadora de serviços financeiros atua em 39 estados americanos, ela é diversificada e opera em uma ampla gama de mercados, bem como diversos segmentos de negócios, incluindo, bancos, seguros, investimentos, hipotecas e financiamento comercial e ao consumidor através de mais de 9.000 agencias, com 12.000 caixas eletrônicos e com presença forte na internet.

Bancos devem ser analisados de forma diferente de empresas no caso deles temos que analisar basicamente a eficiência, o risco de liquidez, poder de captação (se for um banco voltado para empréstimo) e o nicho em que ele atua, geralmente bancos grandes atuam em diversas áreas mas sempre tem 2 ou 3 tipos de produtos que se destacam mais.

Como é um tipo de setor que exige uma analise um pouco mais detalhada vou deixar para apresentar mais pra frente alguns indicadores como Índice de Basileia, PDD, Índice de eficiência entre outros. Num futuro próximo vou revisar esse artigo e atualizar com esses índices.

 

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a Wells Fargo…

*Valores em U$