Paychex Inc – PAYX

paychexA empresa terceiriza folha de pagamento, recursos humanos, seguros e soluções de terceirização de benefícios para pequenas e medias empresas nos Estados Unidos. Os serviços da empresa incluem processamento de folha de pagamento, serviços de administração de imposto sobre salários, serviço de pagamento de funcionários, serviços de RH, serviço de administração de RH on-line.

Seu serviço de folha de pagamento inclue o calculo, preparação e entrega dos contra cheques aos empregados; parte contábil interna e relatório para a gestão, realização de obrigações federais, estaduais e municipais e declaração de imposto da folha de pagamento. Serviço de pagamento dos funcionários da companhia prevê ao empregador a opção de pagar seus empregados por deposito direto, cartão de debito pre pago, cheques em uma conta Paychex, ou um cheque emitido por conta do empregador.

A companhia oferece serviços de comunicação de novas contratações, que permite aos clientes cumprir requisitos federais e estaduais para relatar informações sobre funcionários recém-contratados.

A empresa comercializa seus serviços de forma direta, através de uma força própria de vendas com base nas principais cidades. A empresa além de atuar nos EUA tem escritórios na Alemanha e no nosso Brasilzão.

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a PayChex – PAYX…

*Valores em U$

Escolha empresas com Fosso Competitivo

castelo fossoSe uma empresa domina um setor em um país ou mesmo ao redor do mundo é porque está fazendo algo muito bem feito e um negócio bem sucedido cria concorrentes que querem uma fatia dos lucros e a participação de mercado. Uma vez que uma empresa domina determinado setor parece que todos querem se envolver.

Empresas que possuem grande porção da participação de mercados e são capazes de aumenta-las certamente possuem uma grande vantagem competitiva, Warren Buffett utiliza essa vantagem como um crivo principal para comprar um negócio analisando a dimensão de sua vantagem competitiva. Ele até cunhou um termo para isso, o Fosso, e explicou que nos tempos remotos, os castelos eram protegidos por fossos. Quando os inimigos tentavam atacar o castelo, eles não tinham que enfrentar apenas os soldados mas também o fosso que cercava o castelo. Quanto mais amplo fosse, mais difícil era para o inimigo atacar o castelo.

Buffett tenta comprar negócios que tenham fossos longos pois isso torna a vida dos concorrentes difíceis e eles acabam não conseguindo obter participação no mercado. Como ele mesmo disse em uma carta anual aos acionistas da Berkshire Hathaway (recomendo a leitura de toda a carta):

In business, I look for economic castles protected by unbreachable “moats.”
Nos negócios, eu busco por castelos econômicos protegidos por fossos intransponíveis.

Estamos passando por um momento muito difícil na bolsa brasileira e principalmente na economia brasileira onde a tendência é de entrarmos em um ciclo de baixa por um longo período e apesar de todas as dificuldades as empresas que possuem um Fosso Competitivo conseguirão passar melhor pela crise.

Na verdade a história comprova que essas empresas que possuem um largo Fosso tendem a expandir seus Market Share e ampliar ainda mais esse fosso, pois os concorrentes que não possuem esse competitividade tendem a ficar pelo caminho e isso acaba dando às empresas, com largo fosso, ótimos frutos no longo prazo. Aquele investidor que conseguir suportar esse momento e persistir e é claro que se tiver na carteira empresas desse perfil irá se beneficiar quando as vacas gordas retornarem.

Antes de sairmos em busca desses grandes castelos econômicos protegidos por fossos intransponíveis precisamos entender os tipos de fossos que uma empresa pode possuir, ao compreender a natureza você conseguirá facilmente identificar uma empresa com vantagem competitiva. Na parte final desse artigo eu mostro os tipos de fosso que existem: http://viverdedividendos.org/os-indicadores-que-uso-para-analisar-empresas/ .

Você raramente vai ouvir um analista de mercado ou um site especializado falar sobre o fosso de uma empresa, mas um fosso é vital para conduzir o negócio com êxito. Como Buffett nos lembra esse é um dos segredos mais importantes de um investimento:

A chave para o investimento não é avaliar o quanto o setor afetará a sociedade ou quanto ele crescerá, mas determinar a vantagem competitiva de uma empresa e acima de tudo a durabilidade dessa vantagem. Os produtos e serviços que tem um fosso largo e sustentável ao redor são os que recompensam os investidores.

NYSE: Compras Fevereiro 2015 – DIS – MANH

NYSE: Compras Fevereiro 2015 – DIS – MANH

walt disneyEssa é minha primeira compra do ano no mercado americano, mês passado havia aportado na minha carteira de FIIs. Já esse mês fiz duas compras totalmente distintas, a primeira da DIS visa o Buy & Hold e com foco na montagem do meu patrimônio no longo prazo, já a segunda eu fiz um trade de valor com a MANH o objetivo é fazer 50k de aporte esse ano em trade de valor, ainda não me decidi se vou aportar todo esse montante anual apenas na Manhattan ou se vou dividir em outras duas ou três empresas. A ideia é manter o aporte mensal na casa dos 2,2k para o B&H e tentar o máximo para fazer 5 aportes de 10k ao longo do ano e aplica-los em trades de valor.

Se você não está acostumado a estudar os balanços a cada trimestre no mercado de ações, recomendo não fazer Trade de Valor pois as chances de você se embolar são muito grandes, para fazer isso é preciso ter uma analise mais profunda da empresa, definir um ponto de entrada e saída, definir gatilhos de stop principalmente a nível de resultados nos balanços, enfim é um outro universo que exige uma serei de fundamentos extras, além dos que já estamos acostumados a ver por aqui. Portanto não vou ficar entrando em muitos detalhes sobre as operações de Trade de Valor até conseguir fazer alguns posts explicando melhor sobre o assunto.

Pelos estudos que venho fazendo o recomendável para trade de valor são empresas de crescimento, não é que seja errado fazer trade de valor em empresas de crescimento de dividendos ou de dividendos, mas é que empresas que não distribuem dividendos de modo geral tem um retorno a curto prazo superior a empresas de dividendos, com isso é possível alcançar um retorno maior nessas empresas. Por isso escolhi a Manhattan, alias é uma característica bastante comum as empresas de tecnologia não distribuírem dividendos, por isso acredito que seja quase certo que se vier a escolher outras empresas para trade provavelmente seriam do setor de TI. Abaixo vou colocar algumas informações sobre o case de negócio da empresa, perspectivas do mercado em que ela está inserida, enfim alguns detalhes que venho estudando dela já a alguns meses.

Compra de Janeiro de 2015 na bolsa americana
Empresa Código Qtde
Walt Disney Co DIS  8
Manhattan Associates  MANH  73

Já atualizei a minha carteira com essa nova aquisição.

Walt Disney Co – DIS

Walt Disney se não fosse minha falta de tempo certamente mereceria um post a parte afinal é um conglomerado de mídia, a empresa é bastante diversificada com cinco segmentos: TVs (43% da receita); Parques e Resorts (31%); Filmes (15%); Produtos licenciados (8%) e Games (3%). A empresa possui subsidiarias diferentes, mas que se complementam entre si, suas principais marcas são o Walt Disney World Resort na Florida e Disneyland Resort na California, na televisão tem os canais ABC Family, Disney Channels, 50% de participação na A&E Television Network e 80% da ESPN; em filmes possui grandes estúdios como Walt Disney Pictures, Pixar, Marvel, Touchstone e mais recentemente LucasFilm (Star Wars) além é claro de inúmeras editoras e produtos licenciados.

Os números da empresa são bem redondinhos com uma receita na casa de 48 bilhões de dólares e o lucro liquido na casa dos 7,5 bilhões fechado em 2014 mostrando um crescimento de 13% por ano desde 2005, num mercado concorrido a empresa vem mantendo um crescimento bem superior aos outros players, talvez isso seja motivado pelas aquisições que a empresa fez nesses últimos 10 anos.

A margem da empresa saiu de 13% a 10 anos atras para 23% mostrando que a empresa vem fazendo o dever de casa e mantendo os custos operacionais controlados, um Payout na casa dos 20% dá margem mais que suficiente para empresa manter um fluxo de crescimento dos dividendos, algo que já faz a mais de 5 anos, a empresa pagou 0,35 de 2008 a 2010 quebrando um ciclo maior de crescimento de dividendos.

Algo que mais me chamou a atenção foi o fato da empresa estar preocupada com o mercado de Streaming e vem fazendo movimentos para se adequar as novas tendências, visto que tem uma participação de 33% no Hulu e mais recentemente adquiriu a Studios, uma rede digital no YouTube, dando-lhe acesso a conteúdos on-line.

Além disso, eles fortaleceram seu core Business com novas e excitantes marcas e personagens. Aquisições inteligentes e bem sucedidas como Pixar, Marvel e Lucasfilm nessa ultima década produziram uma série de filmes de sucesso como Toy Story 3, Frozen e Os Vingadores, juntamente com o licenciamento de produtos dessas marcas. Além disso os próximos projetos parecem ser muito promissores como “Os Vingadores: Era de Ultron” e  “Star Wars: The Force” despertam uma tonelada de rumores e expectativas no mercado. Além do fato que essas aquisições ajudaram a Disney a atravessar a ponte da infância para a idade adulta, o que lhes permite expandir sua base de consumidores de forma dramática. E a cada novo projeto de sucesso permite a Disney colher as recompensas por anos, ou até mesmo potencialmente para sempre, vide o Mickey Mouse que remonta do ano de 1928 e até hoje gera bons frutos para a empresa.

Essa compra adiciona US$ 6,88 anualmente na minha receita de dividendos. Com o dólar do mês daria R$ 17,96

Manhattan Associates – MANH

A empresa é um provedor e gerenciador de cadeias de suprimentos, Supply Chain – SCM, fornecendo soluções e serviços de consultoria. Ao longo dos últimos anos, a gestão tem sido capaz de aumentar a receita e os lucros. De 2009 a 2014 a receita cresceu a uma taxa anual média de 13,9% ao mesmo passo que as margens operacionais saíram de 9% para 26%. O forte desempenho financeiro da Manhattan está sendo impulsionado por suas soluções e serviços de alta qualidade. A empresa deve continuar a ter um bom desempenho devido ao crescimento contínuo do mercado de SCM, oferta de produtos muito fortes e o crescimento das vendas devem continuar.

Competitividade

TechNavio estima que o mercado de Supply Chain global crescerá a um CAGR de 10,73% até 2018. Esse continuo crescimento de 2 dígitos no mercado vai ajudar a sustentar o crescimento da receita e dos lucros da Manhattan. No entanto o sucesso da Manhattan também vai depender da qualidade na condução das soluções gerenciamento de Supply Chain. Gartner classificou Manhattan Associates como um líder em Sistemas de Gerenciamento e Armazenagem por sete anos consecutivos, os produtos e serviços da empresa são considerados de alta qualidade por analistas da industria, e seus próprios clientes também compartilham desta opinião. No 3T de 2014 o CEO Eddie Capel discutiu a taxa de ganho da empresa “Nossas equipes de vendas continuam a executar excelentes taxas de vitórias na casa de 75% ano a ano e trimestre a trimestre contra os principais concorrentes.” A alta taxa de vitorias nas concorrências só demonstra ainda mais a qualidade de suas soluções. A administração tem e deve continuar a ser capaz de alavancar as suas soluções de alta qualidade.

Manhattan atua no mercado de gerenciamento de cadeias de suprimentos, mas é especializada no setor de varejo. O setor de varejo está mudando rapidamente, e as empresas estão se adaptando a sua cadeia de suprimentos para oferecer uma experiência mais personalizada. Os clientes exigem a capacidade de comprar itens em linha, nas lojas, e selecionar a partir de múltiplas opções de entrega. Isso requer uma grande gestão na cadeia de abastecimento, a fim de reduzir o excesso de inventário.

Crescimento continuo

Manhattan tem sido capaz de aumentar a receita e aumentar a rentabilidade. Receita cresceu dois dígitos ao longo dos últimos anos e em 17,8% nos últimos nove meses de 2014 e esse crescimento deve continuar. A empresa possui uma forte equipe de vendas que vem fechando vários negócios multi-milionários com os clientes e eles possuem um forte histórico de execução que deve continuar. O preço da ação não pode ser considerado valorizado mas também não pode ser considerado hiperdesvalorizada isso significa que os investidores deverão pagar um prêmio significativo num futuro para uma empresa que cresce rápido e é esse prêmio que eu quero usar no meu Trade de Valor.

Operação
Data Qtde Preço
09/02/2015 73 U$ 48.99

Conclusão

Feita as compras do mês foi adicionado mais uma empresa (DIS) na minha carteira de ativos no exterior e começo a minha primeira operação de Trade de Valor no mercado americano, agora é ir acompanhando tri-a-tri da Manhattan e analisando o seu crescimento a medida que a operação de trade for andando eu vou postando atualizações aqui no blog.

Lógico que movimento passado não é garantia de futuro mas para ter uma ideia abaixo o gráfico dos ultimo 5 anos da Manhattan, foram só 766% de alta:

manh

 

Gostou do blog? Então se inscreva na barra ao lado para receber as atualizações via e-mail ou curta nossa pagina no Facebook.

Manhattan Associates Inc – MANH

Manhattan Associates Inc – MANH

manhattan-associates-headquartersManhattan Associates foi fundada em 1990 uma empresa relativamente nova comparada a todas as outras que possuo na carteira. A empresa desenvolve, vende, implanta serviços e mantém soluções de software de supply chain commerce para varejistas, atacadistas, fabricantes, governos e outras organizações.

Seu portifólio de soluções em software o Manhattan SCOPE e Manhattan ScaleTM, investimentos nessas plataformas oferecem aos clientes benefícios e melhorias na cadeia de suprimentos aumentado a rentabilidade e ganhos em toda a linha de produção.

 

Manhattan SCOPE (Supply Chain Optimization, Planning through Execution) aproveita sua PlatformTM Supply Chain Process (CSMP) para reunir cadeias de abastecimento e comercio; Manhattan SCALA (Supply Chain Architected for Logistics Execution) utiliza plataforma Microsoft .NET para unificar as soluções logísticas.

A empresa possui soluções para operar em Unix, IBM System, Linux e plataforma de computação em nuvem da Microsoft, bem como varias plataformas de hardware e sistemas. A companhia aconselha e auxilia seus clientes no planejamento e execução das suas soluções através de uma equipe suporte profissional. Para garantir um relacionamento com os clientes de longo prazo, os consultores auxiliam os cliente com a implantação inicial de seus sistemas, a conversão e transferencias dos dados históricos, a formação continua com treinamentos e atualizações do sistema.

Os clientes são fornecedores, fabricantes, distribuidores, varejistas e prestadores de serviços logísticos em uma variedade grande de setores. Os concorrentes incluem: departamento corporativos de TI dos próprios clientes atuais capazes de desenvolver internamente soluções; fornecedores de ERP, incluindo Oracle, SAP e Infor, entre outros; fornecedores de execução de cadeia de suprimentos, incluindo JDA Software, HighJump e IBM, entre outros; e empresas menores e independente que se envolveram ou estão tentando desenvolver soluções para cadeia de fornecimento.

Abaixo um lista dos top picks nesse mercado:

infomanagement2_090414

 

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a Manhattan Associates Inc – MANH…

*Valores em U$

Janeiro de 2015 – Dividendos recebidos

Janeiro de 2015 – Dividendos recebidos

totvsPrimeiros dividendos recebidos no ano e a carteira teve um crescimento considerável.

Comparado ao ano anterior esse mês de janeiro teve um aumento de 345% eu sei que não dá pra comparar meses isolados porque pode haver discrepâncias, mas independente do resultado fiquei satisfeito porque parece que pelos números estou seguindo o caminho certo.

Ainda tem alguns ajustes a serem feitos na minha carteira de ações brasileiras, coisa que devo fazer nesse primeiro semestre do ano e depois no segundo semestre revisar minha carteira de ações de New York para retirar algumas empresas que não tiveram bons resultados.

Os destaques do mês foram:

  • Totvs – TOTS3: Pra mim uma das melhores empresas no mercado brasileiro, não apenas pelo que já apresentou, mas muito pelo que pode fazer, a empresa tem um grande mercado tanto a nível nacional quanto a nível internacional. A TOTVS mudou nesses últimos anos o seu modelo de negócio, focando em vender subscrição aos novos clientes, uma boa estratégia pois vai trazer mais segurança para o caixa da empresa, talvez por isso temos visto a voracidade da empresa em abocanhar os concorrentes, só nesse ultimo ano foi a CiaShop e Virtual Age sem contar as outras 4 compras em 2013. A empresa já está a mais de 5 anos com pagamentos crescente de dividendos o que pra mim é excelente demonstrando a competência da administração num cenário em que muitas outras empresas do mercado estão com dificuldades.totvs modelo contrato
  • BAXTER INTL INC – BAX: A empresa anunciou que até o  meio do ano irá realizar o spin-off que haviam declarado ano passado, irá se dividir em duas empresas a primeira se chamará BAXALTA, será a divisão de biofármacos para o tratamento de hemofilia e outros distúrbios hemorrágicos. Está divisão representa cerca de 43% de receita da empresa. A segunda empresa será a divisão de produtos médicos que continuará com o nome de Baxter e representa os outros 57% de receita. Apesar da Baxalta ter uma receita menor tem um retorno e uma margem de segurança maior que a divisão de produtos médicos que enfrentar forte concorrência mas que por sua vez tem um crescimento bem maior que a Baxalta. Os acionistas da empresa receberão a mesma quantidade de ações na nova empresa, livre de impostos e os preços serão splitados.

Vou aqui levantar um ponto meio fora do post mas que vale a observação. Esse mês precisei de responder a duas eleições no mercado americano, uma para a Visa (V) e outra para a Emerson (EMR) em ambas tiveram varias pautas. Eu achei muito bom esse método que o mercado americano abre para os investidores poderem votar na escolha dos diretores, na aprovação das contas, nos planos de remuneração da diretoria e bonificação para os funcionários parece até uma versão melhorada dos FIIs brasileiros. O melhor de tudo que você pode votar sem precisar de sair de casa, na conta da corretora entra um link onde você é direcionado para o formulário como o que coloquei abaixo e você tem as opções de escolher no lado direito (eu cortei essa parte propositalmente) onde você determina em quem você quer votar ou se aprova ou não determinada situação.

vote visa

Nessas horas que fica claro o quanto a nossa bolsa está distante da bolsa americana e o pior que isso é uma coisa tão simples de se fazer, mas que geraria um grande beneficio principalmente para nós pequenos investidores e ainda não entendi até hoje por que ainda não fizeram isso, principalmente no caso dos FIIs onde o cotista tem que ficar indo em assembleia, isso é coisa do século passado hoje existe internet todas as votações deveriam ser on-line como é no mercado americano.

Janeiro de 2015 - Receita com dividendos BVMF
Ativo Cód Valor
FII AESPAR AEFI11 R$ 15,98
FII AG CAIXA AGCX11 R$ 14,60
FII BB PRGII BBPO11 R$ 21,64
FII BMBRC LC BMLC11B R$ 14,09
FII BC FUND BRCR11 R$ 29,29
FII CX CEDAE CXCE11B R$ 15,15
FII MTGESTAO DRIT11B R$ 19,68
FII OURINVES EDFO11B R$ 11,12
FII GALERIA EDGA11B R$ 17,19
FII EUROPAR EURO11 R$ 35,10
FII ANH EDUC FAED11B R$ 19,78
FII RIOB RC FFCI11 R$ 15,09
FII RB CAP I FIIP11B R$ 13,93
FII S F LIMA FLMA11 R$ 43,27
FII CSHGSHOP HGBS11 R$ 40,00
CSHG JHSF PRIME OFFICES  HGJH11 R$ 9,40
FII CSHG LOG HGLG11 R$ 72,80
FII HG REAL HGRE11 R$ 72,20
MAXI RETAIL  MAXR11B R$ 12,48
FII D Pedro PQDP11 R$ 5,28
FII RBPRIME1 RBPR11 R$ 106,87
AMBEV ABEV3 R$ 38,42
BRADESCO BBDC3 R$ 3,20
ODONTOPREV ODPV3 R$ 2,51
TOTVS TOTS3 R$ 20,49
Total   R$ 669,56
Janeiro de 2015 - Receita com dividendos NYSE
Ativo Cód Valor
BAXTER INTL INC  BAX  U$ 4,73
CME GROUP INC CME U$ 15,40
Total  R$ 53,75 U$ 20,13

Total Geral: R$ 723,31

  • Dólar utilizado para conversão: R$ 2,67 (veja aqui)
  • Valores de dividendos das ações de NYSE já são declarados como líquidos, ou seja considerando o imposto de renda.

 

Acompanhe na pagina com as atualizações dos rendimentos mensais e veja como anda a evolução da minha carteira.

Veja como funciona os dividendos no EUA.

Receita e despesas: Janeiro 2015

Receita e despesas: Janeiro 2015

budgetDe modo geral pra mim os meses de Janeiro e Fevereiro são os piores meses pois costuma cair a receita e subir as despesas por conta das festas de fim de ano, mas esse ano a família se comprometeu em não tentar sair do limite. Aqui tem um post com um pequeno balanço do ano passado,  esse ano começa com novos desafios e metas a serem superadas.

Os outros destaques nesse mês foram:

  • Alimentação: Parece que devagarinho os gastos com alimentação estão ficando dentro do limite, quem me acompanha aqui no blog a mais tempo sabe que esse é um dos principais vilões do meu orçamento. Já faz 3 meses que os gastos ficam estáveis dentro da casa dos 1500 se comparar com o ano passado que em janeiro gastei 1900 com alimentação esse ano começou muito bem, considere aí ainda a inflação do período e o resultado fica melhor ainda.
  • Compras diversas: Mês passado tivemos que comprar alguns moveis para a casa, já nesse mês praticamente só tivemos um gasto com a compra de um singelo presente de aniversario, estou mencionando essa categoria aqui porque sei que em fevereiro ela tende a crescer exponencialmente visto que começaremos a comprar alguns moveis para o bebê que deve nascer em Maio. No mais todas as outras categorias de despesas tiveram leve queda.

Esse mês eu consegui investir quase 3k em ações, isso equivaleu a 24% da minha renda mensal.

Veja abaixo um pouco do meu orçamento nesse mês e acompanhe os outros meses:

Receitas
Descrição Valor
Lucro empresa  11.639,19
Dividendos 723,31
Total  12.362,50
Despesas
Descrição Valor
Alimentação
 1.595,28
Automóvel
2.164,07
Casa
2.324,19
Compras diversas
19,00
Despesas gerais
2.394,93
Utilidades
941,72
Total
9.439,19

Entenda como é o meu plano de contas.

Cotações dólares para IR 2015/2016

Cotações dólares para IR 2015/2016

Leao-do-IREsse artigo é para aqueles que investem em ações no exterior, se ainda não sabe como investir veja Como abrir conta em corretora nos EUA e Como enviar remessas de dinheiro ao exterior, seria interessante também dar uma olhada no artigo Tudo o que você precisa saber sobre dividendos nos EUA e Como declarar os rendimentos no Carnê Leão.

Para declarar os rendimentos recebidos no exterior é preciso pegar a cotação do dólar americano anunciada oficialmente pelo Banco Central. A cotação a ser utilizada deve ser do ultimo dia útil da primeira quinzena do mês anterior ao do recebimento. Ficou confuso?? Para facilitar o pessoal eu criei a tabela abaixo onde coloquei a cotação a ser utilizada para cada mês, basicamente você pega o mês que você recebeu e olha na tabela a cotação do dólar daquele mês. Vamos a um exemplo:

  • Caiu na minha conta da corretora em janeiro U$ 100,00  de dividendos.
  • Pego a cotação da linha de Janeiro que é R$ 2,33 e multiplico pelo que recebi. Essa cotação de janeiro é da data de 13/12/2013.
  • Informo no carnê-leão ou na declaração anual que recebi R$ 233,00

As cotações abaixo são do ano de 2015 (exercício) e entraram na declaração a ser realizada no ano de 2016 (ano calendário), essas cotações podem ser usadas para declarar apenas os recebimentos no exterior como dividendos e alugueis de imóveis.

Cotação dólar para o Imposto Renda 2016
Mês Cotação U$ Link
Janeiro/2015 R$ 2,67  Ato declaratório
Fevereiro/2015 R$ 2,61 Ato declaratório
Março/2015 R$ 2,84 Ato declaratório
Abril/2015 R$ 3,23 Ato declaratório
Maio/2015 R$ 3,07 Ato declaratório
Junho/2015 R$ 2,99  Ato declaratório
Julho/2015 R$ 3,10 Ato declaratório
Agosto/2015 R$ 3,15 Ato declaratório
Setembro/2015 R$ 3,48 Ato declaratório
Outubro/2015 R$ 3,86  Ato declaratório
Novembro/2015 R$ 3,83 Ato declaratório
Dezembro/2015 R$ 3,80 Ato declaratório
  • Esse artigo é atualizado mensalmente, salve esse link para acompanhar as atualizações.
Como analisar a dívida de uma empresa

Como analisar a dívida de uma empresa

DebtEu gosto de olhar 3 indicadores para analisar o endividamento de uma empresa na Bolsa:

  • Divida sobre o Patrimônio
  • Divida sobre o EBITDA
  • Índice Cobertura de Juros

Eu aplico o primeiro na primeira fase quando estou filtrando as empresas, os outros dois eu utilizo quando vou analisar em mais detalhes as empresa que escolhi para comprar, também vou acompanhando eles com o tempo para ver se mantiveram o padrão.

Divida sobre o patrimônio

A formula é bem simples pega-se a:

Dívida Bruta / Patrimônio Liquido.

Quanto menor esse número melhor, você pode usar como parâmetro empresas com índice abaixo de 0,5 ou seja 50% do patrimônio em dívidas, mas não é uma regra existe setores que possuem receita garantida o que permite as empresas se alavancarem um pouco mais, outra coisa a observar é que empresas tem empresas que não precisam de um grande patrimônio para funcionar como as de consumo que também acaba levantando um pouco o índice.

Se você me acompanha a mais tempo no Blog sabe que primeiro eu gosto de selecionar um setor, conforme fiz nesse ultimo artigo, depois eu pego os dados de cada empresa, nessa hora eu também analiso o quando do patrimônio equivale a divida e gosto de comparar com as outras empresas do setor, pra mim não tem regra é questão de bom senso.

Dívida sobre o EBITDA

A formula é:

Divida liquida / EBITDA (12 meses)

Aqui não tem regra o importante é acompanhar os planos que a empresa traçou, você pode ler nos balanços ou perguntar ao RI qual o nível de endividamento do EBITDA que a empresa tem como aceitável, cada empresa tem um planejamento para os investimentos e tem níveis de endividamentos estipulados. É muito importante guardar esse feedback deles para ir acompanhando com o tempo, se a direção não cumprir com o que prometeu é um bom motivo pra você pular fora do barco.

Índice Cobertura de Juros

A formula é:

Resultado Operacional (EBIT) / Despesa de juros

Cobertura de Juros é o índice que determina a facilidade com que uma empresa pode pagar as despesas com juros sobre a dívida pendente. Ben Graham determina o mínimo de 5 na cobertura de juros. Se a Cobertura de Juros é inferior a 2 a empresa está sobrecarregada por dívidas, mostra que a empresa está tendo dificuldade na geração de caixa para pagar seus compromissos, isso pode arrastar a empresa para um crescimento lento, criando assim uma bole de neve.

A relação abaixo de 1 significa que a empresa está tendo problemas de geração de fluxo de caixa suficientes para pagar suas despesas com juros, quando uma empresa mal consegue cobrir os seus custos de juros pode facilmente ir a falência.

Esse indicador pra mim é muito importante pois com ele conseguimos medir se a empresa está gerando caixa suficiente para bancar suas dívidas, é comum vermos por aí o pessoal comentar “nossa a dívida dessa empresa está alta” ou coisas do tipo, olhar só o montante da dívida não quer dizer absolutamente nada tem é que saber se essa dívida pode ser paga com facilidade pela geração de caixa da empresa e esse indicador nos ajuda a entender isso.

Exemplo pratico

Depois da teoria vamos ver como pegar esses dados na pratica. Primeiro precisamos levantar os dados as informações que precisamos todas podem ser pegas no balanço das empresas:

Vou pegar duas empresas a primeira é a Lojas Americanas e segunda a Petrobras, vou pegar o balanço de 2013 porque o de 2014 ainda não fechou.

Lojas americanas

  • EBITDA – 1.846
  • Depreciação e amortização – 273
  • EBIT – 1.573
  • Despesas juros – 163
  • Dívida bruta – 7.693
  • Dívida líquida – 1.960
  • Patrimônio liquido – 1.488

Com os dados em mãos vamos fazer os cálculos e acharmos os indicadores:

Índices de endividamento
Indicador Valor
Dívida sobre patrimônio 5,17
Dívida sobre o EBITDA 1,06
Índice cobertura de juros 9,65

Como podemos observar no quadro acima, apesar de a empresa possuir num primeiro momento um índice de Div/PL superior ao máximo recomendado pelo mercado que é 0,50 o seu ICR (Índice Cobertura de Juros) está num nível saudável pela sua geração de caixa. Se você considerasse apenas um indicador iria acabar descartando uma empresa que aparentemente pareceria ruim mas não o é, não estou dizendo que a LAME é uma boa empresa porque precisamos de analisar outros indicadores para saber se é uma boa empresa, mas para efeito didático ela basta.

Petrobras

  • EBITDA – 62.967
  • Depreciação e amortização – 28.467
  • EBIT – 34.500
  • Despesas juros – 18.613
  • Dívida bruta – 267.820
  • Dívida líquida – 221.549
  • Patrimônio liquido – 349.334

Com os dados em mãos vamos fazer os cálculos e acharmos os indicadores:

Índices de endividamento
Indicador Valor
Dívida sobre patrimônio 0,77
Dívida sobre o EBITDA 3,52
Índice cobertura de juros 1,85

Petrobras possui uma relação de dívida por patrimônio até relativamente aceitável, porém quando pegamos o Índice Cobertura de Juros a coisa complica, conforme disse Ben Graham empresas com índices abaixo de 2 enfrentarão sérios problemas para manter o crescimento, isso porque os juros passam a corroer boa parte dos lucros. O endividamento é o grande calcanhar de Aquiles para a Petrobras, pior de tudo que esse crescimento das dívidas pode ser previsto bem antes de acontecer, pois a empresa tem sérios problemas como eu relatei neste post esse endividamento nada mais é que um dos efeitos colaterais do que citei no post anterior.

Uma empresa cíclica com um Índice abaixo de 2 é muito ruim, pior de tudo é saber que estamos analisando dados de 2013 imagina se pegarmos os dados mais recentes de 2014 a coisa certamente vai estar bem pior. Vale ressaltar aquele investidor que acompanha o endividamento da empresa de perto não seria pego de surpresa com o que o mercado vem fazendo nos dias atuais com a Petrobras.

Conclusão

O que eu sempre falo por aqui em combinar os indicadores, não use nada isoladamente, esses dois exemplos mostram isso de forma clássica, olhando um indicador isoladamente entenderíamos que o nível de endividamento a Petrobras estaria mais confortável que o da Lojas Americanas, mas quando combinamos os indicadores a coisa muda completamente, a LAME está num cenário muito mais confortável que a PETR.

A empresa pode ter uma dívida grande desde que ela possua um fluxo de caixa forte, a empresa pode pegar empréstimos para alavancar seu crescimento, mas esses investimentos precisam gerar caixa no futuro, senão os juros começam a comer o lucro por isso é muito importante acompanharmos o Índice Cobertura de Juros.

Questione o RI da empresa sobre os planos de endividamento e investimentos e acompanhe isso de perto, geralmente os primeiros sinais de problemas numa empresa podem ser constatados no acompanhamento do seu endividamento, por isso olhe essa informação com bastante carinho e evita surpresas.

Gostou do artigo? Então se inscreva ao lado para receber as atualizações via e-mail.