Warren Buffett é um investidor de dividendos

berkshire_hathaway_01Warren Buffett é sem dúvida o melhor investidor que o mundo já viu, apenas corrigindo o melhor investidor de dividendos que o mundo já viu. Existe um mito de que Warren Buffett não gosta de empresas de dividendos e que o sucesso da Berkshire Hathaway (BRK.B) está relacionado ao fato dela não distribuir dividendos, você vai entender que no fundo a história é bem o contrário e descubra que Warren Buffett é um investidor de dividendos.

Warren Buffett começou a investir no mercado de ações com algumas centenas de dólares em 1956, hoje ele está como o segundo homem mais rico do mundo com uma fortuna de mais de 75 bilhões e não para de crescer.

Outro fato interessante é que se você observar a lista de top 10 mais ricos do mundo, vai perceber que todos construíram suas fortunas através de algum negócio, são empresários no final das contas, apenas Warren Buffett chegou lá investindo puramente no mercado de ações, ele sim é um verdadeiro investidor.

É comum tamanho sucesso cobiçar o interesse dos investidores, ocorre que o pessoal fica vidrado no efeito e esquece de observar as causas. Berkshire Hathaway é a principal empresa de Warren e muito conhecida pelos investidores, principalmente brasileiros, por não distribuir dividendos. Se começar a ler as cartas que o próprio Warren escreve a seus acionistas da Berkshire vai perceber uma tendência interessante em seus investimentos de longo prazo.

Buffett investe em empresas que tendem a crescer as receitas sem necessidade de muitos investimentos de capital. Isto é possível quando você investe em um negócio com um largo fosso competitivo, porque os consumidores são viciados nos produtos e na marca, ou a empresa tem alguma vantagem competitiva.

Ele se interessa em empresas com necessidade mínimas de capital e utiliza os lucros para comprar outras empresas. Muito semelhantes as de crescimento de dividendos, na verdade nossa estratégia é muito parecida com a dele, investimos em empresas que gerem dividendos crescente e depois utilizamos esses dividendos para comprar mais empresas.

Deem um olhada nessa carta dele de 2010. Vou colocar o trecho no qual ele fala da Coca ser uma empresa de crescimento de dividendos. Já traduzido e desculpem pelo meu inglês péssimo.

Coca-Cola nós pagou $88 milhões em 1995, no ano seguinte acabamos a compra das ações. Todos os anos desde então, a Coca-Cola aumentou seu dividendo. Em 2011, nós iremos certamente receber $376 milhões  da Coca, aumento de $24 milhões desde ano passado. Em dez anos esperamos que os $376 milhões dobrem. No final desse período, eu não ficaria surpresos de ver nossas ações da Coca exceder 100% do capital investido inicialmente. Tempo é um amigo maravilhoso.

Essa ultima frase dele já me inspirou um outro post no qual falo sobre ser um investidor de sucesso exige paciência, recomendo leitura.

Agora vocês entendem quando digo: achar que a BRK não é uma empresa de dividendos é uma completa ilusão. Por isso Warren não distribui dividendos, não faria sentido você comprar BRK para receber dividendos da Coca se você pode comprar a Coca diretamente.

Temos mais um blogueiro que estreou na bolsa americana, espero que tenha aberto uma conta aqui conosco na DriveWealth rsrsrs. O Buscando Primeiro Milhão (BPM) comprou a Berkshire Hathway (BRK.B) e no seu post me questionou de porque ser o único blogueiro que não possui a empresa na carteira.

Diante do que explanei acima, não faz sentido pra mim colocar dinheiro numa empresa que basicamente recebe dividendos e reaplica-os. Vou no próprio exemplo da Coca, ela é listada em bolsa, pra que comprar Coca por tabela se você pode ir direto na fonte.

Talvez se tivesse alguma empresa ali no portfólio da Berkshire que me interessasse e essa empresa fosse de capital fechado, apesar de pouco provável isso poderia justificar adiciona-la na minha carteira

Por exemplo a BRK comprou a um tempo atrás a Burlington Northern Santa Fe a terceira maior ferrovia americana e de capital fechado com o controle na BRK, quis colocar uma ferrovia na minha carteira fui lá e comprei de cara as outras duas maiores a Norfolk Southern Corp – NSC e a Union Pacific – UNP.

Se tivesse comprado a BRK por conta da Santa Fe teria recebido um caminhão de empresas que não me interessavam, além do fato que os resultados da NSC e UNP foram mais robustos que a da BNSF.

Antes de terminar, só para deixar claro, não estou aqui querendo dizer que a Berkshire Hathaway é uma empresa ruim, pelo contrario, a empresa é fantástica e possui uma carteira de empresas com ótimos resultados como Coca, Johnson & Johnson, Apple, entre outras, a ideia é apenas deixar meu ponto de vista e explicar porque a BRK não se encaixa no meu jeito de investir.