Balanço Geral 2017

Balanço Geral 2017

Novo ano, etapa nova na vida. Aquele momento que você começa a fazer os planos para mais um capitulo. Porém assim como projetar é fundamental, também olhar para traz e tentar entender como chegou aqui é muito importante, é isso que faço nesses posts de balanço geral.

Esse ano comecei na Alemanha, porém tive que voltar ao Brasil por conta de um problema no meu visto, cheguei a pensar que essa meta de morar na Alemanha, poderia não se realizar. Voltando ao Brasil comecei a pensar em planos alternativos, foi daí que me surgiu Portugal que já estava engatilhado.

Consegui resolver no meio de ano tanto o visto de Portugal quanto o da Alemanha, fui primeiro para Portugal, fiquei uns meses morando por lá, Portugal é um daqueles países que você chega com a expectativa de X ele sempre consegue lhe deixar com uma realidade de 2X. Até hoje fico indeciso se sigo aqui na Alemanha ou se volto para Portugal. Realmente gostei muito de lá.

Depois do meio do ano desembarcamos aqui na Alemanha, agora em outra cidade e região, parece as vezes que nem estava na outra Alemanha do ano passado. Mas, apesar das diferenças aos poucos estamos conseguindo nos adaptar. Conseguimos achar um imóvel para alugar e levamos uma baita pancada no orçamento familiar tendo que mobiliar a casa toda novamente.

Nossa maior preocupação então passou a ser uma creche para a Laura, apesar de estamos bastante apreensivos com medo de não conseguir vaga, dado que a concorrência em cidades mais populosas acaba sendo maior. Porem antes do final do ano recebemos uma notificação de uma creche próxima a nossa casa pedindo que fossemos fazer a matricula da Laura, ela só vai começar em agosto deste ano, mas pelo menos conseguimos uma vaga que é o que importa.

Na vida profissional, ano retrasado praticamente passamos reestruturando e organizando a casa e na parte final de 2017 começamos nosso processo de expansão e criação de escala para o nosso negócio, processo que está se intensificando no inicio deste ano, e acredito que trará bons frutos, minha estimativa é que a empresa aumente o numero de clientes consideravelmente com a abertura de várias franquias.

O blog

Acho que a principal novidade no blog esse ano foi a fusão com o pessoal da PenseRico, falei mais sobre isso aqui. A PenseRico é uma plataforma completa para analise e estudos de ações do mercado brasileiro e estaremos trabalhando para fazer o mesmo no mercado americano.

Temos alguns projetos bem legais que já foram implantados, como o Express que é uma carteira de ações focada no mercado americano e também na bovespa.

Nos acessos, conseguimos a marca de 2 milhões de acessos, comemoramos aqui. Conseguimos retomar o nosso Podcast que agora passou a ter mais frequências durante a semana. Até o momento temos 182 mil plays no nosso Podcast Papo de Dividendo e espero que esse ano consiga investir num microfone melhor para gravar os casts.

No canal do Youtube, começamos a serie de Papo Rico que conta com a ilustre presença do Cadu. Também fizemos alguns videos contando a saga da imigração que ganhou alguns capítulos novos. Tivemos uma participação especial da Roberta que nos explicou como imigrar para Portugal.

No canal que agora se chama PenseRico e não mais Viver de Dividendos chegamos a 3.463 inscritos e a mais de 235 mil visualizações.

Taxa de poupança e gastos anuais

Sempre falo aqui no blog que a coisa mais importante nos seus investimentos: é sua taxa de poupança. Quanto maior parte do seus rendimentos você consegue alocar na bolsa, mais rápido você vai alcançar a independência financeira. Leia aqui sobre isso.

Muitas vezes o investidor fica ali preocupado com a rentabilidade, porque ele erroneamente acredita que crescer 0,5% nos ativos vai lhe adiantar algo, enquanto que se ele preocupasse em aumentar sua taxa de poupança teria retornos muitos maiores.

Veja pelo meu histórico do ano passado onde tinha feito uma média de 8,9 mil reais ao mês e esse ano de 2017 consegui subir meu aporte para 11,9 mil reais ao mês. Isso dá um crescimento de +33% ao mês, em nenhum investimento conseguira um uma rentabilidade destas. Seus investimentos tem que fazer esse bolo crescer mas o motor real por traz disso tudo serão seus aportes.

Ao todo esse ano colocamos na bolsa 142.949,28 das economias, isso dá uma taxa de poupança mensal de média de 48,03% o que é um número excelente e próximo ao limite máximo que tenho estipulado, que é viver com metade das minhas rendas.

Ano passado minha taxa tinha sido de 36,34% bem abaixo das minhas expectativas. Talvez não fosse os gastos excessivos com a imigração, coisa que vem diminuindo a cada ano, eu teria uma performance bem melhor.

Esse ano acredito que gastarei menos com a imigração, porém vem alguns upgrades importantes a serem feitos nos meus dispositivos, como um novo iPhone e MacBook enfim tem outros calos para matar ainda.

Tivemos uma queda de despesas em todas as categorias com destaque nas despesas pessoais que caíram para quase metade, essas despesas correspondem a gatos supérfluos com os membros da família. Caíram também as utilidades e transportes, acho que esse ano o transporte deve vir menor ainda. Os gastos com habitação foram em linha com o ano passado, e os de alimentação tiveram um leve aumento.

Apesar dessa queda nessas categorias, as nossas despesas totais cresceram em 20% comparado ao ano anterior, parte disto foi motivado pelo aumento das Compras diversas que corresponde a compra dos móveis aqui na Alemanha, gastei bastante mobiliando o apartamento e também com algumas coisas em Portugal quando morei por lá, quando você faz essas mudanças sempre tem algumas coisas pra comprar.

Eu já tava meio que esperando essa pancada mesmo, tanto que havia comentado isso no balanço geral de 2016. Mas o importante foi que, apesar das despesas crescerem eu consegui aumentar a taxa de poupança, isso é porque as receitas subiram mais que as despesas.

Reflexo da reestruturação e expansão que estamos fazendo na empresa que vem gerando bons frutos, também aumento de receita com serviços extras que estamos executando. Dá uma lida nesse post pra entender como ter fontes alternativas de receitas é fundamental. Geralmente um cidadão normal iria queimar todo esse crescimento excedente, mas nós estamos engordando caixa e preparando a empresa para uma possível futura aquisição e mais crescimentos.

Dividendos

Minha meta em 2017 era de receber R$ 12.000,00 de dividendos ao longo do ano, ou seja, uma média de R$ 1.000,00 por mês, romper a primeira barreira psicologia dos 1k. Bati na trave dos 15k, cheguei em 14.358,80 nesse ano, dando uma média de 1.196,57.

Tivemos um crescimento nos dividendos de +38% de 2016 para esse ano. Muitas vezes o pessoal fica tão focado em rentabilidade, isso é completamente inútil. Quando se está lidando com um objetivo de investimento a longo prazo para aposentadoria, o mais importante é acompanhar os seus dividendos. Isso é que irá pagar suas contas, não o que você recebeu ou por acaso você pretende terminar como o meu vizinho.

Patrimônio

 

 

Depois do epic fail na tentativa de imigrar pro Canada que fez o meu patrimônio míngua, e colocou o ano de 2016 na história dos meus investimentos como o primeiro ano que meu patrimônio recuou comparado ao ano anterior.

Apesar de em 2016 o meu patrimônio ter recuado, lembre-se que mesmo assim meus dividendos continuaram subindo, sabe porque disso? Isso é o poder das empresas de crescimento de dividendos, e mostra, para aqueles que vivem entrando aqui e questionando minha estratégia, que estou no caminho certo.

Esse ano de 2017 conseguimos chegar na marca de 425.045,03 certamente ano que vem iremos ultrapassar os 500k na bolsa, lembrando que um ano antes estava com pouco mais de 271k isso demonstra um crescimento de +56% no patrimônio investido em bolsa.

Nesse gráfico acima representa meus investimento exclusivos da bolsa e na tabela abaixo representa o meu patrimônio total, considerando, poupança, investimentos em bolsa, carros, imóveis e empresas.

Considerando o meu patrimônio total, excluindo ai o efeito empresa nos temos um patrimônio liquido de 569k, uma queda. Isso porque comparado com 2016 vendi 2 carros e um terreno que tinha, que deu um leve aumento nas contas de poupança e um crescimento considerável nos investimentos.

Ainda estou com uma moto Triumph 675R que foi trocada por um carro Peugeot agora no inicio do ano e devo vender o Peugeot para fazer dinheiro, depois vou ficar apenas com um Palio Weekend de 2001 que peguei na troca do meu HB20S, tá bom demais o menino tem IPVA de “200 real”, não tem como ser melhor.

Agora falando especificamente das empresas, conseguimos mais do que dobrar o valor da empresa. Estamos focando no crescimento do negócio, começamos um processo de expansão e criação de escala, utilizando os modelos de franquia para isso, e já abrimos algumas franquias em outros estados. Vamos dar muito trabalho a concorrência nesse ano de 2018.

As perspectivas estão muito boas, dado que o país está em crise e ainda sim estamos conseguindo dobrar o valor da empresa. Quando as coisas melhorarem iremos crescer ainda mais, enfim preparamos a empresa para esse momento, agora é a hora que as cartas são redistribuídas na mesa e temos que aproveitar para fazer uma boa mão.

Rentabilidade

Antes de falar desse assunto sempre acabo por fazer uma pequena introdução pra explicar que apesar de falar sobre rentabilidade eu não baseio minhas decisões olhando para rentabilidade. Sei que para alguns pode parecer repetitivo, mas ocorre que todo ano chega muita gente nova no blog e muitos vem com essa mentalidade de valorizar rentabilidade e Dividend Yield. Então antes de tomar qualquer conclusão sobre o que vou falar dê uma lida aqui.

Quando falo que rentabilidade é inútil não quer dizer que descarto completamente, tem investidor que ou é 30 ou é 60. Tem gente que leva a rentabilidade como o primeiro e decisivo fator para investimento e tem gente que negligencia completamente a rentabilidade.

Acho que ambos os casos não são legais, a rentabilidade tem sua utilidade e deve ser usada com sabedoria, porque senão pode lhe trazer mais prejuízos do que benefícios. Por isso muitas vezes bato na tecla pra você esquecer essa história de ficar acompanhando isso mensalmente.

Vamos mostrar as 3 top e as 3 piores retornos total da minha carteira.

Os 3 melhores ativos

  • FII Parque Dom Pedro – PQDQ11: + 269,10%
  • Square Faria Lima – FLMA11: + 212,20%
  • Visa Inc – V: + 101,66%

Os 3 piores ativos

  • EPR Properties – EPR: – 21,70%
  • Tanger Factory Inc – SKT: -21,59%
  • Kite Realty Group Trust – KRG: -19,69%

Lembro que ano passado estava comemorando que dois ativos tinha ultrapassado a marca dos 100% de retorno, quando falo de retorno aí considera-se total, ou seja cotação + dividendos. Um deles foi o FLMA11 que agora perdeu a liderança para o PQDQ11 que está com um retorno violento de 269%. Na lanterna entra a Visa e saiu do pódio a Chubb que tive que comprar umas cotas novas e acabou atualizando meu preço médio, reduzindo assim a rentabilidade dela.

Na ponta negativa tivemos um festival de REITs, ano passado tínhamos um representante de cada ativo: uma ação americana, um REIT e um FII. Esse ano os REITs não deixaram espaço pra ninguém.

O EPR assumindo a liderança com o pior retorno da carteira, performance de -21,7% e ano passado ele chegou a bater no 3 lugar da ponta negativa. Poderíamos até considerar um empate tecnico entre ele e o SKT que está com um retorno bem próximo.

O que pode-se observar dos piores retornos, é que todos são do setor de varejo. Já expliquei aqui em diversos posts, que apesar do mercado estar derrubando a cotação de todos os REITs de varejos seus dividendos estão bem seguros, bom pelo menos os que coloquei na minha carteira e na do Express.

Precisa separar aí o desespero do mercado, da realidade. Existem sim alguns REIT de varejo bem arriscados no momento, porem esses que tenho comigo são bem diversificados e não tem posições ou possuem pequenas posições nos grandes inquilinos de varejo do EUA que estão em processo de falência.

Eu sigo com eles na carteira e inclusive aumentando posição sempre que possível. Daí depois o mercado acorda pra realidade e vê que o varejo tradicional não vai sumir do mapa como um passe de magica, e vê que é impossível a Amazon dominar todo o comercio do mundo, e pronto eles vão lá pra aquela ponta verde no topo da pirâmide, como foi com o PQDP e com FLMA.

Enquanto isso, apesar das cotações caindo os dividendos e os lucros destes REITs continuam crescendo ano após ano, melhor pra mim que posso comprar mais barato.

Metas 2018

Minha meta nesse novo ano é trabalhar na nacionalização da empresa, expandir os mercados, e áreas de atuação. Dentro da empresa vamos melhorar nossos processos e aprimorar nossos produtos, minha meta é zerar todas os bugs e falhas no sistema, para então estar preparado para um crescimento mais robusto e seguro.

No lado pessoal, quero mais pro final do ano, assim que a Laura começar na creche, iniciar um curso de Alemão, se vou viver aqui preciso de aprender esse idioma. Também vamos aplicar para o visto agora no final de Janeiro e espero que dê tudo certo para termos a garantia de mais um ano aqui.

Nos investimentos vou continuar focando meus aportes na bolsa Americana, trabalhar para aumentar meu valor de aportes, e crescer meus dividendos ainda mais. Eu sempre colocava uma meta mais conservadora nos investimentos, porque sempre achava que ia dar algum problema e não conseguiria fazer o bolo crescer.

Ocorre que ao longo dos anos eu sempre consegui bater a meta com certa folga, então esse ano quero fazer um desafio, vou colocar uma meta bem ousada, principalmente nos dividendos, algo que tenho certeza que não vou conseguir bater.

  • Taxa de poupança: 45% a 55%
  • Dividendos R$ 21.000,00 (média de R$ 1.750,00/mês)
  • Patrimonio: 625.000,00

 Conclusão

Fica a letra de uma musica que curto bastante:

Levante As Mãos

Levante as mãos bem alto e expresse seus sonhos
Sempre se levante e navegue com sua bandeira
Não importa quantos desafios tenha que superar
Nunca vamos parar, então vamos lá! Levante as mãos

Vou seguir em frente um pouco mais, encontrarei as respostas
Acredito nisso desde que cheguei ao novo mundo
Nossos sonhos se tornaram um e jamais se quebraram
Esse laço jamais se rompera, e iremos em direção ao futuro

Levante as mãos bem alto e expresse seus sonhos
Sempre se levante e navegue com sua bandeira
Não importa quantos desafios tenha que superar
Nunca vamos parar, então vamos lá!
Olhe mais para cima
Estufe seu peito
Sempre dê mais um passo
Ultrapasse as ondas
Tudo o que precisamos é desses desejos
Então vamos em direção ao futuro

Voltando para a superfície das ondas
O adeus de nosso encontro, foi tudo o que restou
Abaixo dessa bandeira
Não posso esquecer, a dor está cravada em meu peito
O que ficou secretamente marcado naquele dia
Não perderei para ninguém a liberdade que está nessas mãos
Vamos abraça-la e seguirmos juntos