Compras Abril 2018 – PG – VTR – FPI

Compras Abril 2018 – PG – VTR – FPI

Dobrei minha posição na Procter & Gamble – PG para reforçar minha carteira de stocks americanas. Porém como o mercado de REIT tem oferecido boas oportunidades, conforme comentei nesse post, não podemos deixar de dar aquela passada nas promoções. Comprei o que considero o melhor REIT de saúda da bolsa americana e o troco gastei com as fazendas do Farmland que já vinha recebendo uns aportes recorrentes.

Novidades no Remessa On-Line

Aproveitando para comentar que a Remessa Online colocou o pais Bulgaria na lista de países para transferência, então se você criou uma história lá para transferir para o Leupay, altere o país para o correto. Outra boa noticia é que o limite de remessas internacionais aumentou para R$ 65.000,00 anuais e R$ 32.500,00 diários e as operações realizadas nos últimos 12 meses serão contabilizadas no total disponível para operar. Aproveite e faça agora mesmo sua remessa, veja aqui.

Atualização Ex-Dividend

Atenção todos os leitores assinantes do Ex-Dividend, quando fiz o artigo de número #20 esqueci de colocar a seção de “Segurança dos Dividendos” e o “Valuation”. Informo nesse post que adicionei essas duas informamos no artigo, quem já leu e quiser saber mais sobre isso favor acessar o artigo aqui.

  • Segurança de dividendos: é uma seção do Ex-Dividend onde mostramos o quão seguro estão os dividendos de uma ação, para isso analisamos o seguinte: histórico de receita, lucro, divida, dividendos, perspectivas de crescimento dos dividendos, valor da marca no mercado, valuation do negócio, market share da empresa, perspectivas do setor onde a empresa está inserida e perspectiva de crescimento das receitas futuras.
  • Valuation: Mostramos como avaliar uma ação para saber sua margem de segurança, saber se o preço atual é correspondente com suas perspectivas de crescimento.

Procter & Gamble – PG

PG nem precisa de apresentação, provavelmente você usa ou já usou frequentemente os seus produtos. Bom o fato é que dobrei posição na empresa, a empresa vinha encontrando dificuldades de achar o crescimento das receitas e dos lucros nesses últimos trimestres e tinha obtido quedas expressivas na sua receita. Apesar de seu case de negócio e suas marcas fortíssimas o mercado vinha batendo nela, desde o inicio do ano a ação caiu cerca de quase 20%.

Apesar das dificuldades do balanço e o animo do mercado não estar muito favorável, na minha visão a empresa irá conseguir reverter as quedas na sua receita. Para isso precisará de fazer aquisições no mercado ou lançar novas marcas, essa última traduza-se gastar rios com propaganda.

A empresa tem caixa reserva para realizar esses investimentos, acredito que mais de $15bi dê pra fazer bastante coisa no mercado. Sem contar que ela ainda possui um nível de endividamento baixo, onde lhe permitirá recorrer a capital externo para financiar essa retomada de crescimento, sem que esse capital sacrifique sua capacidade de remuneração dos acionistas.

Olhando os últimos resultados, fresquinhos que saíram essa semana passada a empresa apresentou o 3T18 com uma venda de $16,3 bilhões, apresentando um crescimento de 4% contra o ano anterior. E um lucro por ação de $1,00 um crescimento também de 4%.

A PG pagou $1,8 bilhões em dividendos aos acionistas marcando seu 62º ano consecutivo de crescimento de dividendo e retornou mais $1,4 bilhões em recompras de ações, por sinal boa hora para a administração recomprar, aproveitando o baixo preço. Lembrando que a PG vem pagando dividendos consecutivos a 128 anos, isso por si só já é algo fantástico.

Voltando para as aquisições a empresa anunciou um acordo para adquirir a Merck KGaA Consumer Health Care, uma empresa sediada em Darmstadt aqui na Alemanha. Essa aquisição reforça o portfólio da empresa na área de saúde com marcas como Vicks, Metamucil, Bepto-Bismol.

Essa vai ser a estratégia da PG nesses próximos anos, veremos a empresa se aproveitando de boas oportunidades que surgirem no mercado. Principalmente nessa área de saúde que junto com beleza e cuidados da pele tiveram os maiores crescimentos no trimestre com cada performance de 3% e 5% de crescimento respectivamente.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $43,84 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$148,51.

Ventas Inc – VTR

Ventas é um REIT de saúde, pra minha modesta opinião é só o melhor REIT do setor. Chego nessa conclusão pois ao analisar seu case, e ver o quão bem diversificado o fundo é, e se comparamos com outros players parentes veremos que ele é uma peça única no mercado.

Porém assim como a PG o VTR vem apresentando um bom resultado forte a cada ano, porém o mercado vem pegando pesado contra ele se olharmos o valor de cotação do fundo ao longo do último ano.

Esse ano de 2017 teve um lucro muito bom, as receitas operacionais do VTR cresceram 13% comparado com o mesmo período de 2016. O FFO do VTR também cresceu, porém bem menos. O indicador teve $4,22 comparado com 2016.

Em termos de investimento o fundo investiu cerca de $2 bilhões, incluindo a expansão do segmento de laboratórios para as universidades de Brow Univerty e Virginia Commonwealth Univerty. Desde setembro de 2016 o fundo vem investindo pesado nesse segmento e por conta desses investimentos o fundo tem expandido cerca de 37% nesse setor de compra e aluguel de laboratórios de pesquisas para universidades e empresas de saúde e biotecnologia.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $65,52 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$221,95.

Farmland Partners Inc – FPI

O FPI é um REIT de fazendas, já falei diversas vezes sobre ele aqui no blog, leia aqui. Quem me acompanha a mais tempo por aqui sabe que tenho feito aportes regulares nele, nada muito grande, geralmente pego a sobra dos aporte e aplico no fundo. Isso porque ele ainda está em um cenário um tanto arriscado para investimento.

De forma resumida: a coisa vinha caminhando bem até que o FPI resolveu adquirir a American Farmland Company – AFCO que era um outro REIT de fazenda, porém com um balanço bem ruim. Isso jogou temporariamente os resultados do FPI pra baixo, os acionistas ficaram desesperados e vimos isso:

Uma queda de quase 30% na cotação do FPI
Uma queda de quase 30% na cotação do FPI

Te confesso que eu mesmo pensei no inicio na época, que merda que o FPI tá fazendo… Porém não vendi no desespero e esperei os resultados pra ver o que a administração iria fazer. Eles montaram um plano, disseram que o FPI iria vender as propriedades mais problemáticas do AFCO e iria tornar as fazendas lucrativas. Bom a administração do FPI vinha fazendo um bom trabalho, resolvi dar um voto de confiança na empresa.

Esse resultado era esperado para ser um dos piores do FPI e que ele iria fechar no prejuízo. Veremos o que aconteceu logo abaixo.

No iniciou de março o fundo publicou o seu balanço de fechamento do 4T17 onde relatou um total de receita operacional de $15,6 milhões um aumento de 17% no mesmo período de 2016.

O crescimento da receita foi muito bom, porém como disse antes os lucros ainda estão um pouco comprometidos pelas aquisições da AFCO, o AFFO por ação foi de $0,16 uma queda considerável levando em conta que no ano anterior teve um AFFO de $0,36.

Particularmente eu esperava um prejuízo leve nesse trimestre, a coisa pra mim veio melhor do que a minha expectativa, por isso resolvi até fazer um novo aporte pequeno nesse mês.

A FPI nesse trimestre também adquiriu 5.114 acres de terras agrícolas de cultura permanente na California Central Valley por $110 milhões.

Se olharmos o anual teremos uma receita operacional de $46,2 milhões um aumento de 49% sobre o ano de 2016. E um AFFO de $13,3 milhões isso dá algo em torno de $0,36 por ação, frente a um AFFO de $11 milhões com uma indicador por ação calculado de $0,58.

Alguns podem questionar: Viver me explica como esse ano o AFFO total subiu pra 13 e teve um resultado pior que do ano passado que foi de $11? Simplesmente a FPI teve que lançar ações no mercado para pagar a compra da American Farmland Company.

Além disso a empresa pegou um empréstimo com a Rabo AgriFinance LLC de $80 milhões onde será disponibilizado uma pequena fração de $66,4 milhões e a FPI terá um juros de 1,7% além deste já deixou uma garantia adicional de $13,6 milhões, mas esse só será liberado em janeiro do ano que vem.

A perspectiva para esse ano de 2018 é que a empresa continue crescendo as receitas e buscando cada vez mais diminuir os gastos. A estimativa de resultado do AFFO para esse ano é algo que fique entre $0,40 e $0,44 por ação, então provavelmente teremos um corte de dividendos, vou esperar uns próximos trimestres e devo fazer um aporte de verdade quando a empresa cortar os dividendos que já estão congelados.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $5,61 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$19,00.

Ao todo foram acrescentados na minha renda de dividendos $114,97 ou seja R$389,46 a mais por ano para somar na minha bola de neve.

Empresa Código Qtde
Procter & Gamble Co PG 16
Ventas Inc VTR 21
Farmland Partners Inc FPI 11

Já atualizei a minha carteira com essa nova aquisição.

 

Enquanto isso…