Arte da Guerra fala sobre a Lockheed Martin

Nós conversamos sobre a maior empresa militar dos Estados Unidos com o senhor Comandante Robinson Farinazzo do Canal Arte da Guerra. Nesse vídeo o Comandante apresenta os principais produtos e fala de algumas vantagens competitivas da Lockheed Martin.

Nós sabemos que mais importante ao analisar uma empresa não é olhar números, mas entender como funciona o Case de Negócio da empresa. Conhecer seus produtos, clientes, seus riscos e como ela se posiciona para o futuro.

Conseguir essas informações sobre o Case de Negócio é a tarefa mais complexa. Geralmente precisa-se de um especialista da área. O Comandante concordou em dividir um pouco seu conhecimento sobre a empresa com o público aqui do blog.

Bate papo com o Canal Arte da Guerra sobre a Lockheed Martin

Robinson Farinazzo

Robinson Farinazzo é oficial da Marinha brasileira com extensa expertise em tecnologia aeronáutica. Piloto de aviões, graduado em Administração de Empresas, atuou em diversos cargos em sua carreira militar, especializando-se através de cursos, seminários , simpósios e intensa experiência de campo.

Dentre os projetos tecnológicos mais importantes que participou, destacam-se:

  • Homologação de metralhadoras para helicópteros dos fabricantes Airbus/Aerospatiale, GKN-Westland/AGUSTA e Sikorsky.
  • Assentos ejetáveis e sistemas de armas/radares das aeronaves Boeing A-4 Skyhawk;
  • Transposição de mísseis anti-navio Exocet e Penguin para aeronaves de asas rotativas;
  • Requisitos técnicos para os novos aviões da Marinha e
  • Contratação, implantação e fiscalização de sistemas de apoio a trafego aéreo e simuladores em base aérea.

O canal Arte da Guerra

Pra mim, sem sombras de dúvidas o melhor canal militar do Youtube. Recomendo a todos se inscrever no canal Arte da Guerra.

Se você já é fã de temas militares, está aí um prato cheio pra você buscar mais conhecimento. Se você não é fã de assuntos militares, mas gosta de ganhar dinheiro, acompanhe da mesma forma para aprender mais sobre o assunto. O setor militar nos Estados Unidos é uma das industriais mais lucrativas da bolsa.

INSCREVA-SE NO CANAL ARTE DA GUERRA

O Comandante também possui um blog que pode ser acessado aqui.

O livro citado no vídeo pode ser adquirido na Amazon, através do botão abaixo ou neste link:

Para quem é assinante do Ex-Dividend a boa notícia que estou preparando para lançar, esse ano, uma carteira só com empresas militares. Ao melhor estilo Top Picks que temos hoje 😋

Aproveitem para assinar o XD que a partir do mês que vem teremos aumento de preços.

(Visitado 250 vezes, 1 visitas hoje)

10 thoughts on “Arte da Guerra fala sobre a Lockheed Martin

  • 15 February 2019 at 23:42
    Permalink

    Vdd, simplesmente o setor militar é incrivel

    Me lembro que há um tempo atrás meu professor de eletrônica/telecomunicações falou algo do tipo “não há nenhuma tecnologia que não tenha sido usado para guerra e não tenha sido criado por fins militares, muitas poucas exceções” , e é claro que é uma grande verdade. A Lock vem de forma geral fazendo seus aviões e sistemas de guerras, ela é bem notável (junto com a Boeing). Mas tem 2 “garotinhas” que simplesmente são irresistíveis para mim, a ****, líder em misseis para mim significa muito, porque parei para pensar : mísseis resumem perfeitamente automação e inteligência artificial ao mesmo tempo, um objeto não tripulado que consegue se orientar e detectar ameaças hoje em dia 100% autônomos, então mais do que um armamento é uma tecnologia.
    Tem também a ****, simplesmente cada vez mais ela me supera. Eu já sabia que ela foi a responsável pelo monstro B-2, mas o que aconteceu depois me deixou perplexo… estava pesquisando uma empresa líder no setor de radares (X está para Radar assim como **** está para míssel), então eu pensei “bom, o melhor radar do mundo vai estar no futuro melhor porta aviões do mundo, novo USS Kennedy”, e aí que veio a surpresa, a ***** está construindo é o porta aviões logo de vez (através de uma subsidiaria)… mas acho que a ***** ficou com o radar e o mísseis, sendo esse último obviamente.. O que me surpreendeu então foi o “tamaninho” dos projetos da *****, é só barra pesada, maior bombardeiro invisível, agora maior porta aviões. Só que eu sentia que a ***** era especial com radares também, e descobri que simplesmente o Radar do F-22, F-35 e F-16 são da **** (tudo menos o F-15 e F-18, que são da ****, legal dessa parte que mostra que a **** é mais que mísseis também), mas aí tem um ponto negativo para a Lock que mesmo construindo o F-22 e F-35 “depende” da **** para os radares. Sobre submarinos, acredito que a ***** ainda seja a líder.

    Reply
    • 16 February 2019 at 23:38
      Permalink

      ola D
      o mercado militar é bem robusto e com opções bastante interessantes

      eu particularmente gosto muito do setor, e o legal que praticamente é uma concorrência ferrenha entre eles mas eles conseguem as vezes conciliar os negócios e vemos diversos projetos que tem parcerias entre varias empresas do setor, isso é bom pois acaba diversificando um pouco

      são empresas para casar kkkkk

      Reply
  • 30 January 2019 at 11:04
    Permalink

    Muito bom o Vídeo VdD!! Não conhecia o Comandante Farinazzo, já me inscrevi no canal.
    Trabalho na área de Defesa, mais precisamente com empresas voltadas para sistemas de comunicações,como por exemplo a HARRIS e THALES, por isso estou aguardando ansioso pela carteira com empresas militares.

    VLW!

    Reply
    • 30 January 2019 at 13:08
      Permalink

      fala FBB

      bom saber que vc é da área, eu sempre que possível trago alguma coisa no nosso podcast sobre a parte militar.

      assina sim o canal do Comandante é muito bom.

      Reply
  • 29 January 2019 at 13:10
    Permalink

    Olá Viver de Dividendos!

    Esse canal do Farinazzo é ótimo, mas pra mim é o segundo melhor sobre guerra. Acho o “Hoje no mundo militar” o mais completo. Caso você não conheça, fica essa indicação pra você.

    Abraço!

    Reply
    • 29 January 2019 at 19:44
      Permalink

      também acho o hmm muito bom, mas como o Comandante trata as noticias pra mim ganha um ponto a + e tem as serieis que ele faz dos livros

      Reply
  • 28 January 2019 at 08:17
    Permalink

    Interessante a conexão com o canal arte da guerra, ele realmente sabe muito de aviação naval.
    As empresas militares são muito tecnológicas, o governo sempre vai ter mais tecnologia que a gente (F-22 > Iphone), e como tecnologia é o futuro, então teoricamente é um bom setor para investir. Só acho que tem a grande desvantagem de ser muito dependente de governo e teoricamente armamentos não produzem, serve para ficar ociosos esperando serem utilizados, então se no futuro ter mais paz (que eu acho dificil, por causa de política, religião, geopolítica, etc) acaba que os ativos não serão tão viáveis, mas sempre tem a questão de defesa básica, um mínimo de caças, mísseis, bombas e similares. Então acredito que é um “capital mais de risco” (assim como o dos cassinos, então destinar um menor % da carteira), porque uma Coca Cola por exemplo émais estável, está mais ligado a venda e tal, ta com sede bebe uma coca, não é tão burocratico quanto a Lock.
    Mas acho que seria interessante aquela sua ideia de montar uma mini carteira militar.
    Tem a **** (que ja esta na carteira de small cap) ****.
    Tem a ****, que eu nao sei dos balancos, ****, então essa empresa não deve estar de brincadeira. Tem umas empresas “normais” que investem uma parte no setor militar, a **** e *****, se nao engano, deve desenvolver alguns sistemas e tal, mas o foco não é 100% militar, obviamente

    Reply
    • 28 January 2019 at 12:59
      Permalink

      ola D

      Sim, essa questão de ser dependente do governo é complexa, por isso que eu não vejo um país melhor pra se investir nesse segmento senão os USA, os caras tem um alvo nas costas, não podem parar de investir nesse segmento senão vão levar bala diferente de um país como por exemplo o Brasil que não tem histórico de conflitos e nem tantos inimigos espalhados pelo globo, ou um Canada, entre outros países que tem até uma industria militar, mas não tem demanda como a Americana para esse setor. Então sim é um risco, mas bem gerenciável se vc souber a cumbuca que está enfiando as mãos.

      Essa questão da paz não precisar de armamento é justamente o contrario. Você só chega na paz se tiver uma vantagem militar superior aos seus inimigos, vou explicar um pouco sobre isso no nosso podcast, fica ligado lá que vou comentar esse seu comentário lá.

      Sim, vamos pegar alguns desses q vc falou e temos outros aqui bem interessantes também.

      Reply
  • 28 January 2019 at 01:10
    Permalink

    Muito daora! Já sou seguidor do Farinazzo e também sou das forças armadas. Já atuei como paraquedista no Exército e saltei da aeronave C-130 Hércules. Quando vi a LMT na sua carteira e descobri q ela era a fabricante daquela aeronave, decidi pesquisar mais a fundo sobre a empresa e acabei me apaixonando rsrs.

    Muito obrigado por esse seu trabalho de divulgação. Comecei a investir faz alguns meses e vou adentrar ao mercado estrangeiro em fevereiro. Em breve, pretendo me tornar um assinante do Ex-Dividend também.

    Reply
    • 28 January 2019 at 12:52
      Permalink

      ola PP

      O Comandante pra mim é referencia no assunto militar no YT, é obrigatório assinatura no canal dele pra ficar por dentro da área.

      A LMT é top, eu vou montar uma carteira de empresas militares no XD, nos já temos duas lá em carteiras uma delas tá até na Top Picks mas vou montar uma carteira só de militar pois é um setor bem rentável por lá

      Valeu pela força e continue acompanhando e saltando de paraquedas :) #temquetercoragem

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *