Balanço Geral 2018

Balanço Geral 2018

Uma das idéias deste blog sempre foi compartilhar conhecimento. Porém, seu principal objetivo é servir como um local de registro da minha caminhada rumo a Independência Financeira. Utilizando meu exemplo espero que sirva de motivação para outras pessoas buscarem um crescimento financeiro.

Quero mostrar que é sim possível alcançar a Independência Financeira. Trabalhando, economizando e trabalhando mais vamos aos poucos dando um passo de cada vez rumo ao nosso objetivo.

Esse post é feito de forma anual, relembre aqui o do ano passado. É quando reservamos um tempo para ver o que aconteceu durante o ano. Porque é importante não só projetar o futuro como também entender e corrigir os erros passados. Esse é nosso quinto post de balanço geral. Esses posts tem um caráter muito pessoal, mas se for esperto você pode tirar algumas lições.

Imigração

Começamos com o nosso processo de imigração. As coisas estão caminhando positivamente. A Laura está indo muito bem na creche e a Tatiane tem se saído bem na Faculdade. Estamos mais acostumados a Alemanha, confesso que no começo foi um pouco difícil. Chegamos varias vezes a pensar em desistir ou procurar outro pais mais próximo da nossa cultura.

Agora estamos mais fixos, alugamos um apartamento e ainda estamos mobilando a casa. Sim, já tem quase 2 anos que estamos fazendo isso. Já estamos começando a criar aquele sentimento de lar. A última vez que fui ao Brasil e viajar para outro país por aqui, fiquei morrendo de vontade de voltar.

A Tatiane está na metade da faculdade, acho que a partir do próximo ano ela já começará a fazer estagio. Estávamos com planos de colocar a Laura numa escola internacional. Acabamos adiando para quando a Tatiane começar a trabalhar, assim teríamos uma noção mais certa de onde moraríamos.

Profissional

Na vida profissional, a empresa continua crescendo de forma bem robusta. Nosso plano de expansão a nível nacional está dando certo, fechamos o ano com mais de setenta franquias ativas. A carteira de clientes vem crescendo, assim como receitas e lucratividade da empresa.

No entanto, nem tudo são flores. A medida que o crescimento surge os problemas também. Tivemos vários problemas por conta do crescimento da empresa. Tanto que tive que ir ao Brasil para tentarmos achar alguma solução. Aprimoramos em vários aspectos, mas esse novo ano tentaremos acertar a nossa estrutura e melhorar nossos processos.

Tivemos a tentativa frustrada de aquisição de uma nova empresa de software, relembre aqui. Mas estamos analisando novas opções para o próximo ano.

Blog

Nossa principal novidade para o ano foi o lançamento do Ex-Dividend. Um serviço de assinatura para os leitores que desejam investir nos Estados Unidos. No XD+ publicamos diversas carteiras de investimento, com ativos específicos, também publicamos uma revista mensal com detalhes sobre esses ativos.

Inclusive aproveite porque depois do lançamento deste post o preço de assinatura vai aumentar. Então corre e assina ainda com o preço anterior.

Devido a ter que buscar a Laura na creche, bagunçou o meu horário de gravar o podcast. Então suspendi o serviço que ficou inoperante de agosto até dezembro quando retomei as gravações. O pessoal reclamou bastante porque eu havia parado, sei que a galera gosta do cast. Porém, só dá pra gravar nas horas vagas.

No canal do Youtube chegamos 6.714 inscritos praticamente um crescimento de 100%. O canal vem crescendo e mantendo um bom engajamento. Aqui no blog o acesso não cresceu tanto quanto nos outros anos. Pensei que viraria a marca dos 3 milhões, mas parece que vai ficar pra 2019.

Taxa de poupança

Todo ano é a mesma ladainha aqui no blog, de gente querendo dizer que fazer X ou Y é melhor. Já cansei de falar que o mais importante não é a sua rentabilidade, mas a sua taxa de poupança. Não adianta ficar com obsessão pra buscar 5% de rentabilidade se seus aporte não sobem.

Seu principal foco deve ser buscar o aumento dos seus aportes. Preocupa-se em criar fontes alternativas de receitas, leia aqui como fazer. É muito mais inteligente focar na seu aporte, porque ele você consegue controlar. Não adianta fazer projeção de ganhar X ou Y no futuro de rentabilidade, você não tem o controle do mercado.

Em 2016 meus aportes foram em média de 8,9k. Em 2017 crescemos em 33% os aportes indo para 11,9k. E agora esse ano chegamos a 18,7k um crescimento de 57% nos aportes.

Aportes ao longo de 2018

Nossa economia esse ano foi de R$ 225.296,42 isso dá uma taxa de poupança de 50,69%. Passamos um pouco aí do limite máximo, mas considero normal. Para quem não sabe tenho um range de 30 no mínimo a até 50% no máximo de taxa de poupança. Você pode se perguntar: Pra que travar o máximo? Quanto mais juntar melhor.

Ocorre que na vida você precisa buscar o equilíbrio. Não adiantar ficar igual um tarado querendo chegar logo na Independência Financeira e não aproveita a vida. O mais importante do que chegar lá, é a caminhada, não adianta chegar lá se sacrificou sua qualidade de vida.

Por isso eu coloco como meta máxima 50% pois considero viver com metade dos meus ganhos um bom parâmetro. E se passar? Bom se passar aí eu subo o meu padrão de vida. Como eu disse: O prazer está na caminhada rumo a Independência Financeira, não na chegada.

Gastos totais

Você não consegue ter uma boa taxa de poupança se não controlar seus gastos na ponta do lápis. Ou nome caso, na ponta do Banktivity, conheça o aplicativo que me permitir ter o controle total das minhas despesas.

Nos últimos dois anos os gatos com imigração bateram forte no orçamento. Só agora no final deste ano que a coisa começou a melhorar. Imigrar não é nada barato.

Total de gastos no ano de 2018

Podemos tirar várias conclusões nesse gráfico e histórico de gastos ao longo dos anos. Nessa tabela dá pra comparar os gastos do Brasil (2015) com o meus novos gastos aqui na Europa (2018). Ressaltando que temos um crescimento considerável de preços, a inflação de 2015 até dias atuais no Brasil não foi baixa.

Os gastos com habitação são bem pesados. Aluguel aqui na Alemanha é caro, pra minimizar isso um pouco procurei morar numa cidade ao lado da capital. Comprei um carro para facilitar o deslocamento com a diferença do aluguel. Ano passado fiquei um tempo em Portugal e por lá fiquei numa casa muito pequena. Não dá pra levar como parâmetro. Poderíamos compara com o Brasil 2015, está bem mais próximo.

Despesas pessoais foram maiores devido a várias roupas que tivemos que comprar de inverno. Também tivemos um gasto maior com os animais, que vieram a falecer nesse ano. Isso fez com que essa categoria subisse.

Utilidade ficou um pouco abaixo do ano passado. Já havia comentado aqui no blog que custos de gas, luz e internet na Alemanha são mais baratos que Portugal 2017 e nem se compara ao Brasil 2015. No Brasil gastamos muito com essas utilidades, a Luz, agua, entre outras despesas aí é muito caro. Lembrando que os preços de 2015 não estão ajustados pela inflação. Então o brasileiro deve gastar ainda mais nessa categoria.

Transporte é uma categoria que me surpreendeu. Eu basicamente fiquei sem carro boa parte do ano, mas mesmo assim esperaria um custo maior de transporte nesse ano. Veio abaixo da época que fiquei em Portugal, onde estive sem carro e quase não usei o transporte publico lá. Enquanto isso no Brasil gastava cerca de 23k com transporte no mês. Fico imaginando esse custo hoje com a gasolina nas alturas.

Por fim, “Não recorrentes” são aquelas despesas genéricas, compra de moveis, viagens e outros gastos. Os principais impactos aqui foram viagens com 34k. Outras com 19k aqui estão despesas genéricas. Como por exemplo as vezes que precisamos ir ao Brasil, a Tatiane para enterrar a Mãe e eu a trabalho. Moveis e eletrônicos ficaram com 18k e os carros com 7k.

No resumo da opera, minhas despesas de um ano para o outro cresceram em quase 10%. Estou bastante satisfeito, pois as minhas receitas cresceram em +30%. Se as suas receitas estão crescendo o dobro da suas despesas é isso que importa. Porém, deve-se tomar cuidado quando ocorrer o inverso, porque criar despesa é muito fácil, agora cortar é difícil!

Dividendos

Essas foram as metas que eu escrevi no ano passado, relembre aqui:

Ocorre que ao longo dos anos eu sempre consegui bater a meta com certa folga, então esse ano quero fazer um desafio, vou colocar uma meta bem ousada, principalmente nos dividendos, algo que tenho certeza que não vou conseguir bater.

Metas travadas no final de 2017 para 2018

Por incrível que pareça a meta que eu achei que não iria conseguir bater, foi batida com força.

Minha meta era receber R$ 21.000,00 em Dividendos nesse ano de 2018. A minha carteira me entrou 22.189,32 de dividendos nesse ano. A meta mensal era de R$ 1.750,00, consegui receber por mês R$ 1.849,11. Estou muito satisfeito com esse desempenho.

Dividendos recebidos ao longo de 2018

Veja que gráfico bonito. O interessante que toda semana tem um aqui preocupado com a próxima crise na bolsa. Fazendo cálculos e mais cálculos para achar melhor momento de começar os investimentos. Alias desde 2012 tem gente que tá esperando esse fim do mundo. Enquanto isso olha como o meu gráfico de dividendos cresceu bonito.

Tivemos um crescimento de 55% nos dividendos recebidos de 2017 até esse ano. Isso é fruto dos crescimentos nos aportes, mas também do poder das empresas de crescimento de dividendos. Quem assina o XD+ sabe como isso funciona. Não adianta você dar ctrl+c + v na minha carteira que não vai conseguir fazer isso. Veja que esses ativos são de 2012, ou seja, seis anos atrás. Hoje o mercado é completamente diferente, por isso temos o XD+.

Muitas vezes o pessoal fica tão focado em rentabilidade, isso é completamente inútil. Quando se está lidando com um objetivo de investimento a longo prazo para aposentadoria, o mais importante é acompanhar os seus dividendos. Isso é que irá pagar suas contas, não o que você recebeu ou por acaso você pretende terminar como o meu vizinho.

Patrimônio

Patrimônio dos investimentos em 2018

Interessante que o 2011 nem está mais aparecendo no gráfico. As vezes você vê aí na Internet outros blogs com patrimônio grandes. Muitas vezes o cara já começa lá no alto. O legal que você vai encontrar aqui no meu blog e talvez a garotada que está começando se identifique, é que o valor de 2011 que está tão pequeno é: R$ 2.171,40.

Ou seja, nós não começamos ganhando herança, nem nenhum premio na vida. Então pra você que está aí começando com seus 2k e as vezes acha pouco. Em menos de 8 anos nos também estávamos assim e agora viramos a barreira do meio milhão.

Depois do epic fail na tentativa de imigrar pro Canada que fez o meu patrimônio míngua. Colocando o ano de 2016 na história dos meus investimentos como o primeiro ano que meu patrimônio recuou.

Já nesse ano conseguimos chegar na marca de R$ 612.014,55 demonstrando um crescimento no patrimônio de incríveis 43%. Apesar de alto o crescimento no patrimônio deste ano foi menor que do ano anterior que saltou +56%. Não conseguimos chegar na meta de 625k mas ficamos próximos. Poderia até ter sabotado :) e enviado um pouco de grana no último mês, mas resolvi seguir meu cronograma mesmo.

Nesse gráfico acima representa meus investimento exclusivos da bolsa e na tabela abaixo representa o meu patrimônio total. Considerando, poupança, investimentos em bolsa, carros, imóveis e empresas.

Patrimônio Total

No quesito automóveis, troquei o carro do Brasil de um HB20 que vendi para a minha irmã e comprei uma Palio Weekend velhinha dela. Depois comprei um novo carro aqui na Alemanha que fez com que essa categoria subisse.

Na parte da Poupança mantivemos o mesmo padrão praticamente de reserva de emergencia. Nesses vídeos explico como você montar uma reserva de emergencia e o que você precisa fazer para não ser pego de surpresa com despesas no meio do mês.

Na empresa o valuation da firma saiu de 13,4 milhões para 15,6 milhões. Esse crescimento foi por conta do nosso processo de expansão. Lembrando sempre que esse valuation é como se fosse o custo da minha empresa, por exemplo se um investidor chegar querendo comprar a empresa certamente não seria só esse valor. Teria vários outros fatores a serem inseridos nesse valuation, esse valuation seria tipo uma base bem simples do valor da empresa.

Rentabilidade

Antes de falar desse assunto vamos fazer uma pequena introdução sobre o tema. Apesar de falar sobre rentabilidade eu não baseio minhas decisões olhando para rentabilidade. Sei que para alguns pode parecer repetitivo. Ocorre que todo ano chega muita gente nova no blog e muitos vem com essa mentalidade de valorizar rentabilidade e Dividend Yield. Então antes de tomar qualquer conclusão sobre o que vou falar dê uma lida aqui.

Não acompanho mensalmente rentabilidade, mas no final do ano levanto os melhores e piores ativos da minha carteira. Lembrando sempre que isso não serve de base nem para me dizer se devo comprar ou vender um ativo.

Vamos mostrar as 3 top e as 3 piores retornos total da minha carteira, considerando dividendos.

Os 3 melhores ativos

  • FII Parque Dom Pedro – PQDQ11: + 327,82%
  • Square Faria Lima – FLMA11: + 314,08%
  • Visa Inc – V: + 133,68%

Os 3 piores ativos

  • Kite Realty Group Trust – KRG: – 19,10%
  • Tanger Factory Inc – SKT: -27,31%
  • Farmland Partner Inc – FPI: -33,30%

Eu gosto de trazer as vezes essa informação sobre rentabilidade. Porque todo mês aparece um aqui pra dizer que oque eu faço é errado e que ele sabe o certo. Eu posso ter saído do zero e estar sentado em cima de 1 milhão que mesmo assim continuarão repetindo.

Para aqueles que acham que minha rentabilidade é pouca, está muito enganado. Tenho certeza que se começasse a colocar minha rentabilidade aqui iria vir um monte de leitores novos. Mas eu não quero esse tipo de gente com essa mentalidade, pelo contrario eu quero combater isso.

Pela primeira vez tivemos não só um mas dois ativos com +300% de retorno. Ou seja significa que já recebi 3x o valor investido no ativo.

Temos mais de 10 ativos que já renderam mais de 100%.

Esses ativos com +100% era para ter mais, pois o fato de ter feitos muito aportes esse ano tirou alguns dessa lista. Já que os ativos continuam subindo daí quando compro eles novamente o preço médio tende a subir.

Como eu estou comprando frequentemente na bolsa americana, é difícil de achar ativos de lá no topo das rentabilidade. Principalmente REITs que recebem boa parte dos aportes mensais.

Como melhores ativos não tivemos nenhuma alteração os top3 seguem no top desde o ano passado. A Visa deve pular fora esse ano, pois certamente deve receber aportes.

Na ponta negativa tivemos uma boa melhora do EPR que saiu da lista de piores e entrou o FPI. Que por sinal chegou liderando com tudo. E só apenas a título de curiosidade o melhor REIT em retorno total foi o patinho feio do OHI: Quem diriaaaa!

Metas 2019

Minha meta esse ano na empresa será organizar a casa, trabalhamos para melhorar nossos processos. Ajustar nosso suporte ao cliente final que está bem deficitário. Expandir nosso programa de franquias e criar novos produtos rentáveis para o negócio.

Tinha a intenção de aprender alemão, mas nem vou colocar isso como meta. A empresa tem me consumido boa parte do meu tempo. Preciso esperar passar essa fase de crescimento acelerado para poder conseguir cuidar de alguns projeto pessoais.

Vou lançar um novo site aqui, um projeto que estou trabalhando desde o final do ano passado. Em breve colocarei mais noticias a respeito. Creio que esse novo site irá ajudar muitas pessoas.

Nos investimentos vou continuar a focar meus aportes na bolsa americana, buscando um crescimento cada vez maior dos dividendos. Não vou fazer nada muito ambicioso para os aportes ou dividendos como fiz no ano anterior. Vou tentar ser bem moderado esse ano nas metas.

  • Taxa de poupança: 45% a 55%
  • Dividendos R$ 31.200,00 (média de R$ 2.600,00/mês)
  • Patrimônio: 725.000,00

Conclusão

Esses dias um leitor me mando no whats do blog dizendo que estava fazendo um planejamento da sua Independência Financeira. Ele tinha programado os próximos 20 anos. Eu fico pensando: Meu Deus esse povo não tem noção alguma de gerenciamento de projetos ágil.

Não tente programar nada na sua vida pra tanto tempo, porque você só estará se iludindo com isso. Se você tem um problemão você tem que dividi-lo em partes menores. Se você tem uma caminhada de 20 anos, então divida-a em passos anuais. Não fique igual tarado fazendo milhões de calcos pra saber o quanto precisa de juntar. Você não sabe o quanto vai estar gastando daqui a 10 ou 20 anos, então não faz sentido projetar isso.

Ao invés disto, projeto o seu próximo ano. Veja no que você pode melhorar, acompanhe ano a ano sua evolução e não se preocupe em fazer projeções longas, porque uma coisa é certa: você vai falhar nisso!

Todo ano eu posto uma música do One Piece então segue a desse ano. O arco da Big Mom tá muito top. Se liga na letra:

Foco no poder de lucro da empresa

Foco no poder de lucro da empresa

Se você é um investidor de crescimento de dividendos, já sabe que crescer os dividendos de forma constante é só metade da história. Todas as empresas que cresceram os dividendos de forma consistente, por mais de uma década, tiveram um padrão de crescimento no lucro durante esse mesmo período de tempo.

Como um investidor de Dividendos, meu objetivo é encontrar ações atrativas que crescem consistentemente os dividendos. Eu faço isso e compartilho com meus assinantes no Ex-Dividend, saiba mais aqui. Eu pesquiso diversas empresas de forma exaustiva na lista de empresas que cresceram dividendos. São mais de 880 empresas que aplico meus critérios de seleção e vou olhando como uma lupa para cada case de negócio. Eu não me preocupo muito com os recordes de dividendos que uma empresa alcançou. Isso é um ponto positivo? Sem dúvida. Mas não é algo decisivo nos meus estudos.

Uma empresa de dividendos passa por 3 estágios durante a sua vida, vou até fazer um artigo comentando sobre isso no futuro. Eu geralmente gosto mais da empresas que estão na segunda fase, embora as vezes tenho uma quedinha para algumas que se encontram na primeira fase.

No entanto, eu tento selecionar não só empresas que tenham um registro de aumento de dividendos, mas aquelas que têm chances decentes de continuar a crescer seus dividendos pelos próximos 20 ou 30 anos. Nem toda empresa vai conseguir isso, mas para aquelas que conseguem, elas irão gerar a maior parte do crescimento de dividendos do portfólio, falei sobre os vencedores aqui nesse artigo: Porque a maioria dos investidores falham na bolsa.

A fonte oculta do crescimento de dividendos é o crescimento dos lucros. Se você é assinante do XD+ sabe que lá tem empresas que podem aumentar os lucros por ação por um longo período de tempo. Crescer os lucros por ação são o combustível atras do crescimento de dividendos.

Por exemplo, a Visa Inc, aumentou os dividendos a 10 anos consecutivos, a empresa saiu de um lucro por ação de $0,24 para $4,09 nesse último ano de 2018, enquanto que os dividendos foram mais que dobrados saindo de $0,03 para $0,78. O resto dessa diferença foi investido no próprio negócio para assim gerar mais lucros e depois poder aumentar ainda mais os dividendos.

Uma empresa que é incapaz de crescer os lucros ao longo do tempo não poderá se dar o luxo de crescer os dividendos por tanto tempo. Por exemplo Diebold (DBD) tinha conseguido aumentar os dividendos por 60 anos consecutivos até que veio a cortar em 2013. Infelizmente, a empresa foi incapaz de crescer os lucros, e a relação de pagamento dividendos atingiu os limites que uma distribuição poderia se tornar sustentável.

Como resultado a empresa manteve a distribuição em 2014 e 2015, se o investidor segue o “Jeito Viver de Dividendos de investir” ele já teria pulado fora do barco em 2014. Aí você começa a olhar para a Diebold nos dias atuais e vê que os dividendos foram cortados de 0,96 no primeiro corte em 2016, depois cortou para 0,40 em 2017 e agora está em 0,30. E o lucro? Despencou de um lucro de $1,76 para um prejuízo de $-4,66!!!

Ok Viver de Dividendos, já entendi que o lucro é importante para o crescimento dos dividendos, mas me explica como saber que uma empresa vai conseguir crescer os lucros?

Aí que está o pulo do gato, se liga que vou te explicar como matar a charada!

Vamos pegar o caso de Procter & Gamble, a empresa possui fortes marcas e relativamente tem produtos baratos que os consumidores compram com muita frequência. A maioria dos consumidores vai ficar com uma marca cuja a qualidade eles confiam e nem irão se importar com um ligeiro aumento nos preços ao longo do tempo. Se você gosta das fraldas Pampers e confia na qualidade da marca, não vai se importar em procurar um substituto para economizar 50 centavos. Com esse poder de precificação, P&G consegue repassar os custos facilmente para os consumidores. Isso resulta em lucros crescentes ao longo do tempo.

A analise qualitativa do negócio é mais importante que analisar os números. É aqui que a maioria da galera vacila. Quem acompanha as Revista do Viver de Dividendos no XD+ sabe que cada edição ao analisarmos um ativo nosso foco maior é na análise qualitativa do mesmo. Se uma empresa tem marcas fortes e fosso largo, poderá aumentar os preços e isso não afetará os lucros gerados a partir de seus fiéis clientes.

Pega por exemplo empresas de tabaco que tem vendido vício. Empresas como essas conseguem aumentar o preço de seus produtos por anos a fio. Apesar da diminuição no número de usuários ao longo dos anos, os aumentos de preços e o corte de gastos com aumento de eficiência levantou o lucro dessas empresas por décadas.

O que você deve evitar nas suas escolhas é empresas que oferecem produtos tipo commodities, empresas que podem perder liderança devido a mudanças tecnológicas bruscas, bem como as empresas cíclicas por natureza como as de commodities.

Uma empresa de commodities deixa o mercado dizer o quanto vale seus produtos, não detém o controle do mercado consumidor e portanto não tem o poder de fixação de preços como uma Coca Cola KO ou uma Colgate Palmolive CL.

É muito comum ver investidores se enganarem com essas empresas de commodities, pois os preços flutuam de acordo com as condições econômicas. Podemos ver isso mais claramente em empresas de minério, mas especialmente em siderúrgicas.

Evite também empresas que tiveram um boom temporário nos lucros, quando você analisa, não consegue ver nada mais que sorte de estar no momento certo e no lugar certo. Pegamos aí o exemplo das petroleiras que tiveram bons resultados quando o petróleo esteve em picos passados de cotação, ou mesmo empresas de ouro mais atrás que tiveram crescimento de lucros consistente por uma década para depois a commodities se reajustar novamente.

Por fim, mas não menos importante, evite empresas cujos produtos ou serviços podem ser considerados obsoletos por mudanças tecnológicas (alô galera da UGPA kkkk), pois não serão capazes de manter o fluxo de caixa crescente para continuar os crescimentos dos dividendos. Empresas de TI são exemplo clássico disto, essas empresas raramente conseguem ter vantagens competitivas que permitam crescerem os dividendos por 15 ou 20 anos seguidos.

Olhando hoje você realmente acredita que uma INTEL continuará a fornecer tecnologia em 2030, ou seus produtos estarão obsoletos ? Alias, ela já está se tornando carta fora do baralho, olhe aqui. No entanto, muito provavelmente em 2030 teremos os consumidores ainda comendo Lay’s da Pepsico (PEP).

Em resumo, uma empresa que gerência o crescimento dos lucros ao longo do tempo, será capaz de pagar aos acionistas como recompensa um fluxo crescente de dividendos. Os investidores devem analisar cada empresa detalhamento e determinar se ela tem as características qualitativas que lhe permita crescer os lucros. Se essas características são atendidas então o trabalho do investidor é ensacar na carteira esses ativos montando um portfólio bem diversificado. Quem é assinante do XD já tem isso bem mastigado, só falta engolir, feito uma boa Lay’s :)

 

Top 10 REITs que mais se beneficiam com o corte de imposto do Trump  – Express #20

Top 10 REITs que mais se beneficiam com o corte de imposto do Trump – Express #20

Publicamos mais uma Carta para os usuário premium do Express. O congresso americano aprovou o que foi o maior corte de impostos da história do país. Comentei sobre isso no nosso Papo de Dividendo e da importância deste corte para a economia americana que terá um crescimento robusto esse ano. A ideia desta carta é trazer o que considero os 10 REIT de contrato atípicos que mais irão se beneficiar com esse corte de impostos.

Contratos atípicos são excelentes para os fundos pois o inquilino fica com todos os custos do imóvel, como por exemplo: impostos, reformas, seguros, custos com facilidades, entre outros. Alguns contratam ainda contemplam participações nas receitas do inquilino. É mandatório ter alguns REITs com esse perfil na sua carteira, pois tendem a performar melhor no longo prazo.

 

Novidades no Express Premium

Com isso liberamos uma nova carteira que pode ser acessada no menu REIT depois em “REIT – CONTRATOS ATÍPICOS” são os 10 melhores REIT com contratos atípicos do mercado americano. Lembrando que nem todos os REITs ali presentes são uma recomendação de forte compra, alguns ali possuem um retorno maior porém assumindo mais riscos. Se você ainda não se sente seguro para analisar um REIT, recomendo ir na carteira de Top Picks dos REITs pois tem ativos mais criteriosamente selecionados.

 

Conheça o Pense Rico Express

O Express é uma ferramenta que a PenseRico desenvolveu para ajudar os investidores a montar e gerir sua carteira de ações. Selecionamos as principais empresas e REITs do mercado Americano e Brasileiro e colocamos em diversas carteiras com perfis de investimento específicos. Além disso, você conta com um detalhamento profundo sobre cada ativo, que nós chamamos de Cartas.

Chega de ficar batendo cabeça, lendo relatório e mais relatório, perdido em um monte de números que não entende. Se você não tem tempo para acompanhar inúmeros ativos e ver os impactos e perspectivas futuras trimestre após trimestre, então deixe isso com a PenseRico.

Como um assinante da versão Premium do Express, você terá acesso a insights de carteiras de ações regularmente atualizados, incluindo cartas escritas de forma simplifica com uma leitura leve e objetiva para que você possa tomar a melhor decisão na bolsa.

Assine agora mesmo o Express e comece a montar sua carteira de ações nos Estados Unidos, invista no jeito Viver de Dividendos!

Saiba mais sobre o Express aqui.

ASSINE JÁ

Que tal um REIT com 17% de retorno ao ano  – Express #19

Que tal um REIT com 17% de retorno ao ano – Express #19

Publicamos mais uma Carta para os usuário premium do Express. Falamos do seu filho na carta #14. Esse REIT é o maior do seu setor e pertence a nossa carteira Top Picks de REITs, isso porque vem apresentando retornos acima da média.

Considerando de 2005 até os dias atuais esse REIT retornou ao ano +17% aos seus acionistas e vai comemorar o seu nono ano de crescimento nos dividendos. Lembrando que vem pagando dividendos ininterruptos desde 1981.

Novidades no Express Premium

Kindle-App
Express agora com opção de download por Kindle

Outra novidade é que a partir desta Carta #16 iremos fornecer no final da carta um link para baixar a versão Kindle da Carta. Alguns usuários sentiram falta da versão Kindle e então resolvemos voltar com esse formato.

Express no iBooks - Será que sua coleção tá completa como a minha?
Express no iBooks – Será que sua coleção tá completa como a minha?

Conforme prometido na última edição do Express, a partir da edição #19 iremos colocar links para baixar a versão em iBook assim será possível ler no seu iPhone ou iPad com mais comodidade.

Conheça o Pense Rico Express

O Express é uma ferramenta que a PenseRico desenvolveu para ajudar os investidores a montar e gerir sua carteira de ações. Selecionamos as principais empresas e REITs do mercado Americano e Brasileiro e colocamos em diversas carteiras com perfis de investimento específicos. Além disso, você conta com um detalhamento profundo sobre cada ativo, que nós chamamos de Cartas.

Chega de ficar batendo cabeça, lendo relatório e mais relatório, perdido em um monte de números que não entende. Se você não tem tempo para acompanhar inúmeros ativos e ver os impactos e perspectivas futuras trimestre após trimestre, então deixe isso com a PenseRico.

Como um assinante da versão Premium do Express, você terá acesso a insights de carteiras de ações regularmente atualizados, incluindo cartas escritas de forma simplifica com uma leitura leve e objetiva para que você possa tomar a melhor decisão na bolsa.

Assine agora mesmo o Express e comece a montar sua carteira de ações nos Estados Unidos, invista no jeito Viver de Dividendos!

Saiba mais sobre o Express aqui.

ASSINE JÁ

Impacto na Disney com a compra da Fox  – Express #17

Impacto na Disney com a compra da Fox – Express #17

Nessa Carta do Viver de Dividendos para os usuários Premium do Pense Rico Express falaremos dos impactos para a Disney com a compra da Fox, entenda o que foi comprado pela empresa. Saiba se esses ativos podem ou não gerar fluxo de caixa para o negócio. Veja quais as bombas vieram junto com essa compra.

Se você é acionista ou pretende ser acionista da Disney deve ler essa Carta para entender a conjuntura atual do setor de entretenimento nos USA, como isso pode impactar não só o setor de entretenimento americano mas como do mundo inteiro. Uma das maiores aquisições da história e um marco muito importante para a Disney, que antigamente era conhecida por já ser um colosso empresarial e agora pode ser considera um juggernaut.

Essa edição é um Extra visto que já lançamos a Carta #16 do Express nesse mês trazendo uma empresa na analise. Sempre que tivermos assuntos assim importante e conseguir escrever sobre eles irei trazer um conteúdo extra pra prestigiar aqueles leitores que assinam a plataforma premium do express.

Novidades no Express Premium

Lembrando novamente que essa Carta pode ser baixada no seu Kindle, no final do carta se encontrar um link para baixar a versão Kindle da mesma.

 

Kindle-App
Express agora com opção de download por Kindle

Pretendo no futuro fazer um tutorial aqui no site explicando como transferir esses arquivos para o seu Kindle.

Conheça o Pense Rico Express

Para quem não conhece, o Express é uma ferramenta que a PenseRico desenvolveu para ajudar os investidores a montar e gerir sua carteira de ações. Selecionamos as principais empresas e REITs do mercado Americano e Brasileiro e colocamos em diversas carteiras. Além disso você conta com um detalhamento profundo sobre cada ativo, o que nos chamamos de Cartas.

Se você ainda não assinou o Express está perdendo dinheiro, corre lá e assine pois estamos com uma promoção de 30% de desconto, por tempo limitado até o final do ano, depois disto em Janeiro o preço passará ao normal, então não perca tempo e assine ainda este ano.

Saiba mais sobre o Express aqui.

ASSINE JÁ