Como medir a quantidade de dias para empresa pagar suas compras

Artsyl-Data-Document-Capture-Forms-Processing-and-Classification-Software-for-Accounts-Receivable-Accounts-Payable-AP-AREsse é o terceiro artigo de uma serie de quatro, onde iremos analisar e estudar indicadores que mostrem um ganho/perda da eficiência de uma empresa. Conforme falamos no artigo anterior onde mostramos como medir o giro de estoque de uma empresa, nesse artigo vamos descobrir como medir a quantidade de dias para empresa pagar suas compras.

Days Payable Outstanding – DPO

O DPO é usado para medir quanto tempo uma empresa leva pra pagar suas faturas com os fornecedores. Diferente do que vimos nos outros dois indicadores de eficiência nesse quanto maior melhor.

Quanto mais tempo uma empresa leva para pagar suas compras é melhor, assim ela terá mais dinheiro nas mãos, melhorando o seu fluxo caixa. Claro que isso é relativo ao fato de que a empresa não obtenha nenhum desconto a mais pagando num prazo mais curto.

Além disso o fato de uma empresa ter prazos muito longos nem sempre será muito positivo, as vezes os fornecedores não conseguem estender esses prazos em momentos de dificuldades o que pode ser comprometedor num futuro com uma economia um pouco conturbada.

formula dpo

Para calcular o DPO é só pegar o Custo dos Produtos vendidos  dividir pela quantidade de dias, depois dividir o contas a pagar do período pelo resultado da divisão anterior.

Colocando em prática

Para calcular o DPO é só ir no site da empresa pegar o balanço anual e retirar duas informações:

  • Custo dos produtos vendidos no DRE
  • Contas a Pagar no Balanço de patrimônio na parte de Passivos

Veja abaixo um exemplo da Ambev, pegamos custo e o estoque no balanço de resultados do 4T14 conforme imagens:

Contas a Pagar no Balanço de Patrimônio
Contas a Pagar no Balanço de Patrimônio
Custo dos Produtos Vendidos no DRE
Custo dos Produtos Vendidos no DRE

Ficar atento pois precisa de pegar os dados do anual, algumas empresas colocar o dado do trimestre e depois ao lado o anual. Com os dados em mãos vamos jogar na formula:

  • Dividir o Custo dos produtos vendidos por 365 dias
    12.814,6 / 365
  • Dividir o valor de Contas a Pagar pelo resultado acima
    8.708,7 / 35,11
  • DPO = 248,05

Com isso podemos concluir que a AMBEV tem um prazo de pagamento com os fornecedores de 248 dias a partir da data da compra.

Se levarmos em consideração no nosso primeiro estudo sobre eficiência onde vimos que ela leva em média 29 dias para receber suas vendas, bem temos uma boa relação aí nesse quadro. Mas vamos analisar isso um pouco mais a fundo no nosso ultimo artigo, por hora vamos dar uma olhada em como anda a concorrência, vejamos os dados da Coca-Cola.

Contas a Pagar
Contas a Pagar
custo vendas DRE
custo vendas DRE

Jogando os dados da Coca na formula temos um DPO de 42,62 ou seja a Ambev consegue um prazo muito maior que seu concorrente, enquanto a Coca consegue pagar suas compras com 42 dias a Ambev paga com 248 é um número e tanto.

Aqui vale observar que no caso da Coca, exceto por esse 2014 que teve uma leve melhora no DPO, de modo geral ela vem diminuindo esse indicador desde 2010. É importante observar nesse caso se o custo dos produtos vendidos vem caindo. Se ele não tiver caído, significa que ela não está baixando esse prazo para negociar um custo menor, mas sim está perdendo eficiência. No caso da Coca o custo dos produtos vendidos vem caindo no balanço mas por conta da queda na receita e não na diminuição do custo de aquisição.

Conclusão

Vale lembrar novamente que quanto maior o DPO é melhor, diferente dos outros indicadores. É importante comparar o DPO dos concorrentes e também acompanhar o histórico da empresa ao longo do tempo, para medir se a mesma, vem obtendo eficiência na gestão do contas a pagar.

Saber comprar é o primeiro passo para se obter o sucesso, o poder da marca ajuda bastante nos resultados de uma empresa, mas a habilidade e eficiência nas compras pode ser um fator fundamental nos momentos que a empresa estiver com o caixa mais curto.

Um dos mestres nesse arte foi Sam Walton o dono do Wall-Mart, inclusive recomendo a todos a leitura da sua biografia. No caso Sam certa vez disse que o lucro do WMT não estava no momento da venda, mas sim no momento da compra. Comprar bem e certo é fundamental para sobrevivência de qualquer empresa, especialmente as ligadas ao varejo.

Twitter

Recentemente ativei o Twitter aqui do blog se tiver uma conta siga-nos. A ideia com ele era criar um canal para prover notícias, tenho objetivo de postar as principais notícias que leio pela manhã, portanto se quiser ficar atualizado com algumas notícias do mercado está aí uma boa opção, veja abaixo um exemplo:


Receber novidades por e-mail

Gostou do blog? Então se inscreva no campo abaixo para receber as atualizações via e-mail e curta nossa pagina no Facebook.

7 thoughts on “Como medir a quantidade de dias para empresa pagar suas compras

  • 9 September 2015 at 16:06
    Permalink

    Obrigado pela resposta VD.

    Também gosto bastante da Roche. É uma potência na área farmacêutica.

    Um abraço

    Reply
  • 8 September 2015 at 22:03
    Permalink

    Olá VD,

    Não sabia dessa, obrigado por informar

    e vc sabe se essas ADRs possuem liquidez suficiente ?

    As BDR que temos aqui no Brasil são bem ruins. Não há chances de utilizá-las. Praticamente não existem negociações.

    Será que com as ADRs nos EUA é diferente?

    Vc saberia dizer também se ter 1 ADR nos EUA é a mesma coisa que ter 1 ação da Siemens direto na bolsa da Alemanha? Me refiro em termos de receber os mesmo dividendos, ter os mesmos direitos de voto (semelhante as ON que temos aqui no Brasil etc).

    Obrigado.

    Um abraço

    Reply
    • 9 September 2015 at 07:09
      Permalink

      Olá Carlos

      para o pequeno investidor a liquidez das ADR é mais do que suficiente, alias até mesmo pra algumas instituições, claro que sempre vai ter as exceções, mas de modo geral a liquidez é satisfatória.

      sobre os direitos isso varia de empresa pra empresa, vc precisa dar uma olhada, eu não sei especificamente da siemens, mas tenho uma ação na minha carteira que é da Roche é uma ADR de uma empresa suíça e os direitos são os mesmos. Veja no caso das ações brasileiras na bolsa de nyse boa parte das ADR lá são de empresas de novo mercado, no exterior é muito raro vermos ações que não sejam ON essa invenção maluca de PN aqui da bolsa não vingou em lugar algum do mundo

      Reply
  • 8 September 2015 at 16:40
    Permalink

    Prezado Viver de Dividendos,

    Além de investir nos EUA, vc já avaliou a possibilidade de investir também em outros mercados (Europeu, Asiático etc) ?

    Na bolsa de NY é possível também investir em empresas como Siemens, Nestlé, ABB, Mitsubishi ?

    Um abraço

    Reply
    • 8 September 2015 at 19:08
      Permalink

      Olá Carlos

      Pela bolsa americana vc compra todas as principais empresas do mundo inclusive essas q vc citou que são ADRs lá

      Não há necessidade de se abrir conta em outra bolsa

      Vc deixa seu dinheiro indexado ao dólar e vive sem preocupações

      Reply
  • 6 September 2015 at 01:58
    Permalink

    Muito bom o artigo! Passei aqui só para apoia lo. Continue !

    Reply
    • 6 September 2015 at 13:24
      Permalink

      Olá Felippe

      Valeu pela força é muito importante.

      Reply

Deixe o seu comentário: