É hora de empreender: gerando receitas

Na virada do ano surgiu a idéia de falar sobre o assunto, mas acabou caindo no esquecimento depois que voltei de viagem. Essa semana quando estava no transito escutando o CocaTech ele comentou de um motorista do Uber que ele pegou e ao trocar ideia, descobriu que o cara era um corretor de seguro que trabalhava de 8 as 18h e quando chega em casa pegava o carro e vai fazer grana extra com o Uber pra complementar a renda, além disso nesse inicio de ano ele estava nos final de semana fazendo um dobrado pra poder juntar mais um troco e pagar a matricula escolar dos 4 filhos.

Bem veja o vídeo abaixo depois eu comento mais um pouco:

Aqui em casa essa semana tive que dedetizar novamente, já tinha passado por isso em setembro de 2014 com os carrapatos, veja aqui. Agora foram as pulgas, enfim a ideia é mostrar que o senhor que vem dedetizar aqui é aposentado e faz esse serviço pra complementar a renda.

Veja que as vezes as soluções para alavancar a sua renda pode estar em coisas simples, o importante é empreender para buscar alternativas e diversificar suas fontes de receitas.

 

21 thoughts on “É hora de empreender: gerando receitas

  • 15 April 2016 at 17:14
    Permalink

    Excelente esse artigo. Acompanho o blog a um tempo por admirar o seu planejamento e persistência. O engraçado é que sempre me vejo voltando nesse artigo em específico pois acredito que está uma próxima a minha realidade. Sempre trabalhei em TI e investi desde o início em minha profissão e graças a isso tem me gerado bons retornos e facilidade de trabalho. Hoje adquiri uma segurança financeira e estou aflito por investir em algo que me proporcione liberdade, mas não na bolsa por considerar os lucros muito baixo em relação ao aprendizado e acompanhamento necessário (talvez por ignorância minha). Sou programador também e sei do enorme potencial da área, principalmente para geração de receitas recorrentes, mas meu tempo livre e falta de foco me limita. Me considero empreendedor, mas devido a sempre estudar acabo por me ver preso ao mercado de trabalho e receio de sair sem algo que me proporcione o mesmo retorno. Mas ao mesmo tempo isso me deixa “preso” 8 horas por dia e sei que é possível ter mais liberdade e independência.

    Reply
    • 16 April 2016 at 02:28
      Permalink

      Olá Diego

      Bacana seu relato. Eu já passei por isso que vc está passando também já fui assalariado antes de tocar meu próprio negócio. Pra ter ideia quando comecei a empreender eu tinha que atender meus clientes na hora do almoço e aos sábados. Tem ideia do que é ficar sem almoçar. Tive que aprender a não almoçar por pelo menos 1 ano até conseguir uma base de clientes que me permitisse largar o emprego.

      Sem sacrifício não se obtém o sucesso.

      Reply
      • 18 April 2016 at 17:34
        Permalink

        Verdade, sem sacrifício não se obtém o sucesso. Irei trabalhar com afinco esse ano na criação de ativos financeiros e softwares que me proporcionem renda recorrente para quando chegar a hora me dedicar 100% a isso e largar o emprego. Atualmente estou trabalhando em um sistema de condomínio e instalação de CFTVs, talvez com isso vislumbrarei novas e melhores alternativas rs

        Reply
  • 11 January 2016 at 14:48
    Permalink

    E hoje em dia ficou muito fácil divulgar seus produtos e serviços (OLX, mercado livre, grupos do facebook, youtube, etc.).

    Reply
    • 11 January 2016 at 21:09
      Permalink

      Olá Rafael

      Exatamente o mundo que vivemos hoje abriu infinitas oportunidades para aqueles que desejam fazer um extra. Tem um amigo nosso blogueiro agora me fugiu o nome do blog, mas ele tem ganhado uma grana comprando barato e vendendo depois a mercado dentro a olx

      Reply
      • 12 January 2016 at 15:53
        Permalink

        O problema é achar produto amigo, já fui em 3 áreas e simplesmente o preço no Mercado Livre é mais barato que em algumas fábricas….chega a ser irreal

        Reply
        • 12 January 2016 at 16:37
          Permalink

          tenten vender outros produtos que não sejam comercializado no mercado livre, tente pegar alguma representação ou algo do tipo.

          Reply
  • 11 January 2016 at 13:53
    Permalink

    Olá VdD,

    Sou da area de Infra e pretendo migrar para desenvolvimento, comecei a estudar Python que é bem simples a minha ideia é ir pegando free-la e, projetos remoto ou quem sabe até virar um Micro empreendedor e sair desse CLT que eu não aguento mais, acho que o desenvolvedor tem mais liberdade nesta parte.

    Parabens VdD.

    Reply
    • 11 January 2016 at 21:06
      Permalink

      Python também é uma excelente linguagem a uns 2 anos eu era sócio de uma startup que era focada em desenvolvimento para o governo e usamos Python lá mais especificamente django.

      Eu acho que no ramo de ti o desenvolvimento é onde temos as maiores oportunidades, não apenas como contratados mas a possibilidade de empreender que o desenvolvimento de softwares gera. Basta ter uma boa ideia e disposição porque em geral os custos pra colocar uma ideia na pratica são baixos.

      Reply
  • 10 January 2016 at 23:28
    Permalink

    Olá VdD,

    Vc programa em qual liguangem?

    Reply
    • 11 January 2016 at 05:14
      Permalink

      Olá investidor

      Eu sempre uso linguagem nativa do ambiente onde a aplicação vai rodar. Se for no Windows por conta da demanda do comércio uso o C# para desktop e para dispositivos móveis no Android faço em Java na própria sdk do Google (apesar de odiar Java mas não me culpe pela incompetência dos engenheiros do Google em escolher essa linguagem tão ultrapassada) e no iOS faço em Cocoa por sinal uma excelente linguagem

      A linguagem nativa tende a ter melhores recursos e se incorpora melhor dentro do sistema, por isso sempre opto por ela mesmo não gostando como o caso do Java no Android.

      Agora se for perguntar em qual eu gosto de programar sem dúvida nenhuma para brincar e passar o tempo eu gosto muito mais de node.js se colocar aí na panela o MongoDB fica melhor ainda

      Reply
  • 10 January 2016 at 18:18
    Permalink

    Olá Viver de Dividendos, recentemente comecei a investir em ações da Bovespa, e buscando alguns vídeos sobre trade de valor encontrei seu canal no youtube. Estou estudando análise de empresas, e seus vídeos me ensinaram bastante. Tenho 15 anos, e graças a algumas tragédias na família recebi uma pequena herança. No entanto, ainda não recebo salário ou mesada, então estou buscando formas de ganhar dinheiro para que possa fazer aportes mensais aos meus investimentos. Uma das opções que encontrei foi o trade de valor, mas como ainda não tenho experiência em bolsa e minha análise de empresas ainda não está em um nível que me deixe confortável, prefiro apenas estudar até que isso mude. Este ano terei que estudar muito, pois quero conseguir bolsa mérito em administração na FGV, e penso em usar isso para criar uma pequena receita mensal. Talvez dar algumas aulas particulares ou fazer redações para vender, e usar o dinheiro recebido para aumentar meu patrimônio alocado em ações. Enfim, permanecerei observando seu canal e seu blog, estudando análise de empresas e tentando me aprimorar cada vez mais.

    Reply
    • 10 January 2016 at 18:35
      Permalink

      Olá Natan

      Isso aí continue estudando se aprimorando e procure uma profissão, mais importante de tudo tenha uma profissão, não importa no que seja contador, advogado, eletricista, mecânico, medico, programador, enfim tenha uma profissão porque isso é muito mais eficiente do que um diploma de qualquer coisa.

      quando me refiro a profissão é no sentido de saber fazer, procurar ser o melhor naquilo, não apenas ter um atestado de uma faculdade XYZ.

      sobre o trade de valor, antes de entrar procure se familiarizar mais com o mercado de ações monte uma carteira de ações de longo prazo e depois que tiver um pouco mais de experiência pratica em analise aí vc se aventura no trade de valor.

      Reply
  • 10 January 2016 at 16:17
    Permalink

    É… eu estou nessa também .. buscando fontes alternativas de renda … vamos ver se dá certo …

    Reply
    • 10 January 2016 at 18:19
      Permalink

      Olá Rodolfo

      Se nao der certo vc tenta novamente, e de novo, e de novo se for preciso… é como nos investimentos quem acertou os primeiros 5 trades que jogue uma pedra

      Reply
  • 10 January 2016 at 11:53
    Permalink

    Viver, o pouco que sei da sua história de vida deu pra ver que és um empreendedor nato, parabéns, são pessoas assim que alavancam o país. Você viu aquela série do History Channel sobre os grandes empreendedores dos EUA. Eles são a grande potência de hoje só por causa de pessoas como Carnegie, Morgan, Rockefeller dentre outros, pessoas que no nada criaram grandes impérios e assim ajudaram a desenvolver o país.

    Agora uma coisa que as pessoas precisam ter cuidado é com a vida pessoal, da mesma forma que não é muito saudável ficar acomodado também não é saudável sacrificar a família e amizades. Tem gente que trabalha tanto que não vê o filho crescer. Perde também o casamento sem perceber. Sempre é bom equilibrar as coisas.

    Abraço!

    Reply
    • 10 January 2016 at 18:17
      Permalink

      Olá Uó

      Vi sim esse seriado é muito bom, pena que foram poucos episódios

      Agora de fato é o que você falou tem que procurar o equilíbrio, mas isso não pode servir também de desculpa para não fazer nada, uma analogia parecida seria daqueles que falam que não investem nada porque no hoje precisa de se privar de gastar com viagens, carros, passeios etc e por conta disso se afundam cada vez mais no consumismo.

      Reply
  • 10 January 2016 at 10:04
    Permalink

    Esse é justo um dilema atual que tenho, pagar uma facul de 5 anos x juntar o dinheiro gasto com isso + pequena prestação de serviço no horário ……

    Reply
    • 10 January 2016 at 10:16
      Permalink

      Olá Raimondi

      depende da sua idade se vc for relativamente jovem vale a pena investir em vc pois pode obter um retorno maior pra frente, porém em alguns casos esse investir em vc pode ser mais arriscado do que investir na bolsa

      Reply
      • 10 January 2016 at 10:20
        Permalink

        ehheheh a juventude já foi hein? quarentão, funcionário público, iria fazer Direito por 5 anos pra tentar um concurso que fosse “bem” melhor, mas o problema é que a chance de passar, com tanta gente formada e tão poucas vagas (procurador, defensor, juiz nem considero….) é quase nível loteria.

        Reply
        • 10 January 2016 at 10:27
          Permalink

          quarenta ainda ta jovem pow rsrsrs

          mas aí no caso vc não estaria gerando mais uma fonte de renda

          vc estaria substituindo a sua fonte por uma melhor

          porque nesse meio tempo não procura uma geração de renda alternativa, pode ter certeza que durante o processo vai surgir muitas outras oportunidades interessantes o importante é sair da inércia e se colocar em movimento

          Reply

Deixe o seu comentário: