Escolher casa na Alemanha – Imigração #15

Imigração Alemanha

Conseguimos alugar o apartamento na Alemanha, veja um pouco de como está o imóvel, quais os pontos que olhamos antes de alugar o apartamento e como toda casa ela sempre tem os prontos negativos, também mostrei os problema que de cara já vi no Ap.

Depois de um pouco de estratégia e providencia divina, conseguirmos alugar esse apartamento até que rápido, não tínhamos muito tempo, então fomos no primeiro que aparecer e que tivesse os menores pontos negativos, relembre aqui.

Conforme falei no meu ultimo post, ainda não consegui colocar a internet no apartamento então aproveitei que tinha gravado e subido esse vídeo no meu ultimo dia no Airbnb e publiquei só para não ficar sem movimento no canal.

Assim que a internet for estabelecida, que deve ocorrer nesta próxima segunda, daí quero começar a fazer alguns vídeos novos.

Serie imigração

Estamos trazendo atualizações sobre nosso processo de imigração para Alemanha, conheça um pouco mais sobre como essa história começou aqui em Viver de Dividendos na Alemanha. Quando se toma a iniciativa de imigrar para algum país, precisa de um bom planejamento e determinação.

Tivemos que nos privar de algumas coisas por lá para chegar até aqui. Abaixo vamos colocar um breve resumo dos acontecimentos até o momento deste post.

Começamos a preparar a alguns anos e desde então temos caminhando para alcançar esse nosso objetivo. Tudo começou no Brasil em 2014 onde tivemos que estruturar todo nosso modo de vida por lá. Não só na vida pessoal como também na minha empresa que continuo tocando os negócios a partir daqui da Europa.

No inicio de 2016 aplicamos para o Canada que foi nossa primeira opção de imigração, tivemos nosso visto negado, simplesmente sem motivos óbvios já que tínhamos todos os requisitos.

Ficamos completamente arrasados por não conseguir o visto para o Canadá já que estávamos bem confiantes. Hoje vejo que foi a melhor coisa que me aconteceu, estou muito feliz aqui na Europa e não sei como não cogitei antes em vir para o velho mundo antes de pensar no Canada.

A partir daí começamos a procurar alternativas e encontramos várias aqui na Europa e algumas na Asia como Austrália e Nova Zelândia. Optamos pela Europa por diversos fatores, talvez um dia aborde isso aqui.

No meado de 2016 começamos o Stage 2 onde iriamos para Irlanda passar alguns meses aprimorando o inglês.

Chegamos no final de 2016 e desbloqueamos ao Stage 3 que é a fase na qual vamos começar o processo de visto para a Alemanha, ocorre que tivemos um problema no visto e não conseguimos aplicar da forma que estávamos programando.

Voltamos para o Brasil no inicio de 2017 retornando ao Stage 1 completamente arrasados novamente. Poderíamos ter pensado em desistir mais uma vez, mas persistimos colocamos a cabeça no lugar e traçamos novos planos.

Voltamos a estaca zero, em seguida resolvemos ativar o plano B que era Portugal, esse seria nosso novo Stage 1.

Já tinha uma empresa aberta em Portugal, mas optamos por outro visto mais simples, resolvemos aplicar para o visto de Portugal no qual começo a falar nesse vídeo.

Com a autorização para residência pré emitida no Brasil, viemos para Portugal no meado do ano de 2017, por lá passamos em Lisboa alguns dias para resolver alguns detalhes da empresa, depois fomos para Figueira da Foz cidade onde apliquei para residência.

A residência saiu em Julho de 2017 e a conclusão do Stage 1 então deixamos Portugal em background e começamos o processo de visto para Alemanha.

Inscrição feita na faculdade em Agosto de 2017 ainda quando estávamos em Portugal, aqui iniciava o Stage 2. Viemos para Alemanha assim que a faculdade autorizou a matricula, no mês seguinte em Setembro desembarcamos em Düsseldorf para morar em Duisburg.

Falamos aqui de como foi difícil conseguir achar um imóvel.

15 thoughts on “Escolher casa na Alemanha – Imigração #15

  • 9 October 2017 at 13:04
    Permalink

    Bom dia VdD, ja invisto em RV desde 2007 e vc esta abrindo minha mente para melhores oportunidades. Obrigado pelas dicas, estou seguindo seus ensinamentos e também pretendo ir para Europa daqui a uns 2 anos. Pensei em 2 países: Portugal e EUA, mais ja desisti dos EUA pelos motivos que vc ja mencionou. Ja em Portugal encontrei uma possibilidade ideal para melhorar minha qualidade de vida e ainda reduzindo meu custo de vida, ja que pelo que pesquisei tanto a saúde publica quanto a educação publica são de muita qualidade, e como sou casado e tenho dois filhos eu conseguir melhorar o padrão sem elevar demais o custo.
    Sobre investimentos no exterior, estou abrindo conta na Drive Wealth conforme você indicou.
    Estou com uma grande duvida e com sua experiência de imigração acredito que possa me ajudar, pesquisei que qdo ficamos mais de 1 ano fora do pais, temos que declarar no ano seguinte como Não residente no brasil e isso impacta em 25% de imposto sobre os rendimentos ja que estaremos enviando os recursos para fora do brasil. Gostaria de saber como vc faz, existe alguma possibilidade para evitar essa taxaçao? No meu caso , 80% dos meus recurso vem de dividendos da bovespa, eu serei tributado sobre esses dividendos apesar dos dividendos serem isentos de imposto?

    Espero que possa relatar sua experiência nesse caso, ja que acredito que ja tenha se preocupado com isso. Estou bem ansiosa em tomar esse mesmo caminho que vc trilhou.
    Abraço e boa sorte pra vc e sua família.

    Reply
    • 9 October 2017 at 13:42
      Permalink

      olá LL

      obrigado pela forca e por abrir a conta na DW

      bacana que considera Portugal, lá é bem legal, em breve vou anunciar aqui no blog os contatos do meu amigo que me ajudou a imigrar e vai lhe dar uma boa noção sobre imigração, esse cara que to falando conhece muito, mas muito mesmo sobre o visto.

      quanto a saúde e educação lá eu não aconselho usar o publico, resolve? sim, mas eu prefiro o particular, experimentei o hospital publico lá e não tive muitos problemas mas já vi algumas pessoas reclamando, eu fiz um plano pra minha filha lá, a vantagem que o plano é bem barato, dá uma olhada nesse video

      sobre sair do pais não tenho como lhe informar, pois eu voou ao Brasil todo ano por conta da empresa. mas se vc for sair mesmo terá que encerrar a conta na corretora, pois não é permitido ter conta na corretora se não tiver residência aí no Brasil, bom que vc já migra de vez para os States :)

      Reply
      • 9 October 2017 at 15:36
        Permalink

        Na verdade eu também tenho empresa no brasil e vou estar sempre voltando, mais pelo que pesquisei se vc passar de 181 dias(6 meses+1 dia) por ano fora do brasil, vc ja é obrigado a declarar como não residente. Acredito que no seu caso também será semelhante, a partir da hora que migrar para a alemanha, vai acabar ficando bem mais la do que no brasil, não seria? Estou com essa duvida.

        Reply
        • 9 October 2017 at 16:29
          Permalink

          não vou não, tenho que ir frequentemente ao Brasil

          Reply
        • 9 October 2017 at 16:33
          Permalink

          e o prazo não é esse, mas sim 12 meses como vc disse anteriormente

          Reply
          • 9 October 2017 at 17:28
            Permalink

            Ah menos mal então. Talvez eu tenha interpretado errado. Mais de qualquer forma muito obrigado VdD.

    • 3 October 2017 at 19:58
      Permalink

      Olá II

      Vc tá igual o Uorrem com uma Holding de blogs, desse jeito vai ficar rico igual ele.

      Eu não curto cerveja, minha vibe é coca, se tivesse uma de coca eu iria kkkk só que não! Fali esse mês depois da uma olhada no meu post de despesas e receitas, desesperador estou traumatizado.

      Reply
      • 3 October 2017 at 20:33
        Permalink

        Holding foi boa kkkk

        Pô quem sabe tenha uma tenda de coca lá! Eu também não sou fã de cerveja, mas de vez em quando até encaro umas duas latinhas hehe

        Vou ver seu post

        Reply
  • 3 October 2017 at 08:03
    Permalink

    Bom dia VD, obrigado pelas dicas, estou seguindo seus ensinamentos e também pretendo ir para Europa daqui a 2 anos.
    Pensei em 3 países: Portugal, Alemanha e Suécia.
    Sobre investimentos no exterior, acabei de criar conta na Drive Wealth conforme você indicou. Fiquei assustado pela facilidade em criar. Coloquei meus dados, comprovante de residência, CNH, número do visto no passaporte, e logo minha conta foi aberta.
    Será que é só isso mesmo? Parece fácil demais, é isso mesmo??
    Complicado, o cara se acostuma com o Brasil, onde sempre falta algo na documentação, sem contar na demora dos processos de abertura de conta nas instituições.
    Dei uma fuçada no site da corretora também, e pelo que percebi, não possui home broker, as ordens são feitas direto pelo site, igual a minha corretora aqui do Brasil (Clear).
    Gostei, paineis de comando simples e fáceis de entender, tudo bem resumido, sem mistérios, pra você só chegar e comprar.
    E para fazer as remessas, é só utilizar uma das opções que aparecem no próprio site da corretora certo? A própria corretora se encarrega de preencher os dados do destinatário.

    Continue escrevendo, não sabe o quanto me inspira, muito obrigado pela atenção!

    Att,
    Pretoriano

    Reply
    • 3 October 2017 at 10:55
      Permalink

      Olá Petroriano

      Bacana, sua intenção aqui é trabalho ou apenas qualidade de vida como eu ? Talvez possa lhe ajudar nesse norte kkk

      Sim é isso mesmo, muito fácil. Estamos acostumados com toda essa burocracia brasileira que achamos que estamos fazendo algo errado quando as coisas fluem rápido. Isso é a América.

      Sobre as remessas se possível utilize aqui pelo site assim você nos ajuda a continuar o trabalho. O custo é o mesmo.

      http://viverdedividendos.org/meio-mais-barato-e-facil-de-enviar-dinheiro-ao-exterior/

      Reply
      • 3 October 2017 at 23:02
        Permalink

        Olha a princípio é qualidade de vida.
        Pretendo ficar 1 ano, dependendo como for, não quero voltar.

        Pode deixar, vou fazer pelo link que você indica!

        Muito obrigado

        Abraços,

        Pretoriano

        Reply
  • 3 October 2017 at 07:56
    Permalink

    Boa sorte aí na Alemanha VDD.

    Esse aluguel está barato para quem ganha em euro. Muito mais barato do que aqui. E ainda está em uma excelente localização. Qual é a cidade que você está morando? É Frankfurt?

    Abraços.

    Reply
    • 3 October 2017 at 10:51
      Permalink

      Olá CI

      Bem observado. Se levarmos em média a base salarial de um alemão e compararmos com um português esse aluguel está bem barato.

      Estou em Duisburg essas imagens dos vídeos são da cidade. É uma cidade industrial então não é muito bonita mas tem boas oportunidades de emprego. Depois falo mais dela.

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *