Controle de gastos e receitas: Dezembro 2018

Último mês do ano, ou seja, mais um passo dado rumo a indecência financeira. Quando eu era mais novo achava que ser rico era ganhar muito dinheiro, mas que adianta ganhar muito grana se precisa de trabalhar todos os meses?

Depois de uns anos passei a entender que rico é o cara que não precisa de trabalhar para pagar suas contas, ele até pode trabalhar se quiser, mas não há a necessidade pois a quantia de dinheiro que ele possui é o suficiente para suprir suas despesas.

Cada dinheiro que estamos guardando e investindo é um tempo futuro que estamos comprando. Um tempo que você poderá fazer aquilo que gosta. Se você quiser passar um mês inteiro na praia tomando açaí, vai poder! Se quiser passar uma semana na neve fazendo ski, vai poder! Essa liberdade que o dinheiro investido hoje te dará amanhã.

E é isso que eu estou tentando mostrar para vocês como alcançar. A ideia deste blog foi primeiro antes de tudo servir como um diário de registro dos meus investimentos, e depois um instrumento motivador para outros investidores que assim como eu não tem grandes fortunas ou nasceram na independência financeira. Espero que possamos aprender juntos por mais esse ano novo assim como foi em 2018.

Abaixo o relatório com as minhas receitas e despesas deste último mês:

Holding são rendimentos de empresas na qual não tenho sociedade com outras pessoas.

O Lucro sociedades é o lucro de todas as empresas em que tenho sociedade.

Outras receitas são receitas diversas que não se enquadram em lucro de empresas.

Dividendos são receitas dos dividendos recebidos na bolsa de valores.

Taxa de poupança do mês: +37,88%

Tivemos um crescimento considerável nas nossas despesas foi o segundo maior mês em gastos esse ano. O mês passado já tiníamos batido próximo da casa dos 20k e agora esse mês beiramos os 25k. O que fez com que minha taxa de poupança despencasse.

Se comprar com o ano anterior as despesas cresceram em incríveis 52% e lembrando que ano passado recebi visita na minha casa o que fez com que as minha despesas viessem um pouco acima. O motivo deste aumento será explicado mais abaixo.

Já na parte de receitas tivemos um crescimento considerável quando comparamos com o ano anterior, nosso aumento de receita foi de 62% frente ao ano anterior. O que demonstra que as estratégias tomadas nos meus negócios estão dando muito certo.

Despesas – Resumo

Nosso principal gasto nesse mês fica por conta dos eventos não recorrentes. Na questão da alimentação ficamos próximos dos 3k de gastos. Os gastos pessoais também pesaram no bolo.

Como tivemos que ir para estação de ski, tínhamos duas opções ou alugávamos as roupas ou compramos. Resolvemos comprar pois a ideia é em outras férias aproveitar. A Tatiane gastou cerca de 1k, eu e a Laura cada um gastou uns 700. Em suma, deu 2,4k gastos com roupa de neve.

As roupas minha e da Tatiane tendem a dar pra usar por vários anos, já as da Laura capaz de ir perdendo bem rápido por conta do crescimento dela. Mesmo assim, ainda acho que vale mais a pena comprar.

Os não recorrentes tivemos duas grandes despesas as viagens que corresponderam com 6,5k e que falarei mais abaixo e os gastos com movie que ficaram em torno de 3,4k. Esses móveis foram um móvel para colocar na sala, sapateira e outras miudezas compradas na Ikea.

Na Amazon compramos uma cadeira de bebe nova pra Laura, a que ela tinha antes já estava no limite do tamanho dela, como íamos fazer uma viagem longa resolvemos comprar de uma vez pra ela ir mais confortável. A cadeira que comprei foi uma marca Inglesa e Alemã, pesquisei um pouco na internet e muitas pessoas recomendaram, graças a Deus nunca precisei de colocar a prova e nem espero precisar. Mas se quiserem uma recomendação de compra, utilizem o link abaixo:

Viagens – Veneza

Fizemos duas viagens esse mês de Dezembro, uma no inicio para Veneza que já havíamos comentado no post anterior, relembre aqui.

Essa foi uma viagem curta para comemorarmos nossos 10 anos de casamento 💍

Passagem via Ryanair pagamos incríveis 42€ para três pessoas ida e volta. Agora a Ryanair está cobrando pela bagagem de mão também, não é aquela bagagem grande, mas sim aquela pequena que você leva dentro do avião.

Fiquem atentos ao comprar o voo comprarem a taxa de bagagem de mão senão não conseguirão embarcar. E não deixem pra pagar no guichê que é mais caro.

Como da última viagem pra Grécia quase perdermos o voou por chegar em cima da hora, desta fez fomos cedo para o aeroporto. Por conta disso, conseguimos comprar a bagagem pelo aplicativo antes de despachar no guichê da companhia, mas lá tinha um monte de alemão tudo desesperado tendo que comprar a taxa de bagagem.

E se preparem porque aí no Brasil, dentro de algum tempo irá para o mesmo caminho 😲

Moral da história a bagagem saiu quase o preço da passagem, pagamos 15€ pra levar as malas e depois outros 15€ pra trazer, total da viagem em passagem 72€. Ainda sim achei um baita preço.

Hospedagem ficamos num hotel muito bem localizado a 300m da praça São Marcos, o preço foi 288€. Se quiser hospedar utilize esse link e ganhe 15€ de desconto.

Transporte tivemos que pagar passagem de trem do aeroporto até as balsas em Veneza, ficou a ida e volta em 50€. Além do trem você terá que pagar o transporte por barco dentro da cidade, se ficar num hotel igual o que eu fiquei poderá fazer todos os passeios a pé, eu não recomendo comprar mais do que 1 dia pass de viagem nas balsas. Se conseguir chegar cedo em Veneza vá direto para as ilhas Murano e Burano para aproveitar o ticket. O custo do Day Pass é de 20€ por pessoa.

Restaurantes a comida em Veneza é bem caro, gastamos 52€ no Da Nico numa janta no primeiro dia. Numa segunda noite gastamos 45€ no Al Teatro Goldoni um restaurante de massas ao lado do teatro.

No último dia almoçamos no Hard Rock Café aqueles hambúrguers são muito bons, mas o preço 54€ é sempre bem salgadinho. Por fim no último dia fomos jantar na beira do rio o Sapori Di Mi onde gastamos 40€ talvez esse foi o mais fraco dos restaurantes.

Por fim não deixe de passar numa loja da Capitan Candy e comprar uns doces.

Acho que em Veneza não precisa mais do que 4 dias, considerando que vá gastar um dia visitando a ilha Burano e Murano, particularmente eu não gostei muito da Murano (a dos vidros), preferi a Burano por ter um ar mais do interior e aquelas casinhas coloridas são muito legais. Almocei por lá, fui num restaurante e lembro que o dono gostava muito do Brasil. Tinha ido no início do ano pra lá e o cara tinha até foto com o Pele.

Viagens – Strasbourg e Colmar – França

Fizemos no final de dezembro uma road trip entre a França e Suíça, como a parte da Suíça ficou no mês de Janeiro, vou comentar sobre ela no mês que vem.

Inicialmente essa viagem era para ser para Israel, mas aí tivemos os atentados a míssel lá e acabamos adiando. Daí resolvemos pegar a grana que iria pra lá e fazer uma road trip de final de ano, coisa de duas semana na estrada visitando algumas cidades.

Nossa primeira parada foi em Strasbourg na França, cidade cede do parlamento Europeu. Fiquei até preocupado com essa viagem, pois cancelamos por causa dos atentados em Israel, agora indo pra Strasbourg e uma semana antes de chegarmos tem um atendo terrorista lá, veja aqui.

Na teoria agora seria o lugar mais seguro para se ir, pois iriam entupir de segurança lá. E não deu outra! Tinha até exercito nas ruas, nunca me senti tão seguro.

Essas cidades do interior da França se transformam completamente quando chega a época de natal. Os mercados de natal das cidades são locais obrigatório para se visitar. Se tiverem a oportunidade de ir para essa região na época do Natal vão porque é muito maneiro.

Hospedamos no hotel Ibis que fica no centro de Strasbourg, um hotel barato porém os quartos são bem apertados, padrão Ibis mesmo. Pagamos 129 € por dois dias, se quiser um cupom de desconto de 15€ utilize esse link.

Almoçamos num restaurante próximo a Catedral Notre Dame (visita obrigatória), pagamos 34€ no Palais le Glace.

Essa região da Alsácia sempre foi muito disputada entre a França e Alemanha. Lá é praticamente como se estivesse em um território Alemão, dada a influencia alemã lá ser muito forte.

No passado a cidade ficou na mão dos alemães quando ocorreu a guerra contra da França contra a Prussia, antigo reino que deu origem a atual Alemanha.

Depois de quase cem anos de domínio alemão a região voltou para mãos da França após a Primeira Guerra Mundial, depois voltou pra mão dos Alemães quando foi invadida na Segunda Guerra. Por fim, após a queda do regime Nazista (que é uma vertente do Comunismo) voltou para mão dos Franceses. Hoje é uma região francesa, mas você verá fortes traços alemães por lá.

No final deste dia partimos para Colmar, uma cidade mais ao Sul da região e a 50 minutos da Suíça.

Hospedagem em Colmar é muito caro, para economizar ficamos numa cidade ao lado Ammerschwihr. A cidade é uns 20 minutos de carro de Colmar e o preço que você economiza na hospedagem vale muito a pena. Basicamente nessa região você tem que alugar um carro mesmo pra poder visitar os inúmeros vilarejos, então não faz muita diferença.

Pagamos no hotel Aux Armes 380 € por 5 dias. O hotel é muito bom e com quartos bem espaçosos, bem diferente do estilo de hospedagem do Ibis. Como iriamos ficar mais dias então não dava pra pegar algo muito apertado. Se quiser um cupom de desconto utilize esse link.

Fizemos a estratégia de comer no McDonalds de dia e jantar nos restaurantes a noite. Comemos no Alsako por 20€, foi até barato mas a comida não estava muito boa, veja o meu review no link acima. No outro dia jantamos em Ammerschwihr no Wistewala, onde comi um delicioso Chucrute por 48€.

No penúltimo dia jantamos no restaurante do hotel que era mega recomendado no Booking e no Google Maps. A janta foi top mesmo, mas o preço não dava pra brincar, um prato individual tava 50€ eu paguei no Wistewala que foi um restaurante muito bom que comemos 48€ para toda a família. Enfim gastamos lá 52€ porque tivemos que ir de sopa e outras coisinhas mais baratinhas.

Comemos em Ribeauville num restaurante com bom atendimento e comida num custo beneficio bem melhor que o do hotel. Pagamos no Heguenauer Jean-Marc 30€. Ficamos falando o tempo todo com o dono em inglês e só no final na hora de ir embora, que descobri que ele falava português, pois o pai dele tinha funcionários portugueses e ele cresceu brincando com os filhos desses funcionários que trabalhavam na fazenda.

No último dia resolvemos jantar numa Steak House, a fachada era muito legal, parece uma franquia, mas o que tinha de bonitinho por fora tinha de ruim por dentro. Foi um dos piores restaurantes que fomos, veja meu review aqui e gastamos na Bufflalo Grill em Colmar cerca de 33€.

Net Worth

Net Wort, a grosso modo nada mais é do quanto você tem em capital ao longo do tempo, considera-se saldos de conta, investimentos e até mesmo dívidas. No meu caso não possuo dívida alguma, nem de carro, nem de casa, estou absolutamente liquido.

Meu patrimônio teve uma queda provavelmente por conta da baixa na bolsa e cambio. Meu patrimônio caiu de 813k no mês passado para 785k nesse mês. Uma queda de -28k, achei que iria fechar o ano acima dos 800k. Pelo visto vai ficar pro ano que vem.

Veja abaixo um resumo do meu orçamento nesse mês e acompanhe os outros meses:

Gostou dos gráficos do aplicativo? Saiba aqui como adquirir o Banktivity, compre utilizando o link do blog para cair umas balinhas para nós.

Conclusão

Esse mês tivemos uma taxa de poupança bem abaixo do normal em parte por conta dessas viagens. Isso é uma coisa que eu comento sempre aqui no blog, a felicidade não deve estar em chegar até a Independência Financeira, mas sim caminhar até lá.

Não adianta ligar a quinta marcha, não gastar com nada, viver só querendo guardar dinheiro com a obsessão de alcançar a IF. Você tem que buscar o equilíbrio de guardar, mas também de divertir.

Alguns gostam de viajar como eu, outros vão gostar de ficar em casa. Tem um amigo que gosta de comprar móveis pra casa e gastar dinheiro na casa. Então se ele está reservando parte do patrimônio pra investimento, tem todo o direto pra não dizer dever, de pegar outra parte e gastar naquilo que lhe dá prazer.

Enquanto isso…

(Visitado 112 vezes, 1 visitas hoje)

20 thoughts on “Controle de gastos e receitas: Dezembro 2018

  • 10 January 2019 at 13:06
    Permalink

    Viver, compras parceladas no cartão de crédito (se houver), você lança o valor cheio e vai diminuindo o saldo da conta com os pagamentos? Ou lança o valor de cada parcela mensalmente?

    Vejo que seu saldo de cartão é sempre baixissimo, não sei se é porque você não tem nada parcelado, ou pq lança a parcela da fatura atual mensalmente.

    Estou na dúvida de como fazer no meu banktivity. Principalmente pela visualização de Net Worth.

    Reply
    • 11 January 2019 at 21:59
      Permalink

      ola L

      o certo é lançar o valor de cada parcela mensalmente a medida que for pagando.

      dificilmente eu parcelo algo, só passagem de viagem pro brasil mesmo, isso pq faz sem juros por aqui não dá pra parcelar nada

      Reply
  • 8 January 2019 at 15:20
    Permalink

    Td bem VdD ?

    Faz tempo que não escrevo uma mensagem aqui, mas estou sempre acompanho suas postagens.

    Primeiramente, Feliz Ano Novo para vc e sua família. Passei apenas para da um alô e te dizer que visitei duas das cidades em que vc esteve. Estive em Strasbourg em 2014 (no mês da copa do mundo aqui no Brasil). A cidade é linda. Chegou a visitar o parque de L’Orangerie ? Talvez tenha sido o parque mais bonito que visitei na Europa. A foto que vc publicou nessa postagem é ali próxima à Petit France, não é ?

    Em Julho do ano passado (2018) visitei Veneza. Muito bonita tb. Os restaurantes como vc disse são caros, grande parte deles cobram o chamado “coperto”. Percebi que alguns (poucos) além do “coperto”, ainda cobravam uma taxa similar aos nossos 10%. Sem contar que essas cidades com muito apelo turístico estão cobrando city tax (pelo menos no verão). Fora isso a cidade é bem legal.

    Pegando o vaporeto, vc chega a uma ilha chamada Lido que nada mais é que um balneário. É a chance que vc tem de banhar-se nas águas do Mar Adriático. Chegou a ir com sua família ?

    Um abraço, muita saúde e realizações para vc em 2019.

    Reply
    • 8 January 2019 at 20:21
      Permalink

      fala E.

      Feliz ano novo e muito paz e saude pra vcs ai tb.

      consegui ir no parque não, em Strasbourg eu fiquei pouco tempo, não dava pra fugir muito do centro, preferi ficar mais nas vilas do interior Colmar e cia porque achei mais charmosinhas (pelo menos é isso que a Tatiane diz), Strasbourg tem um ar mais de cidade grande :(

      sim a foto é da catedral que fica perto. o video que eu postei que fica mais próximo dela.

      Veneza no verão é bem lotada né, as moças lá do hotel me disseram que é difícil até de andar lá kkkkk eu fui no inverno entao não adiantaria ir pq provavelmente não daria para entrar na agua.

      Reply
      • 9 January 2019 at 18:55
        Permalink

        Cara, no verão Veneza é muito cheia. Engarrafamento de gente rsrsrrs.
        Eu descobri, estando lá, que pegando o trem, poderia viajar até a cidade de Pádova (uns 40 minutos de distância). É a cidade onde viveu e morreu o Santo Antônio. A cidade é o contrário de Veneza, bem mais vazia, mas turística tb devido à fama do santo casamenteiro. Foi uma forma que encontrei para sair daquele “mar de pessoas” rsrsrsrs, além é claro de conhecer uma cidade histórica da Itália.

        Aproveitando a oportunidade, posso tirar uma dúvida com vc ?

        Olhando lá no morningstar, vejo que o payout da JNJ é de 598,8% !!! É isso mesmo ?? Saberia me explicar por que esse valor alto ?

        Um grande abraço !

        Reply
        • 9 January 2019 at 22:06
          Permalink

          é ir pra Veneza no verão é meio complicado que acaba atrapalhando o passeio de tanta gente, mas não tem jeito as vezes é a única alternativa

          devem ter entrado com algo errado lá, deve ser erro de digitação de alguma info la

          manda msg pra eles que devem corrigir.

          Reply
          • 10 January 2019 at 15:51
            Permalink

            Obrigado VdD.

            Abraços !

  • 8 January 2019 at 11:46
    Permalink

    Havia postado um comentário mas acho que deu pau na hora de enviar:

    Viver, tá pensando em revelar a identidade? hahah Só falta foto sua agora! rs

    Viajar é bom demais! Pude ir pro Canada e que país incrível! Achei o melhor do 1º mundo que já visitei e moraria lá com certeza.

    Abraços!

    Reply
    • 8 January 2019 at 20:15
      Permalink

      deu não

      te respondi nele lá

      Reply
  • 7 January 2019 at 22:28
    Permalink

    Tá quase revelando a identidade de vez em VdD! kkkkkk

    Viajar é bom demais! Esse ano tive oportunidade de fazer 2 viagens internacionais e achei foi pouco… Voltei a Europa e conheci o Canada e vou te contar, fiquei com vontade de me mudar pra lá! Mesmo com o frio, que lugar maravilhoso e com pessoas civilizadas que (aparentemente) respeitam turistas e imigrantes.

    Abraços!

    Reply
  • 7 January 2019 at 08:24
    Permalink

    Fala, VdD!

    Apesar dos pesares foi um bom ano e deu pra fazer um fechamento legal, hein!
    Agora é manter e fazer um 2019 ainda melhor!

    Aqui no BR um dos meses de maior gasto é justamente janeiro (IPVA, IPTU, Material Escolar, etc)…

    E por aí… Você gastou mais com as viagens em dezembro pq o janeiro é mais “tranquilo” ou também será um mês de mais despesas?

    Abração!

    Reply
    • 7 January 2019 at 14:54
      Permalink

      ainda vai rolar o balanço geral, tipo nesses moldes

      sobre os gastos rikg12 eu utilizo um método no qual isso ai não me perturba, não sei se chegou a ver isso em outros posts meu, mas qualquer coisa manda aqui que te explico como não se perturbar mais com isso.

      essa viagem de roadtrip acabou detonando com os gastos de dezembro e janeiro porque a parte da Suíça ficou pro outro mês pois eu cheguei lá na virada do ano. mas eu tava olhando nos meus gráficos e janeiro tende a ser um dos meses que eu mais gasto acho que esse ano não vai ser diferente :(

      Reply
      • 7 January 2019 at 16:25
        Permalink

        Fala, VdD!

        Vlw, cara!

        Uai… Se de repente puder fazer um post ou video sobre isso seria interessante. Talvez outros leitores aqui do blog tbm tenham a mesma dúvida, ne.

        Reply
        • 8 January 2019 at 20:04
          Permalink

          eu já fiz um video sobre isso está nesse ou nesse ou nesse ou nesse

          ta num dos quatro ai, se liga em como eu trato com essa situação que vc enfrentou e como eu faço pra não sofrer com isso.

          Reply
          • 9 January 2019 at 09:30
            Permalink

            Perfeito, cara!
            Vlw demais!
            Acho que é por aí mesmo!

            Como estou começando agora com o banktivity, no próximo ano é que vou conseguir visualizar certinho essa distribuição de gastos não recorrentes.

            Abraço!

  • 7 January 2019 at 04:09
    Permalink

    Boa noite VdD! Parabéns pelo resultado! Eu, assim como você, gosto muito de viajar e também acho que não se deve privar de tudo em busca da IF. Óbvio que o equilíbrio é importante.
    Abraço e que 2019 seja mais um ano de realizações e conquistas!

    Reply
    • 7 January 2019 at 14:50
      Permalink

      fala EI

      feliz ano novo e tudo de bom pra vc

      equilíbrio é fundamental em todas as áreas da vida.

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *