Imigrar para Portugal – Stage 2 completo – Imigração #7

Flag_-_Frankfurt_Am_Main

No nosso plano de imigração para Europa, resolvemos dividir em duas frentes de ataque, uma atuando em imigrar para Portugal e outra com a Sra. Viver de Dividendos atuando na imigração para Alemanha. Plano de contingência, vamos falar sobre isso no nosso próximo vídeo que foi gravado ainda lá no Brasil.

Nesse vídeo vamos atualizar como anda nosso estagio de imigração para Portugal, concluímos a segunda etapa e vamos falar sobre as próximas etapas que virão pela frente.

ps. Imagem de capa do vídeo é da praia onde estou imigrando.

Serie imigração

Estamos trazendo atualizações sobre nosso processo de imigração para Alemanha, conheça um pouco mais sobre como essa história começou aqui em Viver de Dividendos na Alemanha. Quando se toma a iniciativa de imigrar para algum país, precisa de um bom planejamento e determinação.

Começamos a preparar a alguns anos e desde então temos caminhando para alcançar esse nosso objetivo. Tudo começou no Brasil em 2014 onde tivemos que estruturar todo nosso modo de vida por lá, podemos falar também da empresa, enfim tivemos que nos privar de algumas coisas por lá pra chegar até aqui.

No final de 2015 começamos o Stage 2 onde iriamos para Irlanda passar alguns meses aprimorando o inglês. Chegamos no final de 2016 e desbloqueamos ao Stage 3 que é a fase na qual vamos começar o processo de visto para a Alemanha, depois disso temos mais alguns Stages pela frente, não perca essa saga e continue nos acompanhando.

29 thoughts on “Imigrar para Portugal – Stage 2 completo – Imigração #7

  • 24 June 2017 at 15:54
    Permalink

    Viver de Dividendos, o visto que você pediu foi o D7 ou o D2? Você usou alguma assessoria?

    Reply
    • 24 June 2017 at 16:05
      Permalink

      Olá Joao

      Já fiz os dois então conheço os dois caminhos, sei quais são melhores ou piores.

      Essas consultorias que temos hoje aí mais atrapalham do que ajudam. Estou tentando montar um projeto pra ajudar o pessoal que deseja imigrar, tanto pra quanto pra outros países aqui da UE. Estou conversando com alguns amigos da área vamos ver se conseguimos montar algo legal pra vcs

      Reply
  • 7 June 2017 at 21:16
    Permalink

    Muito interessante o post VdD, meus pais estao interessados em morar em portugal, ja sao aposentados pelo estado de sao paulo, seria interessante voce postar um passo a passo explicando realmente como fez , os links dos sites que devemos entrar, as taxas pagar, etc, assim ficaria mais facil para nos leitores

    Abraço

    Reply
    • 7 June 2017 at 22:24
      Permalink

      Show Wagner, vamos falar no futuro dessa fase 1 que rola no Brasil, mas primeiro preciso de concluir minha parte com sucesso e me aprofundar um pouco mais nesse processo todo para não falarmos besteira.

      Reply
  • 7 June 2017 at 16:54
    Permalink

    Fala VdD, dizem que em Portugal os locais são meio cri cri, no interior deve ser mais, né? Ou é lenda urbana isso? rs
    Cara atualize sempre essa série de imigração estou acompanhando e ao mesmo tempo torcendo por vocês ai.

    Reply
    • 7 June 2017 at 18:32
      Permalink

      Especifique o que é cri cri ?

      Reply
      • 7 June 2017 at 23:20
        Permalink

        Seria mal-humorados, resmungões e principalmente não tolerar estrangeiro, em especial Brasileiros

        Reply
        • 8 June 2017 at 08:08
          Permalink

          Tipo de gente cri cri tem em qualquer lugar do mundo, até no Brasil tem aos montes, eu quando vi pra cá também tinha essa impressão daqui, porque aí no Brasil nos passam que em Portugal vc vai sofrer preconceito, vc vai ser mau tratado, enfim o que vi aqui não foi nada disso, pelo contrário foi o oposto.

          O que eles não toleram e isso é igual lá na Alemanha é gente falhada e sem educação aí eles respondem à altura.

          Reply
    • 7 June 2017 at 18:16
      Permalink

      Valeu IS

      Reply
  • 7 June 2017 at 08:44
    Permalink

    VdD poderia explicar a diferença entre ter uma “carteira de residente” e o “visto de rendas próprios” ?

    Segundo sua resposta acima: “…Em Portugal estamos fazendo o visto de rendas próprios que é tipo um visto de aposentado”. Isso para mim, totalmente leigo, parece que a “carteira de residente” te obriga a ficar morando em Portugal, ao passo que o “visto de rendas próprios” te daria independência de morar durante algum tempo em Portugal e outro tempo fora. Então, por exemplo, se eu quiser passar 1/2 ano morando em Portugal e outro 1/2 ano no Brasil eu não posso pleitear somente a carteira de residente, teria de pleitear o “visto de rendas próprrios”? Se não for isso, poderia explicar do que você conseguiu aprender até agora, qual a melhor opção para quem deseja ficar nessa situação, 1/2 ano lá e 1/2 ano cá ? Obrigado por compartilhar o conhecimento e boa sorte na empreitada. Um gde abc.

    Reply
    • 7 June 2017 at 12:09
      Permalink

      Você precisa de dar entrada no segundo para conseguir o primeiro.

      Vc precisa de ficar um período mínimo em Portugal.

      Vou explicar sobre isso em outros posts.

      Reply
  • 7 June 2017 at 07:50
    Permalink

    Boa sorte na sua jornada.
    Dei uma pesquisada aqui e vi que a cidade é bonita. Moraria nela de boas. Moro em cidade grande, mas não gosto.

    Acho que você fez uma boa escolha.

    Abraços.

    Reply
    • 7 June 2017 at 10:01
      Permalink

      Valeu CI

      A escolha foi mais estratégica do que por gosto mesmo. Eu já prefiro grandes cidades aqui é tudo muito tranquilo os caras até fecham às lojas na hora do almoço kkkk dá pra acredita

      Reply
    • 6 June 2017 at 23:29
      Permalink

      Valeu Zaro

      Daqui a pouco começa o verãozao aí vai ficar bom mesmo

      Reply
      • 7 June 2017 at 13:33
        Permalink

        Maravilha, estou me programando para imigrar também, mas meus planos são para daqui uns três anos, e pretendo ir para Portugal, adoro demais….Vi que você esta dando preferencia para a Alemanha em função dos estudos da filha e tal…sempre ouvi falar que Portugal tem um ótimo sistema educacional, mas claro, nem discuto, Alemanha com certeza é outro nível…boa sorte….

        Reply
        • 7 June 2017 at 18:15
          Permalink

          sim aqui em Portugal tem escolas Alemãs inclusive que lecionam em alemão para os alunos como primeira língua

          acho que Portugal seria viável para aqueles que não conseguem/querem imigrar para Alemanha dá facilmente pra gerenciar essas variáveis estando em Portugal. Porém é aquilo que já falei aqui antes, se tenho a oportunidade de conseguir uma residência na Alemanha porque não tentar.

          Reply
  • 6 June 2017 at 22:02
    Permalink

    VdD, como você receberá os dividendos dos FII’s se a imigração for concluída, isso não era vetado pela receita?

    Reply
    • 6 June 2017 at 23:28
      Permalink

      não estou fazendo saída definitiva do Brasil, minha empresa continua funcionando aí e continuo pagando impostos aí normalmente, assim como aqui em Portugal irei pagar meus impostos quando sair o visto, isso não afeta em nada os meus recebimentos de dividendos.

      Reply
      • 7 June 2017 at 11:23
        Permalink

        Olá VD, apenas mais algumas perguntas: quais impostos você deverá pagar em Portugal? deste modo você manterá dois domicílios fiscais? os dividendos de empresas americanas (bolsas de valores dos EUA) você continuará declarando no Brasil, ficando isento de imposto em vista da prévia tributação pelo governo dos EUA? e quanto a sua empresa, você pagará os impostos no Brasil, certo? por fim, os FII e ações (e talvez rendimentos do Tesouro Direto) que você pode ter no Brasil, será tudo declarado e o imposto pago no Brasil? Obrigado e, mais uma vez, boa sorte, que dê tudo certo!! Também estou planejando minha emigração para daqui uns 5 anos…

        Reply
        • 7 June 2017 at 12:21
          Permalink

          O que arrecado no Brasil ficará retido na empresa o que gasto em Portugal deve-se pagar imposto por aqui, porém não tenho resposta muito precisa sobre isso kkkk

          Vocês me fazem algumas perguntas que nem sei a resposta ainda kkkk terei que pagar o que é por lei

          Reply
  • 6 June 2017 at 21:59
    Permalink

    Olá VD! Desejo sorte na empreitada! Uma pergunta: qual o tipo de visto vocês estão utilizando para a imigração? Vocês estão indo para estudos, foram contratados por alguma empresa, tem ascendência portuguesa ou alemã? Obrigado pela atenção.

    Reply
    • 6 June 2017 at 23:27
      Permalink

      Em Portugal estamos fazendo o visto de rendas próprios que é tipo um visto de aposentado, na Alemanha estamos tentando o de estudo, boa parte das faculdades, pelo menos as grandes, na Alemanha são gratuitas, então basicamente é mandar o currículo e cruzar os dedos pra ser aceito.

      Reply
      • 7 June 2017 at 09:53
        Permalink

        Show VD ! Devagar e sempre!

        Voce fez o processo de visto de rendimentos sozinho ou usou ajuda de uma assessoria(sei que tem varias que estão especializadas neste processo)?

        Abraços!

        Reply
        • 7 June 2017 at 12:18
          Permalink

          Sozinho, é super simples. A empresa numa época atras que abri com consultoria por ser mais complexo

          Reply
      • 7 June 2017 at 12:10
        Permalink

        Mais um post excelente VdD. Legal divulgar a sua saga. Esse visto seria o D7 né? A fim de comprovar a disponibilidade de recursos, você abriu conta em algum Banco português? ou só terá que transferir eventuais valores após a disponibilização do visto? Pela legislação eu vi que o valor que precisaria comprovar seria de: 1º adulto – 100% do salário mínimo vigente, 2º adulto – 50% do salário mínimo vigente, cada criança – 30% do salário mínimo vigente. É isso mesmo? abraço,

        Reply
        • 7 June 2017 at 12:22
          Permalink

          Eu vou responder muitas dessas perguntas num post específico. Quando finalizar meu processo todo aí poderei falar melhor.

          Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *