Meu negócio #6: Como aumentamos a produtividade da nossa equipe

produtividadeVamos falar nesse vídeo sobre como aumentamos a produtividade da nossa equipe, mostrar uma técnica fácil e rápida que lhe vai trazer resultados para sua empresa de forma instantânea.

Entenda o que é a série “Meu negócio”

Para aqueles que não conhecem a série “Meu negócio”: Tenho uma empresa de desenvolvimento de software, no qual comercializo um software para o pequeno varejo, entenda aqui como funciona o mercado de desenvolvimento de software.

Pouco depois do meado de 2016 entrei em contato com o meu principal concorrente na intenção de comprar o controle da sua empresa, veja aqui nesse vídeo. Durante a negociação acabamos fazendo uma fusão das duas empresas, veja aqui nesse vídeo mais detalhes sobre isso, com a intenção de montarmos uma empresa mais lucrativa e produtiva.

Com os acordos fechados, começamos o processo de reestruturação completa da empresa,  durante todas essas etapas estou fazendo vídeos e documentando tudo o que está ocorrendo. A intenção é servir de inspiração para outros que desejam entrar no mundo dos negócios e norte para aqueles empreendedores que já estão no meio da caminhada.

Geralmente você já deve ter lido uma serie de livros de empresários, falando como construíram suas empresas, como as tornaram tão lucrativas, você devia assim como eu ficar se perguntando, legal entendi a mensagem, mas na pratica como fazer… isso não vem escrito nesses grandes best-sellers. Aqui você poderá acompanhar todo esse processo rumo ao crescimento bem de perto, e ver na pratica como isso tudo funciona. Tudo aqui falado é real e ocorreu exatamente da maneira descrita.

Claro que teremos momentos que não acertaremos, vai ter hora que precisaremos corrigir o curso do navio, tanto os bons quanto os maus momentos serão aqui compartilhados. São coisas recentes, algo que aconteceu a alguns dias atras, algumas terão efeitos colaterais que nem mesmo vou saber quando estiver gravando. Agora dê o play, curta nosso vídeo, divulgue e se possível comente e venha aproveitar a aventura junto conosco!

Como aumentamos a produtividade da nossa equipe

Receber novidades por e-mail

Gostou do blog? Então se inscreva no campo abaixo para receber as atualizações via e-mail e curta nossa pagina no Facebook.

21 thoughts on “Meu negócio #6: Como aumentamos a produtividade da nossa equipe

  • 7 October 2016 at 12:19
    Permalink

    Muito bom Viver,

    Estou tentando ver o vídeo (falta de tempo) pra comentar em detalhes, mas li e vi todos os comentários.

    Este tipo de assunto me interessa muito e abre a minha veia empreendedora em minha área.

    Abraço

    Reply
    • 7 October 2016 at 14:10
      Permalink

      Olá VdC

      eu acho que falo de vc nesse video, mas não tenho certeza se era vc mesmo que comentou no outro video

      se nao for me corrija pra fazer uma errata no próximo

      Reply
      • 9 October 2016 at 00:28
        Permalink

        Ola VDd,

        Hoje que assisti o video, digo que concordo com voce.

        Minha equipe nao trabalha ao meu lado (desenvolvedores) e, apesar deles entregarem muito, vejo que perdem tempo as vezes com outras coisas, ou seja, se eu tivesse ali controlando eles de perto produziriam mais.

        Nas obras, eu tambem nao aceitaria pagar um cara por dia que o trabalho nao fosse bom.

        Aqueles bons profissionais irao se adequar, quem quer ficar no whatsapp e Facebook vai pedir as contas.

        Tive uma reuniao numa grande empresa, e um cara da minha equipe ficava apenas no celular, aquilo me incomodou muito, uma reuniao importante de definicao de requisitos e eu fazendo papel de analista, que deveria ser deste cara.

        Como nao sou dono da empresa, tomei nota, e na primeira oportunidade ja penso em pedir a dispensa neste projeto desta pessoa, que mais atrapalha do que agrega …

        Cara comento pouco eu acho, mas estou aprendendo muito mesmo com seus videos, ate estou começando a ter ideias grandes e ambiciosas … Material para um proximo post.

        Um abraco

        Reply
        • 9 October 2016 at 03:19
          Permalink

          Valeu pelo seu feedback contando as experiência. Isso só corrobora com o que falamos aqui.

          Eu já percebi que esses que ficam no celular e depois reclamam de que não podem mais usar são os mais problemáticos nas relações com a equipe.

          Essa semana vamos fazer um vídeo do efeito colateral da primeira medida. Acompanhe aí essas nossas complicações.

          Reply
  • 6 October 2016 at 21:32
    Permalink

    Viver de Dividendos

    Ao invés de retirar, porque não incentiva? Realização de Dojos, liberação para eventos, feedback’s constantes, horário flexível.
    Apoio e incentivo a qualidade do software.

    Eu atuo na parte de desenvolvimento, liderança técnica do time. Já trabalhei no modo citado no vídeo. E parece ser uma prisão.
    Um programador cansa também. Não adianta colocar uma tarefa de seis horas e depois outra de duas. Certamente a de duas vai sair com uma qualidade menor.

    O desenvolvedor, desamina, liga “o fodasse” para qualidade do código. Não quer estar em um ambiente que agregue somente a empresa. Acredito que se as tarefas estão em dia, qual o mau de acessar o Facebook? Conversar com a namorada pelo whats?
    E outra isso vale para todos? Inclusive para os você e seu sócio?

    Sei que vai existir aqueles devs que 50% do tempo vão ficar procrastinando. São colaboradores ruins. Que mesmo com os incentivos estão só pelo 5º dia útil.

    Você optou por cortar. A produtividade aumentou. E a qualidade? E o ânimo do time? De longe você consegui “sentir”?.

    Abraços e parabéns pelos vídeos!

    Reply
    • 6 October 2016 at 22:14
      Permalink

      olá opmaodevaca

      Concordo contigo no ponto de realização de Dojos, integração entre o pessoal, enfim isso é algo importante, mas é bem diferente do cara ficar no facebook vendo futilidade

      o primeiro agrega valor ao profissional o segundo é perda de tempo olhando do lado profissional

      você pode argumentar que o cara precisa dar uma fugida pra limpar a mente, mas ele tem outras maneiras de se fazer sem ser ficar na internet batendo papo, levanta faz um alongamento, dá uma volta na empresa, fala com um pessoal

      pra mim um líder que precisa de liberar celular pra manter equipe motivada, esse cara precisa de rever seus conceitos pois tem algo de errado na sua maneira de trabalho

      e igual o cara querer motivar equipe dando recompensa em dinheiro, isso não motiva, é um dos maiores enganos que o pessoal comete

      sobre o desenv ligar o fodasse no código quando se monta uma linha dentro do projeto você não pode deixar a QA capenga, é preciso que ela tenha esse papel fundamental de fazer essas verificações e recusar os códigos que não estão legais, no caso aqui temos o maior cuidado com isso, vamos falar sobre esse ponto em outros videos

      vc insistem em dizer que eu não devo fazer uma medida dessa por causa de alguns que realmente perdem a linha, mas vamos lá os caras que não usam o celular no horário de trabalho, ou não ligam pra isso, não estão nem aí com a medida, só se preocupa com essa mudança aqueles procrastinadores (como vc mesmo disse, mas eu prefiro dar outro nome) esse sim batem o pé, reclamam, fazem cara feia.

      quanto suas ultimas perguntas, bem já meio que respondi aqui em cima, mas só sintetizando novamente

      – qualidade é possível medir, se debandar corrigimos o curso de forma rápida
      – como disse, se o lider precisar de usar celular pra manter time motivado ele tem que rever seus conceitos, eles são motivados de outra forma
      – posso garantir pra você que se passar o telefone de qualquer um da equipe e mandar perguntar se agora está melhor que antes, eles vão lhe dizer que sim, claro teve alguns pontos negativos, mas também tivemos pontos positivos
      – sim dá pra sentir melhor do que você imagina, já liderei outras equipes remotamente, você estando longe em muitas situações é melhor do que perto para perceber alguns problemas

      no mais apesar de discordar valeu pela colaboração é isso aí vamos trocando ideia

      Reply
      • 6 October 2016 at 23:26
        Permalink

        viver de dividendos

        meu comentário seria um exercício para ter alguma ideia para não restringir o uso dessas ferramentas.

        “pra mim um líder que precisa de liberar celular pra manter equipe motivada, esse cara precisa de rever seus conceitos pois tem algo de errado na sua maneira de trabalho’

        acredito que não seja o celular e sim liberdade. Restringir a liberdade é algo que um bom líder faria? Confesso que eu ficaria muito puto. E não estou na turma dos procrastinadores. questão de perfil.

        em relação ao gerenciamento remoto, é uma ideia de post.
        e a qualidade também. Tanto qualidade de código (evitar gambiarras, cujo suporte fica dificil) quanto de sistema.

        com certeza é colaboração e troca de idéias.

        Reply
  • 6 October 2016 at 20:50
    Permalink

    Parabéns VdD,

    É isso ai, celular é uma praga.
    Eu uso o celular para trabalhar, o whatsApp, mas mesmo assim deixo a internet móvel desligada para não ficar entrando as notificações, uso o estritamente necessário.
    O problema é que a galera não percebe isso.
    Agora, gostaria de dar uma dica.
    VdD, cuide da sua saúde, vc está perdendo o folego num vídeo de 10 minutos, faça uma caminhada, uma corridinha, um pilates, qualquer coisa :)

    Compromisso e comprometimento, poucas pessoas tem. Hoje a maioria quer emprego e não trabalho.
    Sujeitam-se a qualquer trabalho para ganhar um salário mínimo.

    Chegar numa empresa que tem muitas regalias é complicado, mas é necessário.

    Reply
    • 6 October 2016 at 21:08
      Permalink

      Olá Ricardo

      Aqui também temos esse cenário de ter que usar o celular pra trabalhar, principalmente pra suporte, o que fizemos foi comprar alguns aparelhos que ficam exclusivo para trabalho, ou seja não é permitido entrar em nenhum grupo, nem ficar usando ele pra navegar, o técnico pode falar com o cliente normalmente pelo WhatsApp, mas é coisa ligada ao trabalho.

      Sobre o fôlego, nao se preocupe é por causa da mascara, ela prende muito a respiração, por isso fico meio ofegante, as vezes só de ficar falando com ela me dá falta de ar. Eu geralmente aqui estou andando até bastante, teve dia que andei aí somando umas 3h e não senti nada, nenhuma falta de ar, nem dor, absolutamente nada… aqui estou até mais ativo que no Brasil, por aí tinha o carro, então tudo fazia de carro, aqui tem que andar, está sendo bom por esse lado.

      mas de modo geral, obrigado pelo tok e pela preocupação kkkk

      Reply
    • 6 October 2016 at 16:49
      Permalink

      ela vê a mascara e fica falando papai, ou as vezes estou editando um video aqui do blog ela olha pra tela e fala papai

      tem dia que pede pra colocar a mascara pra ela!

      Reply
  • 6 October 2016 at 10:05
    Permalink

    Discordo totalmente dessa história de celular. As pessoas estão numa empresa e não numa prisão. O que falta é gerenciamento para detectar a “minoria” como você mesmo disse que usa celular de maneira inapropriada e mandá-los embora. Você não segura os melhores talentos com essas medidas extremistas. Já trabalhei numa empresa em que era exatamente assim como você descreveu a sua empresa. Parecia que eu estava numa prisão, tudo sendo friamente controlado. Resultado: saí de lá assim como muita gente boa saiu. só ficaram os bostas!!!

    Agora se você quer “code monkeys”, “peões” ao invés de desenvolvedores, aí concordo com este tratamento até porque em esquema de fábrica seja de software, carro, eletrodomésticos,etc o buraco é mais embaixo mesmo. Agora essa medida não ajuda em nada o clima empresarial.

    E diga para o seu socio que “família” é o cacete. A galera quer grana no fim do mês. Negócio é negócio, família cada um tem a sua.

    Abraço

    Reply
    • 6 October 2016 at 11:34
      Permalink

      é bem simples, se você nao usa celular uma medida dessas não vai nem lhe incomodar. Se saiu da sua antiga firma porque bloquearam o celular, é porque você era um dos usuários que ficava usando quando não devia. Quer ficar navegando no celular e batendo papinho em WhatsApp pede demissão e vai fazer isso em casa, dentro da empresa todos tem que estar comprometidos com o crescimento do negocio.

      Aqueles caras que vc acha que são os melhores mas que ficam aí fazendo tudo menos trabalhando de verdade, esses sim podem ir embora, prefiro ficar com os “ruins” mas dedicados e esforçados. Monta um time só de excelentes jogadores mas todos indisciplinados e veja se vc ganha alguma partida!

      Nao tem essa de prisão, local de trabalho é local de trabalho, quer se divertir vai pro parque. Sempre tive um bom relacionamento com todos os funcionários, tanto que todos que saíram da empresa sempre me indicaram para instalar sistema nas novas firmas.

      dentro do trabalho não tem baba pra ficar tomando conta, cada um sabe do seu serviço, não preciso ficar procurando minoria problemática e ter que ficar educando.

      por fim se vc está trabalhando por dinheiro, está fazendo isso muito errado, pode ter certeza de uma coisa o que o Prates sempre diz, quem trabalha por dinheiro o que que ganhar, será sempre mau pago: dorme pensando nesse vídeo ai https://www.youtube.com/watch?v=hgA98DMP5_0

      Reply
    • 6 October 2016 at 22:15
      Permalink

      Somente quem está próximo a empresa consegue visualizar a melhor forma de gerenciar uma equipe. O gestor tem que sentir com que força deve se dirigir a sua equipe. Já estive de ambos os lados e sei a dificuldade de fazer este balanço. Não sei a faixa etária da sua equipe, e a maturidade de cada um, mas pelo seu relato o abuso existiu e infelizmente os bons pagam pelos maus. Equipe tem que ser equipe e quando um abusa do beneficio tem que pensar que pode prejudicar todos. O pessoal lê sobre o ambiente de trabalho do Google e acha lindo, mas se esquece de ver o alto nível de cobrança de metas e de comprometimento das equipes. O caos exige medidas enérgicas, agora o ideal seria medir a produtividade e aos poucos avaliar junto a equipe se esta tem maturidade para receber de volta as liberdades anteriores. Agora aproveito para tirar uma dúvida, já tem mais de 10 anos que não trabalho gerenciando equipes de desenvolvedores, mas existe alguma forma prática de medir a produtividade em TI? Você utiliza alguma métrica própria ou alguma outra que permita que você se compare com outras empresas de desenvolvimento?
      []s Daniel

      Reply
      • 6 October 2016 at 22:27
        Permalink

        Olá daniel

        bom ponto: “Equipe tem que ser equipe e quando um abusa do beneficio tem que pensar que pode prejudicar todos.”

        sobre o Google vou te falar que conheço algumas pessoas que já trabalharam no Google e pediram pra sair porque não gostaram do jeito meio solto de trabalho, na verdade é um trabalho sem desafios, você acha que é super cool trampar lá, sim é legal para aqueles caras que estão envolvidos com aqueles projetos bem inovadores, para a grande maioria é uma completa rotina

        como falei em outros comentários existe muitas maneiras de se motivar uma equipe, deixa-los soltos pode ter certeza que não é uma das mais inteligentes.

        sobre o gerenciamento e medição, vou falar sobre isso em alguns videos mais pra frente, primeiro vou abordar alguns conflitos que já tivemos, depois que falar sobre algumas situações ai vou mostrar por baixo do capó como se monta uma gerencia de projeto de software com equipes remotas

        continue acompanhando que tem muita agua pra rolar

        Reply
        • 9 October 2016 at 18:06
          Permalink

          Legal, vou aguardar o vídeo sobre medição.

          Agora sobre a questão da liberação ou não de celular, pelos relatos você teve que ser firme para poder colocar as equipes no eixo. Mas é importante que todos trabalhem em parceria, desenvolvedores, gerentes e proprietário. E especialmente onde a criatividade e o trabalho mental é importante e torna-se um diferencial. Depois da atitude drástica, alguns, conforme alguns comentários, pedindo demissão ou piorando propositalmente o desempenho, é hora de separam quem está comprometido com quem não está. E ai sim beneficiar quem veste a camisa da empresa e dar liberdade para quem tem maturidade para ter liberdade. Não sei qual é a dificuldade na sua região para contratar profissionais qualificados, mas se existe uma oportunidade para que as pessoas não comprometidas se demitam, isto deve ser aproveitado. Lembrando sempre que fidelidade é diferente a compromisso. O funcionário não precisa ser fiel a empresa, deve sempre estar livre para buscar oportunidades fora, mas enquanto está dentro, deve ter o compromisso de fazer de tudo para o crescimento da empresa.
          Isto me lembra uma experiência que foi feita com uma equipe de funcionários. A possibilidade de trabalho remoto. Uma equipe foi escolhida para fazer o teste. Apesar de esperarmos um aumento da produtividade a médio e longo prazo, estamos dispostos ao 1o e 2o mês, devido aos ajustes da nova forma de trabalhar, termos uma queda de produtividade de 5 a 10%. Por falta de compromisso, e tipo falta de vontade e maturidade de fazer a ação funcionar, tivemos uma queda no 1o mês de 50% na produtividade. Resultado, trabalho remoto cancelado até 2a ordem.

          Reply
          • 9 October 2016 at 19:57
            Permalink

            Não tivemos nem tantos conflitos assim quanto vc imagina, estou pra te falar que os que reclamaram foram os que realmente usavam, o pessoal que não usava o telefone no horário de trabalho não ligou, na verdade eles até apoiaram e gostaram, porque eles viam que aqueles poucos acabavam ficando na aba e não produzia o que devia.

            Quanto ao funcionario ser fiel a empresa no sentido de buscar outras oportunidades, eu sou o primeiro a incentivar eles, eu sempre falo se vocês acharem algo melhor, chega pra mim conversa comigo, se eu conseguir cobrir eu cubro se não conseguir, vou dar boa sorte e as portas estarão abertas, já tive funcionários que foram para outras empresas, não gostaram, pediram pra voltar eu aceitei de boa, nisso eu acho que o cara tem que procurar o que ele acha melhor pra ele, e se eu poder ajudar… ajudarei!

            Tem um amigo empresario que ele não gosta que os funcionários saia da empresa dele pra ir para outra, mesmo se for de ramo diferente, sei lá… o cara parece que se sente traído, vai entender kkkk bem eu já penso que o funcionário tem que procurar e arriscar se achar uma coisa melhor, eu até falo com eles, pode ir se vc não se adaptar lá sua vaga está aqui garantida de volta, acho importante ficar transparente pra eles que vc quer o melhor pra ele.

            sobre o remoto vou falar um video especifico sobre isso, eu sei onde estava o problema nessa sua tentativa, isso porque na outra equipe eu fiz dessa mesma forma que vc fez kkkk depois um amigo que deu um tok e me explicou como deveria ser feito essa mudança pra remoto

      • 7 October 2016 at 16:12
        Permalink

        Era isso mesmo.

        O teu link funciona.

        Mas nas buscas resulta isso: https://www.youtube.com/channel/UCRpR1bXcEs9uoLKf-xPup_w
        Isso em varios locais diferentes:
        – No meu historico do navegador.
        – Na barra de busca do firefox para o youtube.
        – Na busca do proprio youtube.
        – E no link aqui do teu blog, na coluna da direita no logo do Youtube.

        Que coisa! rsrs

        Reply
        • 7 October 2016 at 19:32
          Permalink

          nem tinha percebido que aqui no blog estava com esse link maluco

          é que o youtube só libera pra personalizar o URL do canal depois de passar de 100 inscritos, daí quando fiz o canal não tinha ninguém por isso tive que usar esse link aqui no blog, agora já ajustei!

          valeu pelo tok

          Reply

Deixe o seu comentário: