NYSE: Compras Agosto 2014 – KO

coca asiaMinha ideia é tentar manter uma base de investimento mensal nos Estados Unidos, o que me impedia de fazer remessas periódicas de dinheiro ao exterior era o custo da transferência, mas encontrei uma fonte um pouco mais em conta que me proporcionará enviar remessas mensais para investir na bolsa americana.

Compra de agosto de 2014 na bolsa americana
Empresa Código Qtde comprada
Coca Cola Co KO 25

Já atualizei a minha carteira com essa nova aquisição.

Coca Cola Co – KO

A empresa dispensa apresentações mas se quiser pode conferir no link acima alguns fundamentos importantes sobre os dados da empresa. Coca Cola é uma empresa fantástica, a maior empresa de bebidas do mundo, eles são donos de mais de 500 marcas de bebidas e vendem em mais de 200 países ao redor do mundo. Eu fico impressionado como uma empresa centenária consegue manter um fluxo de crescimento como o apresentado pela Coca Cola ao longo da sua história.

A força que a marca tem no mercado global é muito grande, além do fato que a empresa conseguiu montar uma rede de distribuição muito eficaz que permite que seus produtos cheguem a lugares remotos.

A empresa teve uma queda no seu EPS (Lucro por ação) nesse últimos três trimestres, essa queda não agradou os investidores e isso fez com que o mercado precificasse o seu valor para baixo. O EPS em junho de 2014 foi de U$ 0,58 enquanto que no mesmo período do ano passado foi de U$ 0,59 de acordo com a empresa a explicação para essa queda foi o câmbio que tem tido fortes variações nesses últimos 2 anos.

O fato é que a Coca Cola vem tendo dificuldades de obter um crescimento dos seus números nesses últimos 2 anos, isso se deve principalmente no mercado Americano e Europeu onde as pessoas vem mudando um pouco os hábitos e evitado as bebidas doces, mas a empresa vem tentando diversificar ainda mais seu perfil de produtos e vem investindo forte em bebidas mais saudáveis, como chás gelados.

Apesar de toda essa queda de expectativa do mercado isso não me afeta, eu não estou olhando para empresa nesse ultimo trimestre ou nesses últimos trimestres, mas o meu objetivo é o longo prazo eu quero olhar para e empresa daqui a 10 anos e eu não vejo  nada que me preocupa, da mesma forma que o mercado Americano e Europeu vem se tornando um desafio para empresa o mercado da Eurasia e Asiático a empresa vem andando a passos largos.

venda coca por continente

 

A receita nos últimos 10 anos teve uma taxa de crescimento de 8,8 % a receita saiu de 21 bilhões em 2004 para 46 bilhões em 2013, praticamente dobrou de tamanho, isso dá um EPS (Lucro por ação) de U$ 1,00 em 2003 para U$ 1,90 dólares em 2013 um CAGR (taxa de crescimento) de 7,4 % a empresa não pode crescer pra sempre e apesar de ainda ter um bom mercado eu acredito que ela vem alcançando o seu ponto de maturidade, tanto que vem aumentando o seu Payout ao longo dos anos. Mas Coca Cola é um tipo de empresa que pode te surpreender a qualquer momento e quando você pensa como eu que não tem como mais os caras ganharem dinheiro eles fazem agua brota da rocha.

Quanto aos dividendos a empresa vem mantendo um crescimento dos dividendos a 52 anos de dividendos consecutivos, sim isso é um marco que poucas empresas no mercado podem se gabar. A empresa pagou em 2003 U$ 0,50 de DPS (dividendo por ação) e em 2013 pagou U$ 1,12 levando-se em conta o EPS de U$ 1,90 teríamos um Payout de 59% um leve crescimento de 9 p.p comparado em 2003.

Agora é importante acompanharmos a empresa nos próximos anos e ver se ela continuará a tomar medidas para buscar um crescimento maior nos mercados Americanos e Europeus ela vem fazendo aquisições importantes como a compra da Green Mountain Coffee Roasters, Inc. (“GMCR”) em fevereiro deste ano.

 

4 thoughts on “NYSE: Compras Agosto 2014 – KO

  • 19 August 2014 at 02:13
    Permalink

    Olá, amigo.
    Primeiramente, parabenizo pelo Blog. Já li diversas postagens, principalmente às relacionadas a investimentos no exterior.
    Eu penso em alocar uma parte do meu patrimônio no exterior.
    Você não pensa em ETF? Se no Brasil eles deixam a desejar, nos EUA há um mundo de opções bem interessantes que abrange diversos mercados. Com uns 10/12 ETF, se monta uma carteira que abrange quase todo tipo de ativo existente no mundo.
    Além do mais, esses ETFs pagam dividendos, então é até possível viver de renda com esses ETFs.

    Também fica o convite para visitar o meu blog pensamentos financeiros.

    Abraço!

    Reply
    • 19 August 2014 at 02:36
      Permalink

      Opa Soulsurfer eu já assino o seu blog a um bom tempo, inclusive ficou eu e minha esposa viajando no seu ultimo post sobre os parques naturais.

      Apesar de não estar muito aprofundado no mercado de ETF americano, sei por alto que por lá é outro mundo totalmente diferente dessa miséria de opções que temos no Brasil. Enfim eu não gosto muito de ETF, nada contra ele, provavelmente é algo meu, poderia ficar aqui o dia todo lhe apresentando os contras e você ficaria me apresentando os prós, mas o importante é investir naquilo em que nós sentimos confortável.

      Até acho o ETF a melhor opção para investimento quando se está com pouco tempo para dedicar nos investimentos é bem fácil de iniciar a aplicação e depois a manutenção é mais fácil ainda, mas por fim acaba pra mim com a grande satisfação em investir: que é analisar as empresas, fuçar nos balanços, descobrir como os negócios funcionam e sentir a dinâmica das empresas e dos mercados.

      Tem o lance da diversificação, que quando compramos um ETF acaba vindo umas tralhas junto, coisa que você pode gerenciar melhor comprando e analisando as empresas isoladamente, vai dar mais trabalho, nem sempre você vai acertar, mas aí que está a emoção da coisa, eu considero o investimento pra mim como sendo 10% expectativa de retorno e os outros 90% diversão e desafios.

      Reply
      • 19 August 2014 at 14:50
        Permalink

        Olá, Dividendos!
        É até me deu vontade de voltar para aqueles parques! eheh

        Sobre os ETF, eu acho que é um pouco diferente nos EUA. Se aqui até é mais factível vencer o IBOVESPA (mas será cada vez mais difícil, desde que houve a mudança na composição do índice para ficar mais parecido com as outras bolsas), nos EUA é tarefa árdua.
        Tanto é verdade que o W.Buffett há cinco anos perde do S&P500,e ele mesmo disse uma vez que se perdesse cinco anos seguidos de um índice não haveria motivos para investir com ele. Veja, se um dos maiores investidores tem dificuldade de vencer um bom índices de ações, imagine investidores pequenos.
        Além do mais, há diversos índices. Eu já escrevi sobre o prêmio de value caps, bem como small caps. Lá há ETF que investe apenas em small value caps. Há ETF para commodities. Há ETF para mercado de dívida de países emergentes (rende mais e como é mais pulverizado o risco é mais baixo). Enfim, há um gama muito grande de opções.

        Eu não invisto em ETF aqui, mas lá fora talvez investiria. Eu creio que eles simplificam quando fazemos poucos aportes e como sua experiência está mostrando mandar dinheiro para o exterior começa a ficar mais interessante com parcelas maiores de dinheiro.

        Há bons fundos sobre ETF estrangeiros, indico o “All About Asset Allocation” do Ferri.
        Por fim, parabéns por estar compartilhando a sua “saga” em investimentos estrangeiros. É o primeiro que eu vejo fazendo na blogosfera, e com certeza é de extrema valia para muitas pessoas.

        Abraço!

        Reply
        • 19 August 2014 at 19:00
          Permalink

          Preciso dar uma aprofundada nos ETF devo fazer isso após finalizar as minhas carteiras de ações, a de FII já está montada as de ações da BVMF está pela metade e as da NYSE ainda estou apenas começando, ou seja é trabalho para 1 ou 2 anos ainda, mas vou dar uma olhada nessa sua indicação do Ferri e já ir dando uma estuda devagar nesse setor afinal nunca é demais ter as opções em mente para tomarmos a melhor decisão.

          Reply

Deixe o seu comentário: