Receita e despesas: Novembro 2015

budgetAcompanho a minha receita e despesas mensais desde que iniciei o blog pois quero mostrar a maioria dos investidores que é possível alcançar a independência financeira, trabalhando duro, mesmo sem fazer um monte de dinheiro. A ideia é mostrar toda a caminhada rumo a independência financeira os bons momentos e também as dificuldades enfrentadas durante todo o processo.

Os gastos recorrentes esse mês ficaram estáveis, a torneira que estava aberta em outubro foi fechada, agora só daqui a uns 4 anos pra voltar a abri-la.

Tive um gasto com renovação de passaporte e vistos na casa de 1980,00 foram 3 vistos e 3 passaportes, alem de outras taxas que pagamos, isso tem a ver com a viagem que vou fazer em abril, mas até lá provavelmente devo gastar mais algumas coisinhas. Precisei de fazer o passaporte da minha filha de 6 meses paguei mesmo preço do meu com o detalhe que o meu vale por 10 anos já o dela por 1 ano, um absurdo o preço deveria ser diferente já que validade é bem menor, governo tentando arrancar nosso dinheiro de tudo quanto é lado. Enfim assim que tiver algo mais concreto sobre essa minha mudança de rumo posto aqui no blog.

Vejo o blog como um registro de viagem, dependendo das direções que tomamos na vida afetam positiva ou negativamente nossas finanças. Por isso entendo que é importante catalogar essas informações para que podermos utiliza-las num futuro recente, enquanto o blog fica como uma forma de realizar esse registro para os acontecimento que impactam financeiramente, na vida pessoal utilizo um aplicativo mais apropriado.

O aplicativo que uso para registrar meus momentos diários, chama-se Day One, veja aqui. Alias aconselho a todos,  começar a catalogar os momentos importantes. Geralmente guardamos esses momentos na cabeça. No começo você pode achar meio boring, mas depois com o tempo quando ele começar a lhe mostrar os momentos que você nem lembrava mais, daí você passa a entender o poder que o aplicativo tem.

Posso te garantir uma coisa depois que você adquirir e começar a usar o DayOne pode ter certeza que suas visitas ao facebook irão cair em 60% enquanto isso você vai perceber que gasta mais tempo no DayOne do que na rede social, pelo menos foi assim que ocorreu comigo.

Sem mais delongas, vamos aos destaques do mês:

  • Alimentação: Bem consegui dar uma reduzida nesse gasto, apesar que depois de agosto não consegui mais jogar a despesa para a minha meta de 1200, muito provavelmente por conta de efeitos inflacionários, depois ainda tem gente que acredita na inflação do IPCA, enfim sendo bem generalista, investir em Renda Fixa como sempre vc vai acabar não conseguindo superar a inflação real, a prova disso é só acompanhar suas despesas, mas isso é história para outro post, talvez valha um post sobre isso, mostra porque não investir em RF.
  • Compras diversas: Teve um aumento considerável por conta dos motivos citados acima no post, numa situação normal jogaria esses gasto na categoria de viagem, porém quando explicar pra vocês fica mais claro de porque coloquei na categoria.
  • Automóvel: um crescimento de 5% motivado por aumento nos gastos com combustível, parte por ter gastado mais rodando pela empresa para atender os clientes, tive que passar em todos os clientes para ver se estava tudo certo, eu faço isso uma vez por ano, acho que me aproxima dos clientes. Além disso conta-se aí o aumento de combustível que assim como alimentação, energia foram os que tiveram a maior inflação.

desp nov2015
Acima o gráfico gerado pelo YNAB as categorias de despesas são detalhadas na tabela a seguir sendo a ordem de baixo pra cima do gráfico.

Esse mês consegui investir apenas 3k em ações, isso equivale a 21% da minha renda mensal.

Veja abaixo um resumo do meu orçamento nesse mês e acompanhe os outros meses:

Receitas
Descrição Valor
Lucro empresa  13.350,00
Dividendos  660,94
Total  14.010,94
Despesas
Descrição Valor
Alimentação
 1.457,79
Automóvel
2.033,43
Casa
2.315,94
Compras diversas
2.588,53
Despesas gerais
1.283,83
Utilidades
1.104,97
Total
 10.976,58

Entenda como é o meu plano de contas.

Utilizo o método do YNAB para controlar minhas finanças pessoais, veja neste post aqui onde explico mais sobre o método.

2 thoughts on “Receita e despesas: Novembro 2015

  • 6 January 2016 at 03:04
    Permalink

    Pergunta pessoal Voce nao desanima nao vendo esse (des)governo imprimindo dinheiro a torto e direito, gerando inflacao descontrolada; interfirindo enormemente na economia e por consequencia nas empresas e seus lucros? E depois de criar o rombo, ameacar em taxar ainda mais a renda, FIIs, LCI etc?
    Vou ser sincero, me da um desanimo e revolta total. Os anos de 2014 e 2015 nao sai do lugar nos investimentos e vejo dedos do Governo em todos os lugares. Atrapalhar eh uma coisa, a gente ate se vira, mas meter as maos no que eh nosso, eh complicado.
    Vi um post seu que fala sobre o risco de calote. Concordo. Mas acho que desta vez nao vai ter calote externo pois o Governo trocou a divida externa pela interna. Na minha opiniao eles vao ficar gerando inflacao cada vez mais alta para tentar, em vao, diluir a divida. Vai dar merda la na frente. E o pior que nem adianta aplicar em RF, pois qualquer coisa baseada em IPCA eh pura ilusao. A inflacao eh bem maior.
    Bom, foi mais um desabafo. Parabens pelo seu Blog.

    Reply
    • 6 January 2016 at 08:35
      Permalink

      Olá Cleber

      Obrigado pela força.

      Justamente é isso que estou falando o calote será interno. Temos dois cenários futuros

      O governo não terá dinheiro para pagar os credores do TD pra isso ele precisará de imprimir mais moeda o que vai forçar ainda mais a desvalorização do cambio e aumento da inflação. Você já viu as cagadas que o governo fez para tentar segurar a inflação, ele sabe que se ela descontrolar (se é que alguma vez esteve controlada) o caos econômico irá reinar, e a opinião publica vai cair matando com força.

      Uma segunda alternativa seria aplicar o calote no TD, ou seja o governo terá que escolher entre ficar muito, mas muito mau com a opinião publica, com uma inflação descontrolada e correr um sério risco de cair de vez, ou dar um calote num punhado de pequenos investidores e fundos que tem capital em título do governo. Não precisa ser gênio pra imaginar o que ele irá fazer, de qual lado a corda vai arrebentar.

      Reply

Deixe o seu comentário: