Receita e despesas: Outubro 2015

money_down_toiletAcompanho a minha receita e despesas mensais desde que iniciei o blog pois quero mostrar a maioria dos investidores que é possível alcançar a independência financeira, trabalhando duro, mesmo sem fazer um monte de dinheiro. A ideia é mostrar toda a caminhada rumo a independência financeira os bons momentos e também as dificuldades enfrentadas durante todo o processo.

A imagem no começo do post ilustra bem o meu mês de outubro. Foi uma enxurrada de dinheiro embora que poderia ter sido revertido em investimentos. Não sei se ocorre o mesmo com você, caro leitor, já se pegou com o remorso de gastar dinheiro com bens, alguns sentem prazer em ir ao shopping comprar roupas, ou trocar de carro, ou comprando uma casa nova, ou trocar de celular, enfim eu não consigo sentir prazer gastando, todas as vezes que faço uma compra logo em seguida me vem uma aflição.

Pelo contrario, sinto prazer em economizar, quanto mais consigo juntar no mês, mais tenho a sensação de dever cumprido. Passo os meses que tive uma boa taxa de aporte com uma satisfação maior que nos meses que gastei comprando algo. Meu prazer está mais em economizar do que gastar, de certa forma se você chegou aqui nesse blog acredito que você compartilha desse mesmo sentimento, mesmo que em grau diferente.

É um assunto complexo, porque temos que ter um equilíbrio, não dá pra sair economizando a torto e a direito e não ter os momentos de aproveitar a vida, de que adianta trabalhar de manha, tarde e noite e não poder usufruir mesmo que moderadamente dos frutos desse esforço, não poder fazer uma viagem, jantar fora, comprar o que você gosta.

Por exemplo quando troquei de carro a uns anos atras, fiquei super feliz enquanto estava procurando qual carro comprar, porém quando chegou a hora de pagar fiquei pensando: “Poxa esse dinheiro poderia estar indo para as ações, iria aumentar um bocado a minha taxa de aportes no ano”. Isso me deprimiu de certa forma, e aquela euforia que estava sentido foi embora muito rápido.

Um exemplo parecido foi quando comprei o iMac, fiquei chateado por ter gasto tanto dinheiro em um computador, sendo que existia alternativas mais em conta, porém depois de um tempo com ele, havia dito pra minha esposa que estava satisfeito com a compra, pois o Mac era fantástico, não tinha nem comparação com o windows. Mesmo que triste num primeiro momento, depois eu fiquei feliz por ter gastado aquele dinheiro em um produto que me trouxe satisfação. O mesmo ocorreu com o carro, sou muito satisfeito com o carro que comprei e não me arrependo hoje de ter desembolsado a grana pra trocar.

Um dia escutando o Cocatech consegui ligar os pontos quando ele disse uma frase bem emblemática: “GASTE DINHEIRO AONDE VOCÊ GASTA TEMPO

Conheço pessoas que gastam 400 ou 500 reais num restaurante para comer por 1 ou 2 horas e usam um computador horrível, sendo que o indivíduo passa no mínimo umas 5 ou 6 horas do dia utilizando esse computador.  Por isso que não poupo esforços em despender recursos aonde eu passo a maior parte do meu tempo, pois é isso que vai me trazer satisfação no final das contas.

Por fim deixo um pedido de desculpas a você leitor, por estar tomando seu tempo com um assunto de impressão tão pessoal. Particularmente pensei duas vezes em retirar esses parágrafos acima, mas acabei desistindo por entender que um blog não deve ser apenas um instrumento de compartilhar números e dicas, mas também um canal de estreitarmos a relação, acredito que muitos não seguem o Viver de Dividendos apenas pelo fato de seguir, certamente existe uma afinidade que vai se estreitando cada vez mais quando vocês vão conhecendo um pouquinho da pessoa por traz do Viver de Dividendos.

Sem mais delongas, vamos aos destaques do mês:

  • Paraguai: Não contabilizei no orçamento por ser um gasto muito não recorrente, para não distorcer no futuro o gráfico de despesas por categorias. Nesse mês desembolsei R$12k para comprar dólares para minha viagem que vai ocorrer em novembro, esse gasto manteve o meu aporte no mês de outubro no nível mínimo e provavelmente em novembro também. Além dele ainda tive gastos extra na empresa por conta da Joint Venture que estou fazendo o que acabou comprometendo um pouco o caixa da empresa e não permitiu que fizesse uma retirada extra em outubro/novembro, mas acredito que já em dezembro consiga voltar os aportes aos níveis normais.
  • Despesas gerais: Essa categoria teve um aumento de 42% por conta de uma viagem que fiz no final de semana com a esposa e a minha filha, foi coisa pequena pra um local all-inclusive mas que comeu quase 1k, isso acabou elevando bastante o gasto no mês. De certa forma me senti culpado por estar gastando tanto dinheiro comigo e acabei bancando essa viagem para tirar um pouco o peso da consciência, foi algo pequeno mas acho que eu pra elas entenderem a mensagem no fim das contas. O lado positivo nessa categoria foi que passei a gastar menos com a minha filha, parece que agora os gastos com ela vai se estabilizar em algo entre 300 a 500 reais por mês, vamos ver se vai se manter nesses patamares nos meses vindouros.

despesas outubro 2015
Acima o gráfico gerado pelo YNAB as categorias de despesas são detalhadas na tabela a seguir sendo a ordem de baixo pra cima do gráfico.

Esse mês consegui investir apenas 2k em ações, isso equivale a 20,39% da minha renda mensal.

Veja abaixo um resumo do meu orçamento nesse mês e acompanhe os outros meses:

Receitas
Descrição Valor
Lucro empresa  11.024,12
Dividendos  509,57
Total 11.533,69
Despesas
Descrição Valor
Alimentação
 1.500,43
Automóvel
1.837,46
Casa
2.316,89
Compras diversas
152,94
Despesas gerais
2.596,26
Utilidades
1.077,08
Total
 9.182,31

Entenda como é o meu plano de contas.

Utilizo o método do YNAB para controlar minhas finanças pessoais, veja neste post aqui onde explico mais sobre o método.

22 thoughts on “Receita e despesas: Outubro 2015

  • 12 November 2015 at 12:24
    Permalink

    É verdade, gastar dinheiro onde vc gasta mais tempo. Fico no computador de 10 a 12 horas por dia, então precisaria ter uma máquina top. Estou pensando em comprar um desktop, mas sou tão pão-duro que estou achando caro pagar 3.000 reais em um Core I7 com 16 G de RAM. rs

    Reply
    • 12 November 2015 at 19:03
      Permalink

      só nao esquece de colocar um SSD porque é mandatório nos dias de hoje, depois que começar a usar não vai parar mais, mas parece ser uma puta maquina essa configuração que você passou.

      Reply
      • 13 November 2015 at 13:34
        Permalink

        Puta não é não, mas é a melhor que achei abaixo dos 3K que é o que eu quero pagar, mas já vai ser melhor do que meu notebook atual que é I5 com 6G de RAM.
        Estou achando os SSDs tão caros. Dizem que tem vida útil reduzida, número de gravações, pessoas orientam nem mandar desfragmentar porque vai gastar gravação a toa, é verdade?
        A máquina que estou querendo comprar é esta, nunca comprei computador pela internet, será que vale a pena?
        http://www.americanas.com.br/produto/10756928/computador-3green-triumph-fortress-desktop-intel-core-i7-3.6ghz-8gb-ddr3-hd-2tb-hdmi-dvd

        Reply
        • 13 November 2015 at 13:36
          Permalink

          Ah, não estou achando máquina com 16G de RAM abaixo de 3.000. Acho que vou comprar com 8 mesmo e depois coloco mais 8. Depois coloco um SSD também, esperar abaixar de preço.

          Reply
          • 13 November 2015 at 18:57
            Permalink

            só ficar atento se a placa Mãe vai ter slot sobrando pra mais memória

        • 13 November 2015 at 18:56
          Permalink

          SSD pra servidor costuma ter uma vida um pouco mais curta porque tem uma taxa de escrita mais elevada, mas pra residência vc consegue usar aí por uns 7 ou 8 anos usando bastante mesmo, pelo menos é isso que tenho acompanhando nos sites especializados, tinha lido um artigo do stackoverflow muito bom sobre SSD mas acabei não salvando o link e nunca mais achei o artigo

          aqueles que jogam ou usam o pc para desenvolvimento ou algo de alto desempenho é mandatório o SSD faz muita diferença, mas até do que vc colocar um processado melhor, o grande gargalo hoje em hardware é o HD, como não da pra ter uma maquina de 200gb de memória RAM o jeito é partir para o SSD mesmo, mas sim o custo ainda é bem elevado, talvez um de 128gb pra rodar o SO e pasta do usuário

          eu iria montando as pecas ao pouco, o problema desses pcs ja montados q vc não sabe qual a marca da memória ou da placa Mãe, vc acaba tendo pouco poder de escolha e se tratando de desktop PC o conjunto da opera conta bastante no resultado final, tem muito tempo que não mexo com PC mas na época lembro que as marcas de placa Mãe que valiam a pena era Intel e Gigabyte, hoje nem sei mais se ainda está nesse nível

          um maquina dessas é pra durar anos melhor gastar um troco a mais e depois não se estressar com desempenho, no final das contas ao longo dos anos o custo acaba compensando o retorno, ainda mais q vc usa bastante

          Reply
  • 8 November 2015 at 14:30
    Permalink

    Uma duvoda nao relacionada ao post quee surgiu, no caso das acoes americanas em media quantos elas pagam em dividendos? Em porcentagem… mimha duvida é saber se aplicar nos USA vai proteger a gente da inflacao aqui no brasil…

    Reply
    • 8 November 2015 at 22:09
      Permalink

      Olá Felippe

      depende de cada empresa, cada uma tem um perfil, eu não gosto de empresas que pagam muito dividendos pois assim elas não conseguem crescer, gosto de empresas que pagam dividendos crescentes, dê uma olhada aqui.

      sobre a inflação fica tranquilo pq vc estará comprando em dólar, se a inflação subir a regra é que o dólar vai subir junto, ou seja vc vai ganhar mais com a variação cambial e se vc tiver empresas estratégicas pode ainda ganhar com a inflação pq os lucros das empresas sobrem junto.

      Reply
  • 4 November 2015 at 19:28
    Permalink

    VD, compartilho do mesmo sentimento, me sinto muito mal quando gasto meu dinheiro suado com coisas supérfluas. Achei que eu era o único rs. Um abraço!

    Reply
    • 6 November 2015 at 04:58
      Permalink

      Olá Rafael

      eu também, mas parece que não estamos sozinhos no barco, muita gente me mando mensagem dizendo que também se enquadram nesse mesmo perfil rsrsrsrs

      Reply
  • 4 November 2015 at 18:08
    Permalink

    Olá, VD.
    O que você acha da MPLU3?

    Reply
    • 6 November 2015 at 04:57
      Permalink

      Olá Renan

      tem números redondos, mas o que pega nela pra mim é o controlador, veja quem é o controlador e depois reflita se ele tem histórico de boa governança, a empresa fica muito dependente das operações do controlador, se eu fosse entrar entraria com uma posição muito pequena pra diluir muito o risco, enfim na minha opinião tem outros files com bem menos riscos.

      Reply
  • 4 November 2015 at 03:22
    Permalink

    Penso o mesmo que você!kkk estava pensando um comprar um carro (simples) mas 5 minutos depois desisto completamente da ideia. As vezes tenho vontade de montar um escritório pra mim (em casa) ou gastar dinheiro com outra coisa, mas depois desisto. O lado positivo disso tudo é que eu realizo meus maiores sonho colocando metas, mesmo que dure de 1 a 10 anos. Mas realizo!

    Abs!

    Reply
    • 6 November 2015 at 04:54
      Permalink

      Olá TI

      Valeu pela força e por compartilhar sua experiência, o importante é o patrimônio crescer !

      Reply
  • 3 November 2015 at 04:33
    Permalink

    Viver de Dividendos,

    Passo pela mesma situação que você quando se trata de gastar. Sempre antes de uma compra eu reflito se valerá a pena. Este domingo passou no Fantástico o caso de um cara que é consumista, eu sou totalmente o oposto. Não sinto prazer algum em sair por aí torrando dinheiro. Mas é claro, como você bem disse é necessário buscar um equilíbrio.

    Se aceitar uma sugestão, publique sobre assuntos pessoais quando achar que vale a pena. É muito legal para fazer os leitores refletirem, aprenderem e discutirem o assunto.

    Boa sorte na sua jornada.

    Abraço.

    Reply
    • 3 November 2015 at 05:45
      Permalink

      Olá IA

      Valeu pelo apoio, quando o habito de economizar está instaurado é muito difícil lutar contra ele. Não assisto TV mas acredito que o jornal deve ter mostrando aqueles perfis extremistas, mas infelizmente essa é a realidade de muitos no país.

      Eu trabalho diretamente com muitos empresários do ramo do varejo e já vi, porém agora com a crise estou vendo ainda mais, muitos empresários que estão levando seus negócios a falência por conta de não terem o habito de gastar menos do que ganham. Muitos querem viver um padrão de vida que não lhes é compatível, veja que não são pessoas sem instruções financeiras, são pessoas que tocam o próprio negócio.

      Com o momento atual, onde a situação está cada vez mais complicada, isso se torna mais visível.

      No mais, bons investimentos

      Reply
  • 2 November 2015 at 20:37
    Permalink

    Obrigado por compartilhar. Devo dizer que eu mesmo sinto uma dor no peito quando gasto meu dinheiro com coisas efêmeras. “GASTE DINHEIRO AONDE VOCÊ GASTA TEMPO”: boa dica!

    Reply
    • 3 November 2015 at 05:29
      Permalink

      Olá Bruno

      Valeu pela força e é bom saber que não estou sozinho nesse barco rsrsrs

      Reply
  • 2 November 2015 at 16:29
    Permalink

    Fala viver de dividendos tudo bem?
    Seus gastos parecem estar sobre controle, geralmente o que pesa mais no orçamento não é nem a questão dos não recorrentes.
    Será com certeza o repasse nos impostos no proximo ano , esta tabela vai lhe dar uma noção exata de como este aumento vai impactar as diferentes categorias.
    Por exemplo em minha tabela: Alimentação subiu uns 20%, Luz subiu mais de 70%, IPTU aguardando para ver, Reajuste do aluguel, reajuste do condominio, rejuste do seguro vai impactar brutalmente minhas receitas.
    Outra questão a se analisar o brasileiro médio não consegue repasse da inflação em seus salários: Exemplo 10% sendo que a inflação real é 20% ou 25%.
    Aumentar receitas implica quase sempre em mais trabalho e mais stress dependendo de sua aréa de atuação não é facil aumentar receitas.
    Outra questão que devemos ficar de olho é na desvalorização da moeda: Quanto mais desvaloriza mais complicado fica para quem depende de viagens etc.
    Ou sejá o cambio vai impactar quem depende de viagens, aconselharia fazer um hedge em dolár caso dolár de uma arreficida em algum momento.
    Outra questão que devemos ter em mente caso a CPMF for aprovado com certeza pode encarecer toda cadeia produtiva, além da questão da inflaçaõ fora de controle teremos produtos repassando este imposto em sua cadeia produtiva, gerando mais inflação.
    Quem depende de transações: Vai perder bastante dinheiro!
    Resumo da obra: O governo fodeu fodeu bonito as contas públicas e agora quer repassar a conta para o setor produtivo tambem para o consumidor, porem tal artiminha já vem sendo usada a muito tempo de tal modo que chegamos ao estrangulamento da carga tributaria.
    Se não me falha a memoria CPMF antigo foi substituida pelo IOF ou sejá apenas mudou o nome agora ela volta com o nome real CPMF.
    A formula é sempre a mesma! deu merda cria imposto e manda a conta para o setor produtivo consequentemente o povo.
    Como aprendemos nos manuais de teoria economica baseada na matematica e não no achismo como a porcaria maxista..
    Estamos chegando em ponto sem volta: Aonde teremos ou que reduzir o tamanho do estado ou virar bolivia e argelixo.
    Olha o que aconteceu com ambev: Que esta ameaçando fechar fábricas em são paulo…
    Já é de prache que os tubarões de mercado estão dando prioridade em operar seu portfolio fora do pais de origem.

    Reply
    • 2 November 2015 at 20:22
      Permalink

      Olá MD

      Muitos dos pontos que você colocou estão no post que está no agendamento pra quinta, depois se poder dê uma olhada no vídeo do post que vai perceber que o cara fala com outras palavras mas nessa mesma linha que você colocou no seu comentário.

      A questão principal no momento é o fato do trabalhador assalariado não conseguir remarcar o seu salário junto com a inflação real, se o indivíduo não tiver uma outra fonte de renda vai perder muito poder de compra com essa inflação, e já está mais do que claro que o governo abandonou as metas de inflação a muito tempo, portanto não adianta esperar que ela vá parar de crescer, porque não vai.

      Hoje pra se viver no Brasil e ter um bom padrão de vida é fundamental para o indivíduo ter um empreendimento. Presto serviço para o comercio e atendo vários estabelecimentos onde o dono tem um emprego fixo de carteira assinada e mantém um negócio em paralelo, geralmente não é algo grande, são micro empresas que dá ali pra ele liquido 3 a 4k por mês, a intenção não é viver daquilo, mas usar como mais um instrumento gerador de renda.

      Olhando nesse gancho nos investimento por isso prefiro empresas de crescimento de dividendos porque elas conseguem remarcar os produtos a níveis acima da inflação, isso permite com que paguem dividendos a mais que o ano anterior por vários anos consecutivos. A ideia é aplicarmos esse conceito que as empresas de crescimento de dividendos utilizam na nossa vida pessoal.

      Sobre a CPMF, se vier, apesar de que acho pouco provável que o governo consiga aprovar tal lei, dado a sua base ridiculamente fraca no congresso, ela não afetaria apenas aqueles que fazem transações, mas toda a cadeia produtiva, pode ter certeza que seria um custo a mais para a população porque não existe imposto pago, existe imposto repassado.

      Enfim o cenário não está muito animador para os próximos anos, vai ser desafiador manter uma taxa de crescimento nas receitas as contas dentro do limite.

      Reply
  • 2 November 2015 at 15:58
    Permalink

    Concordo totalmente. Tem gente que acha que quem gerencia seu dinheiro, conhecidos no nosso país que tem 0 de educação financeira, como mão de vaca. A questão é que um bom gerenciador, gasta bem o seu dinheiro. Não do tipo “economista chato” que vem com aquelas fórmulas mirabolantes do tipo, se você não tomar café 20 dias por mês, em 20 anos você terá economizado…. mas tem que dar uma dosada, tem que dar uma planejada nos gastos. Agora, planejou, traçou uma meta, aquilo vai te trazer um custo x benefício bacana… então gaste feliz.

    Reply
    • 2 November 2015 at 20:05
      Permalink

      Olá Rodolfo

      Geralmente esses que nos rotulam de mao de vaca são os que estão mais ferrados, com cartão e cheque especial estourado.

      Reply

Deixe o seu comentário: