NYSE: Vendas Janeiro 2016 – BAX – BXLT

Baxalta-e1438764547311Vocês sabem que eu não sou aquele investidor que gosta de ficar girando patrimônio, tanto que a ultima vez que vendi uma empresa da minha carteira foi em abril do ano passado. O que eu sempre digo por aqui é que patrimônio é igual sabão quanto mais você mexe mais ele diminui.

Isso não quer dizer que devemos comprar e esquecer, longe disso… faço um monitoramento constante dos resultados das empresa no qual tenho posição e se achar que a empresa piorou e não tem perspectivas futuras muito boas, simplesmente coloca a venda e parto para outra.

Quando comecei a montar minha carteira no exterior, sabia que as chances de errar eram tremendas, primeiro por não ter muito experiência em analisar empresas americanas, depois por não conhecer tão bem o mercado quanto conheço aqui na BVMF, enfim para diluir esse risco optei por uma carteira bem mais diversificada.

Inclusive recomendo se estiver montando uma carteira no exterior diversifique bastante nesse primeiro momento, não se preocupe a principio em obter grandes retornos, mas sim inicialmente em proteger o seu capital, depois você volta com calma e vai passando o pente-fino naquelas que você considera mais fracas, alias estendo essa recomendação a todos os investidores iniciantes tanto os do exterior quanto os que estejam iniciando uma carteira por aqui nas terras tupiniquins.

Esse ano resolvi dar uma reavaliada nas minhas posições na bolsa de Nova York, meu principal critério para sair de uma empresa é quando uma empresa de crescimento de dividendos corta os dividendos. Quanto a isso não tem desculpa a empresa pode ser o que for que eu vou retira-la da carteira.

A Baxter quando comprei estava com uma taxa de crescimento de dividendos de 8 anos consecutivos, acontece que no meio do ano ela anuncio um Spin-off e após isso os dividendos foram cortados.

O que é um spin-off?

De grosso modo spin-off é quando uma empresa anuncia uma divisão, digamos que a empresa tenha dois ramos de atuação e se divide em duas empresas distintas, com CEOs e sedes separadas. Quando a empresa vai crescendo muito ela costuma fazer vários spin-offs.

Pra quem nunca passou por um spin-off vou mostrar na pratica como funciona.

Em junho de 2015 eu tinha 13 ações da Baxter que valiam cada $69,93 a preço de mercado ou seja $909,09. No mês seguinte em julho de 2015 eu passei a ter 13 ações da Baxter que agora valiam $40,08 isso daria $521,04 e recebi na minha conta da corretora 13 ações da Baxalta código BXLT que valiam a mercado $32,83 isso daria $426,79. Somando fiquei no final com $947,83 provavelmente uma pequena valorização no preço das ações.

A Baxter anunciou que se dividiria em BAXALTA – BXLT que basicamente ficaria com a parte renal. Pra quem não conhece a Baxter ela tem duas fontes principais de receitas a primeira e que corresponde pela maior parte da receita é a hospitalar, onde ela vende insumos para hospitais já a segunda é a renal que vende produtos no mercado biofarmacêutica.

saupload_baxter-at-a-glance

Baxter ficou com a parte hospitalar ou seja 60% da receita. O setor de produtos hospitalares era o que apresentava a menor taxa de crescimento, nada mais natural, nesse setor os hospitais dificilmente trocam de marca, então acaba gerando uma certa estabilidade e previsibilidade nas receitas, isso faz parte do jogo.

Ocorre que nos últimos anos a Baxter vinha perdendo clientes importante para a concorrência, parte pela má administração e em parte por vários problemas que tiveram nos seus produtos o que corroeu um pouco sua imagem no mercado.

Para aqueles que se interessarem pelo setor podem dar uma olhada nos concorrentes que estão tomando espaço da Baxter como B.Braun e Hospira (HSP) ou Becton Dickinson (BDX).

Uma vez que você perde clientes importantes nesse ramo é muito difícil recupera-los. Isso tudo somou na hora da minha decisão, a empresa teria que lidar com o spin-off e todos os contratempos que ele traz, além de se preocupar com o seu core-busnisses que não estava lá muito bem.

bxlt

Baxalta por outro lado parecia uma oportunidade interessante, a empresa ficou com 40% da receita da Baxter porém esses 40% de receita geravam 60% de lucro da Baxter, o setor de produtos hospitalares tem uma margem bem mais apertada que o setor de biofarmacia, isso pra mim foi um ponto a favor da Baxalta.

O problema na Baxalta era que ela vinha enfrentando dificuldades na demanda, por incrível que pareça ela precisava de vender mais e não conseguia produzir, tanto que a empresa já está anunciando a criação de um laboratório se não me engano na Dinamarca,  e um upgrade nas fabricas em solo americano.

Isso vai demandar grandes investimentos pela frente e provavelmente irá impactar o fluxo de caixa de dividendos, esse também é um dos fatores que me fizeram sair da Baxalta, não sabemos qual vai ser a política de dividendos da empresa, isso não foi anunciado pela administração. Mas o fato é que eu tenho priorizado empresa de crescimento de dividendos com mais de 5 anos e pelas incertezas da Baxalta não se encaixaria nesse perfil.

As empresas estão passando por dificuldades, mas não vejo esses dois casos como horríveis, acho que elas tem boas oportunidades pela frente, ambas tem oportunidades de reverter esse quadro, apesar de que o cenário está bem mais favorável para a Baxalta, se tivesse que apostar em uma das duas minha escolha seria a BXLT, mas enquanto isso vou assistir de fora e migrar o meu capital para outras empresas.

Meu pesar era que essa atitude eu tinha que ter tomado no ano passado quando fiquei sabendo do corte de dividendo, porém por pura procrastinação de pra parar e olhar os dados acabei empurrando com a barriga, a coisa boa foi que nesse meio tempo a BXLT deu uma valorizada de 25% enquanto que a BAX caiu 8% no balanço geral foi positivo.

Além disso dei uma remodelada nos meus objetivos de distribuição da carteira.

Venda realizada em 28 de Janeiro de 2016

Venda de Janeiro de 2016 na bolsa de New York
Empresa Código Qtde
BAXTER INTL INC  BAX  13
BAXALTA INC BXLT 13

Já atualizei a minha carteira com essa venda.

 

Julho de 2015 – Dividendos recebidos

divEsse é o meu assunto favorito no blog, falar sobre recebimentos de dividendos é muito bom, de certa forma cada mês que escreve artigos como esse é como se fosse dado mais um passo rumo a independência financeira. Chega a ser fantástico se levarmos em consideração que esse montante que estou a receber nesse mês é fruto de uma ação que tomei no passado e que vai me beneficiar por anos trazendo um retorno passivo.

Os dividendos desse mês vieram relativamente abaixo comparando com o mês anterior, mas está se mantendo acima da média mensal estipulada no inicio do ano. Praticamente não teve nenhum dividendo em ações na BVMF e na bolsa de NYSE tive uma quantidade razoável de empresas pagando dividendos, não tanto quanto o mês passado mas também não veio tão ruim quanto foi em fevereiro.

Os destaques do mês foram:

Tinha feito uma estimativa de LPA para esse ultimo balanço de 0,92 enquanto os analistas apostaram em 0,60 a empresa conseguiu superar as expectativas performando US$ 1,00. Você deve estar se perguntando: Mas se superou as expectativas porque foi negativo? Bem esse resultado mostra uma queda de 21% nos lucros comparado ao trimestre de 2014 e uma queda de 9% na receita performando 3.893 bilhões de dólares.

Esse resultado fraco foi motivado por uma queda nas vendas globais em 6%, pra entendermos melhor temos na Baxter dois setores principais o BioScience e o Medical, sendo o primeiro a queda foi de 2% com 1,4 bilhão de receita, no mercado americano teve até um crescimento de 6% na receita mas o mercado internacional está bem competitivo e também tem aí o peso da valorização cambial isso fez com que o resultado fosse bem negativo.

baxter

 

O dólar está muito forte comparado a outras moedas, bem ele lá fora não está tão valorizado quanto aqui no Brasil essa valorização aqui está fora do padrão internacional e está sendo motivado por outros fatores, mas enfim voltando à Baxter de modo geral não só ela mas como todas as empresas americanas que tenham forte presença global estão sofrendo com esse dólar forte, tenho percebido isso em diversas empresas que tenho na carteira, como investidor não tem muito o que fazermos contra isso, faz parte do jogo.

Apesar do fraco resultado temos uns pontos positivos que foi a redução nas despesas operacionais em mais de 100 milhões dos 300 milhões prometidos pela diretoria para esse ano, ou seja 1/3 já foi cumprido, agora é acompanhar e ver se vão conseguir bater o restante da meta no ultimo semestre.

Além disso temos o spin-off da Baxter, bem a empresa embolsou uma boa grana no spin-off e de acordo com o Bob (CEO) o dinheiro será usado para diminuir a divida da empresa, pra mim apesar de controlada é sempre bom diminuir e o restante deve colocar em recompra de ações. A redução da divida de acordo com o Bob vai abrir espaço para empresa capitalizar novamente e talvez no futuro fazer alguma aquisição no mercado, ele não deu detalhes, mas pelos comentários que fez, parece que eles estão preparando alguma coisa nesse sentido.

O spin-off gerou a Baxalta o código já ficou disponível no meu home broker, inclusive saiu uma noticia interessante hoje a Shire anunciou que queria comprar a Baxalta por 30 bilhões a Baxter anunciou que recusaria a venda e as ações da Baxalta foram pras alturas, deem uma olhada na noticia chegou a subir 12% só hoje.

Pra quem não sabe o que é um spin-offs só continuar a acompanhar que devo fazer um post esse mês ainda explicando mais sobre o assunto e como fazer o recalculo do PM, declarar no IR, enfim continuem por perto.

Pra finalizar Bob anunciou que vai deixar a presidência da empresa e vai passar o bastão para outro CEO. Ainda não tem nomes porque ele está aguardando maturar o spin-offs mas o conselho de administração já vem sondando nomes, mas isso deve ocorrer só em 2016.

Junho de 2015 - Dividendos recebidos na BVMF
Ativo Cód Valor
FII AG CAIXA AGCX11 R$ 31,20
FII BB PRGII BBPO11 R$ 21,64
FII BMBRC LC BMLC11B R$ 21,29
FII BC FUND BRCR11 R$ 29,29
FII CX CEDAE CXCE11B R$ 15,24
FII MTGESTAO DRIT11B R$ 19,68
FII OURINVES EDFO11B R$ 13,13
FII GALERIA EDGA11B R$ 48,34
FII EUROPAR EURO11 R$ 41,60
FII ANH EDUC FAED11B R$ 19,87
FII RIOB RC FFCI11 R$ 14,51
FII RB CAP I FIIP11B R$ 14,63
FII S F LIMA FLMA11 R$ 44,08
FII CSHGSHOP HGBS11 R$ 40,20
CSHG JHSF PRIME OFFICES  HGJH11 R$ 9,10
FII CSHG LOG HGLG11 R$ 24,80
FII HG REAL HGRE11 R$ 31,42
MAXI RETAIL  MAXR11B R$ 19,27
FII D Pedro PQDP11 R$ 4,80
FII Hotel Maxinvest HTMX11B R$ 33,55
FII RBPRIME1 RBPR11 R$ 2,01
BANCO BRADESCO SA BBDC3 R$ 44,95
ODONTOPREV ODPV3 R$ 3,18
Total   R$ 547,78
Junho de 2015 - Dividendos recebidos na NYSE
Ativo Cód Valor
Baxter BAX US$ 4,73
COCA COLA KO US$ 5,77
WALT DISNEY DIS US$ 3,70
GENUINE PARTS GPC US$ 3,44
GAP GPS US$ 2,74
CHUBB CB US$ 2,79
Total  R$ 71,83 US$ 23,17

Total Geral: R$ 619,61

  • Dólar utilizado para conversão: R$ 3,10 (veja aqui)
  • Valores de dividendos das ações de NYSE já são declarados como líquidos, ou seja considerando o imposto de renda.

Acompanhe na pagina com as atualizações dos rendimentos mensais e veja como anda a evolução da minha carteira.

Veja como funciona os dividendos no EUA.

Conforme anunciado nesse post resolvi fazer um Trade de Valor com a ação da Manhattan Associates Inc. Abaixo a tabela com as operações de compra e os respectivos ganhos/perdas:

Trade de Valor: Manhattan Associates Inc - MANH
DATA QTDE PREÇO COMPRA GANHO US$ GANHO R$ GANHO % US$ GANHO % CAMBIAL
09/02/2015 73 48,99 1.281,88 4.473,76 35,84 47,93
09/03/2015 66 49,90 1.098,90 3.835,16 33,37 41,00
27/04/2015 33 54,55 396,00 1.382,04 22,00 23,92
11/05/2015 39 53,09 524,94 1.832,04 25,35 29,49
13/07/2017 38 61,32 198,74 693,60 8,53 9,54
         
         
         
TOTAL 249 52,49 3.500,46 12.216,61 26,78 32,19
Janeiro de 2015 – Dividendos recebidos

Janeiro de 2015 – Dividendos recebidos

totvsPrimeiros dividendos recebidos no ano e a carteira teve um crescimento considerável.

Comparado ao ano anterior esse mês de janeiro teve um aumento de 345% eu sei que não dá pra comparar meses isolados porque pode haver discrepâncias, mas independente do resultado fiquei satisfeito porque parece que pelos números estou seguindo o caminho certo.

Ainda tem alguns ajustes a serem feitos na minha carteira de ações brasileiras, coisa que devo fazer nesse primeiro semestre do ano e depois no segundo semestre revisar minha carteira de ações de New York para retirar algumas empresas que não tiveram bons resultados.

Os destaques do mês foram:

  • Totvs – TOTS3: Pra mim uma das melhores empresas no mercado brasileiro, não apenas pelo que já apresentou, mas muito pelo que pode fazer, a empresa tem um grande mercado tanto a nível nacional quanto a nível internacional. A TOTVS mudou nesses últimos anos o seu modelo de negócio, focando em vender subscrição aos novos clientes, uma boa estratégia pois vai trazer mais segurança para o caixa da empresa, talvez por isso temos visto a voracidade da empresa em abocanhar os concorrentes, só nesse ultimo ano foi a CiaShop e Virtual Age sem contar as outras 4 compras em 2013. A empresa já está a mais de 5 anos com pagamentos crescente de dividendos o que pra mim é excelente demonstrando a competência da administração num cenário em que muitas outras empresas do mercado estão com dificuldades.totvs modelo contrato
  • BAXTER INTL INC – BAX: A empresa anunciou que até o  meio do ano irá realizar o spin-off que haviam declarado ano passado, irá se dividir em duas empresas a primeira se chamará BAXALTA, será a divisão de biofármacos para o tratamento de hemofilia e outros distúrbios hemorrágicos. Está divisão representa cerca de 43% de receita da empresa. A segunda empresa será a divisão de produtos médicos que continuará com o nome de Baxter e representa os outros 57% de receita. Apesar da Baxalta ter uma receita menor tem um retorno e uma margem de segurança maior que a divisão de produtos médicos que enfrentar forte concorrência mas que por sua vez tem um crescimento bem maior que a Baxalta. Os acionistas da empresa receberão a mesma quantidade de ações na nova empresa, livre de impostos e os preços serão splitados.

Vou aqui levantar um ponto meio fora do post mas que vale a observação. Esse mês precisei de responder a duas eleições no mercado americano, uma para a Visa (V) e outra para a Emerson (EMR) em ambas tiveram varias pautas. Eu achei muito bom esse método que o mercado americano abre para os investidores poderem votar na escolha dos diretores, na aprovação das contas, nos planos de remuneração da diretoria e bonificação para os funcionários parece até uma versão melhorada dos FIIs brasileiros. O melhor de tudo que você pode votar sem precisar de sair de casa, na conta da corretora entra um link onde você é direcionado para o formulário como o que coloquei abaixo e você tem as opções de escolher no lado direito (eu cortei essa parte propositalmente) onde você determina em quem você quer votar ou se aprova ou não determinada situação.

vote visa

Nessas horas que fica claro o quanto a nossa bolsa está distante da bolsa americana e o pior que isso é uma coisa tão simples de se fazer, mas que geraria um grande beneficio principalmente para nós pequenos investidores e ainda não entendi até hoje por que ainda não fizeram isso, principalmente no caso dos FIIs onde o cotista tem que ficar indo em assembleia, isso é coisa do século passado hoje existe internet todas as votações deveriam ser on-line como é no mercado americano.

Janeiro de 2015 - Receita com dividendos BVMF
Ativo Cód Valor
FII AESPAR AEFI11 R$ 15,98
FII AG CAIXA AGCX11 R$ 14,60
FII BB PRGII BBPO11 R$ 21,64
FII BMBRC LC BMLC11B R$ 14,09
FII BC FUND BRCR11 R$ 29,29
FII CX CEDAE CXCE11B R$ 15,15
FII MTGESTAO DRIT11B R$ 19,68
FII OURINVES EDFO11B R$ 11,12
FII GALERIA EDGA11B R$ 17,19
FII EUROPAR EURO11 R$ 35,10
FII ANH EDUC FAED11B R$ 19,78
FII RIOB RC FFCI11 R$ 15,09
FII RB CAP I FIIP11B R$ 13,93
FII S F LIMA FLMA11 R$ 43,27
FII CSHGSHOP HGBS11 R$ 40,00
CSHG JHSF PRIME OFFICES  HGJH11 R$ 9,40
FII CSHG LOG HGLG11 R$ 72,80
FII HG REAL HGRE11 R$ 72,20
MAXI RETAIL  MAXR11B R$ 12,48
FII D Pedro PQDP11 R$ 5,28
FII RBPRIME1 RBPR11 R$ 106,87
AMBEV ABEV3 R$ 38,42
BRADESCO BBDC3 R$ 3,20
ODONTOPREV ODPV3 R$ 2,51
TOTVS TOTS3 R$ 20,49
Total   R$ 669,56
Janeiro de 2015 - Receita com dividendos NYSE
Ativo Cód Valor
BAXTER INTL INC  BAX  U$ 4,73
CME GROUP INC CME U$ 15,40
Total  R$ 53,75 U$ 20,13

Total Geral: R$ 723,31

  • Dólar utilizado para conversão: R$ 2,67 (veja aqui)
  • Valores de dividendos das ações de NYSE já são declarados como líquidos, ou seja considerando o imposto de renda.

 

Acompanhe na pagina com as atualizações dos rendimentos mensais e veja como anda a evolução da minha carteira.

Veja como funciona os dividendos no EUA.

Compra NYSE Abril 2014 – BAX

Desde o inicio do ano venho estudando um pouco o mercado americano para ter mais uma opção de diversificação, porque vai que a bolsa no Brasil:

explosao-da-bomba-atomica-wallpaper-11266

 

Em alguns posts atras eu mostrei como abrir conta numa corretora nos Estados Unidos, depois de aberto a conta vamos partir para a compra dos ativos, vinha namorando alguns ativos por um tempo então depois de fazer um estudo inicial das empresas comecei a efetuar as minhas compras, meu foco tem sido empresas já consolidadas no mercado americano e internacional, como as Blue Chips que temos aqui no Brasil, claro que como aqui tem empresas que não são lucrativas, por isso tive que fazer uma analise inicial para saber se a empresa está passando por dificuldades ou se tudo ocorre como o esperado.

As compras foram:

Baxter International – BAX – 13
Chevron Corp – CVX – 11
HSBC HLDGS – HSBC – 19
Wells Fargo & CO NEW – WFC – 20

Minha carteira já foi atualizada com essas compras você pode conferir nesse link.

Como essas empresas são pouco comentadas por aqui eu resolvi separar um post para cada uma assim ficaria melhor de comentar os números e não deixaria esse artigo demasiadamente grande.

Baxter International – BAX

Baxter é uma empresa que desenvolve, fabrica e comercializa remédios para centros médicos, hospitais, casas de reabilitações e farmácias especializadas, Read more

Baxter International – BAX

baxterBaxter International é uma empresa de Delaware fundada em 1931. É uma empresa diversificada de saúde. Através de suas subsidiárias, desenvolve, fabrica e comercializa produtos que salvam e sustentam a vida das pessoas com hemofilia, doenças imunológicas, doenças infecciosas, doenças renais, trauma e outras condições médicas crônicas e agudas. A Companhia aplica uma combinação de dispositivos médicos, produtos farmacêuticos e biotecnologia para criar produtos. Estes produtos são utilizados por hospitais, centros de diálise do rim, lares de idosos, centros de reabilitação, consultórios médicos, laboratórios de pesquisas clínicas e médicos, e por pacientes em casa sob supervisão médica.

A Companhia tem a sua própria força de vendas direta e também faz vendas através de distribuidores independentes, atacadistas que atuam como agentes de vendas e farmácias especializadas ou outros fornecedores alternativos.

A Companhia enfrenta concorrência significativa em cada um dos seus segmentos de empresas de saúde e farmacêuticas nacionais e internacionais de todos os tamanhos. BioScience continua a enfrentar concorrentes de biotecnologia, farmacêuticas e outras empresas. Produtos médicos enfrentam uma concorrência forte de fabricantes de remédios de empresas farmacêuticas.

As operações da Companhia e muitos dos produtos fabricados ou comercializados pela Companhia estão sujeitas a extensa regulamentação por vários órgãos do governo, dentro e fora dos Estados Unidos.

 

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a Baxter…

*Valores em U$