Controle de gastos e receitas: Janeiro 2017

Ter um controle de gastos e receitas é fundamental para se alcançar a independência financeira. A ideia do blog não é apenas servir como um diário de bordo, mas sim também, ser uma fonte de inspiração para aqueles que estão começando a trilhar esse caminho.

Ter uma boa taxa de poupança é o principal fator para o sucesso da sua independência financeira. Esse é o único atalho para encurtar esse caminho. A taxa de poupança, nada mais é do que o valor que você consegue economizar por mês depois de pagar todas as contas.

Acima mostramos os gastos e receitas do mês gerado pelo Bankitivity o app que utilizo para controle financeiro. Veja abaixo um resumo do meu orçamento nesse mês e acompanhe os outros meses:

Casa

Foi minha maior despesa, isso por conta do aluguel que sozinho corresponde a 4.300 leve-se em conta que em Frankfurt o aluguel já vem com tudo incluso. Isso seria agua, luz, internet, diarista, muitos podem achar um pouco caro num primeiro momento, mas faça as contas de todos esses gastos que você paga mais um aluguel numa capital brasileira e veja se num vai ficar próximo.

Detalhe que o meu AP é bem localizado ficava a 2 min da estação de metro, era na rua ao lado, então isso acaba elevando um pouco.

Transporte

Minha intenção era vender o carro no Brasil, pensei em alugar um carro quando fosse ao Brasil. Infelizmente o transporte publico no Brasil não funciona então precisamos de ter esse custo de pagar um carro.

A ideia inicial era vir 3 vezes ao ano no Brasil, uma no começo, outra no meio e uma no final do ano pra pegar natal e ano novo aqui. Até então era essa a estratégia, ocorre que eu teria um gasto bem elevado de passagem aérea, pois seriam 3 pessoas, além de mim, teria esposa e filha.

Como o custo seria um pouco alto, não tinha nada me prendendo em Frankfurt, como um trabalho ou estudo, decidimos ficar mais do que um mês pra valer a pena a viagem. Calculei o aluguel de uns 2 meses ou um pouco mais de carro e ficaria mais caro do que manter o carro com IPVA e Seguro pagos.

Optamos por manter o carro e por isso o custo veio elevado só de seguro e IPVA foi a cacetada de 3.347 e além disso tivemos o nosso custo de transporte em Frankfurt que foi de 475 com os monthly pass no metro da cidade.

Outras despesas

Basicamente o que impactou aqui foi a compra de alguns moveis, como uma impressora e iPad dando quase 2k de gasto. Além disso tivemos que comprar alguns presentes pro pessoal no Brasil e mais umas despesas com fotos para o visto, isso deu ao todo 1k praticamente.

Resumo

Gastamos ao todo nesse mês 16k foi bem acima das minhas estimativas e bem superior à dezembro que havíamos gasto 12k. Pode parecer bem catastrófico, mas o fato é que boa parte dos gastos desse mês foram não recorrentes, são coisas que aconteceram, mas que não se repetem constantemente, minha preocupação é quando sobe os gastos correntes do mês.

Retirando os gastos não recorrentes e aquelas surpresas que geralmente acontecem no mês, teríamos um gasto de R$ 8.661 não achei que foi algo tão absurdo, já que minha meta é manter isso abaixo dos 10k. Moral da história 48% de todo o meu gasto do mês foi não recorrente.

Pra finalizar acima o nosso Net Worth dos últimos 12 meses e como estamos evoluindo nossa bola de neve. No mesmo mês do ano passado tínhamos em conta R$ 125k esse ano temos 405k um aumento de 222% mas não se assuste é que ano passado não contabilizei todas as minhas contas pessoais.

Agora uma informação ali que está bem certa é o crescimento dos últimos 3 meses, esse está 100% certo. Tivemos uma aumento de 6,4% no nosso net worth que é um bom sinal, principalmente se levarmos em conta o que mencionei acima de dezembro e especialmente em janeiro nossos gastos terem sido altos.

Esse mês consegui poupar pouco mais de R$ 14.510,57 isso equivale a 46,36% da minha renda mensal.

Controle de gastos e receitas: Dezembro 2016

budgetTer um controle de gastos e receitas é fundamental para se alcançar a independência financeira. A ideia do blog não é apenas servir como um diário de bordo, mas sim também, ser uma fonte de inspiração para aqueles que estão começando a trilhar esse caminho.

Ter uma boa taxa de poupança é o principal fator para o sucesso da sua indecência financeira. Esse é o único atalho para encurtar esse caminho. A taxa de poupança, nada mais é do que o valor que você consegue economizar por mês depois de pagar todas as contas.

Acima mostramos os gastos e receitas do mês gerado pelo Bankitivity o app que utilizo para controle financeiro.

Veja abaixo um resumo do meu orçamento nesse mês e acompanhe os outros meses:

Aluguel

Agora será o meu maior passivo, não adianta muito fugir disso por aqui na Europa, na minha situação de imigrante, terei que viver de aluguel mesmo, comprar ou hipotecar um imóvel aqui não seria uma estratégia muito inteligente, já que não temos garantias de que ficaremos aqui pra sempre. Nessa categoria desse mês está meio complicado pois metade do mês fiquei num airbnb e a outra nesse apart hotel que estou atualmente. Então não dá pra tirar muitas conclusões nesse mês.

Alimentação

Era para vir separado em Refeições fora e compras de mercado, porém a correria foi tão grande que não consegui catalogar os gastos de forma separada. Todo caso isso não isentaria o crescimento nessa despesa, parte desse crescimento se deveu a gastos com o natal e virada do ano.

Viagens

É o reflexo de gastos em Novembro onde fizemos dois passeios um pra Londres e outro pra Escócia. No Outras despesas tivemos alguns gastos com viso, e custos com correios pra enviar encomendas aqui pra Alemanha de algumas coisas que estava precisando, também são gastos não recorrentes e não devem se repetir.

Other

Temos alguns itens não recorrentes como a compra de uma mala de viagem nova, já que a nossa foi completamente destruída na viagem de Dublin > Frankfurt am Main. É impressionante como o pessoal dos aeroportos são tão “cuidados” com nossas bagagens.

Pra finalizar abaixo o nosso Net Worth dos últimos 12 meses e como estamos evoluindo nossa bola de neve.

Esse mês consegui poupar pouco mais de 5,4k, isso equivale a 35,59% da minha renda mensal.

Plano de conta para despesas pessoal/familiar

budgetMontar um plano de contas nem sempre é muito fácil. Pra mim não existe regra nesse caso cada um tem o seu plano de contas que se enquadra melhor nas suas despesas, só acho que ele deve ter dois princípios básicos: não ser muito simples a ponto de não conseguir ter uma visão micro da situação e também não pode ser muito detalhado porque você acaba se perdendo e não consegue enxergar os gastos muito bem.

Apesar de cada um ter o seu plano é sempre bom termos um de base para depois irmos ajustando à nossa necessidade, esse meu plano atual possui anos de vida, ele já sofreu algumas mudanças ao longo do tempo mas deve ter uns 5 ou 6 anos que ele está sem alteração, acredito que dessa forma ele está perfeito para o meu estilo de despesas.

Eu não gosto de ter plano de contas com muita profundidade (muitos sub-níveis) e nem aqueles que não tem nenhuma sub categoria porque acaba limitando muito. O ideal pra mim é um nível principal e apenas 1 sub nível. Aqui no blog pela falta de tempo eu coloco apenas as minhas categorias master.

Veja abaixo o meu plano de contas e ao lado coloquei algumas explicações.

 

  • Alimentação
    • Comida: Aqui coloco as comidas desde compra de supermercado até os lanches na rua.
    • Refeições fora: Aqui coloco apenas as despesas de finais de semana, como um cinema ou jantar fora eu coloco como meta no casamento de todo final de semana sair com a patroa, como não gosto de baladas acabamos indo muito em restaurantes sendo que um final de semana eu escolho o local e outro ela escolhe o detalhe é um tentar surpreender o outro.
  • Automóvel
    • Automóveis: Entra aqui a reserva/despesa com a compra de automóvel, infelizmente no nosso país o transporte público não funciona então nesse caso tem que se ter um carro e como qualquer bem ele deprecia então é importante reservarmos uma verba para a troca.
    • Combustível: Todo o gasto com combustível do meu carro e da minha esposa entra aqui.
    • Pedágio/Estacionamento: Todo o gasto com pedágio e estacionamento, eu não pego estrada sempre e onde vivo não tem pedágio então é uma despesa eventual.
    • IPVA / Multas: O gasto com IPVA eu vou aprovisionando mês a mês ao longo do ano quando chega a época de pagamento já tenho todo o dinheiro guardado.
    • Seguro: O mesmo vale para os seguros dos carros, vai se guardando todo o mês para não ter surpresas na renovação.
    • Mecânico: Qualquer despesa com mecânica nos carros desde serviço a peças entra nessa categoria.
  • Casa
    • Hipoteca: Pagamento da hipoteca da casa.
    • Manutenção: Qualquer despesa com a casa, obras, jardinagem, chuveiro que queima ou coisas do tipo. Compra de móveis não entram nessa categoria.
  • Compras diversas
    • Móveis: Qualquer móvel que seja comprado para a casa ou para uso pessoal entra aqui nessa categoria.
    • Outras: Uma categoria genérica que deixo para colocar alguma despesas que ocorre uma vez na vida e outra na morte isso evita criar categorias que não vou usar com freqüência no futuro.
    • Presentes: Aqui coloco os gastos com presentes para outras pessoas que não seja da família, como primos, tia, mãe e amigos.
  • Despesas gerais
    • Animais: As despesas com meus cachorros, tanto veterinários quanto as rações.
    • Empregada: O valor da diarista que faz uma geral completa na casa uma vez por semana. Ela recebe por semana mas eu já separo o valor do mês todo e deixo guardado.
    • Minha despesa pessoal: Aqui entra os gastos pessoais comigo, geralmente eu reservo um valor fixo por mês de gasto pessoal para mim e outro para minha esposa.
    • Despesa pessoal conjugue: Aqui entra as despesas que a minha esposa teve com ela.
    • Viagens: os gastos com viagem, tanto para aprovisionamento de dinheiro quanto para um gasto na viagem que não tenha sido provisionado.
    • Bancário: qualquer despesa bancária.
    • Juros: vai que entra no cheque especial sem querer :(
  • Investimentos
    • Reserva de capital: Aqui vou colocando todo o mês uma reserva de capital, geralmente esse dinheiro vai para a poupança ou RF.
    • Empresas: Qualquer aporte pessoal que fizermos na empresa, muito pouco usado geralmente quando estamos abrindo uma nova empresa usamos essa categoria para identificar a saída do nosso dinheiro para uma empresa nossa.
    • Ações: Investimentos no mercado, seja no brasileiro ou americano.
  • Utilidades
    • Água: Gastos com agua.
    • Energia: Gastos com luz
    • Saúde: Aqui entra os gasto com o plano de saúde e compra de remédios. Emergências médicas que forem muito caras usamos o valor da reserva de capital, até agora nunca precisamos, mas vai que precisa?!?!
    • Telefones: Aqui entra os gastos com telefonia fixa, celular e internet.

Bom é isso pessoal espero que este meu plano de contas pelo menos sirva para orientar aqueles que estão começando a controlar suas finanças pessoais, lembrando que o ideal é você buscar sempre o seu ponto de equilíbrio.