BVMF: Vendas Novembro 2014 – ELPL4

BVMF: Vendas Novembro 2014 – ELPL4

eletropaulo torreSeguindo a reestruturação na minha carteira da BVMF eu efetuei mais uma venda logo no inicio do mês, foi retirado da minha carteira a ELETROPAULO METROP. ELET. SAO PAULO SA (ELPL4). Mês passado já tinha liquidado a CCR e a Santos Brasil. Eu não gosto de ficar nesse compra e vende direto, mas como determinei em começar o ano com uma nova carteira de ações a nível Brasil eu estou retirando os ativos que não tiveram retornos ou que eu vejo uma perspectiva de dúvida sobre os resultados futuros.

Eu amo a bolsa porque é um local que você pensa que aprendeu alguma coisa e quando se olha um ano depois você vê que não sabia nada. Para o investidor essa evolução é muito importante é natural que você vá evoluindo, pegando mais maturidade e entendendo mais do mercado, aprendendo a analisar melhor as empresas a ELPL foi um caso clássico de má analise da minha parte, comprei olhando apenas dividendos.

Eu achava que para uma empresa ser boa precisa de pagar muitos dividendos e ter um P/L baixo de Dividend Yield alto eu comprei a empresa e acreditava que estava fazendo um excelente negócio, acontece que eu desconhecia totalmente sobre o histórico da empresa e as perspectivas do mercado para o seu futuro.

Se em 2012 eu tivesse a cabeça que tenho hoje eu jamais teria entrado numa empresa como a ELPL eu teria olhado que em menos de 10 anos ela teria prejuízos em 2002, 2004 e 2005 só isso já me bastaria para descarta-la, uma coisa é você comprar uma empresa que sempre foi lucrativa e por algum motivo ficou ruim, como aconteceu em algumas empresas que vendi, isso é normal faz parte do risco, outra coisa é você comprar uma empresa que teve histórico recente de problemas.

Sobre a administração da empresa eu até acho que ela é bem administrada, acontece que a ELPL sofreu foi com a ingerência do governo e a ELPL teve um fator negativo nessa avaliação do governo que foi a GETI. É um longo assunto mas vou tentar explicar de forma resumida.

ELETROPAULO – GETI – ANEEL

A Eletropaulo (Distribuidora de Energia) entrega energia na casa das pessoas, essa energia ela compra da GETI (Geradora de Energia) acontece que tanto a Eletropaulo quanto a GETI são do mesmo dono que é a americana AES.

As distribuidoras (ELPL) precisam de comprar essa energia no mercado e a ELPL compra da GETI até aí tudo bem.

Acontece que ela compra da GETI a um preço bem superior ao comercializado no mercado, esse foi o grande detalhe.

Você pode estar se perguntando que então a AES que é a dona das duas é burra por preferir comprar energia mais cara, acontece que no caso das distribuidoras o custo de compra da energia é passado para os usuários (nós), ou seja, eles não tem prejuízo algum desde que consiga controlar as despesas operacionais da ELPL. Com isso acabou diminuindo os investimentos e melhorias na rede o que foi um dos fatores a ser pesado na hora da revisão tarifaria em 2012.

Acredito que a Dilma que foi ministra das Minas e Energias antes de se candidatar a presidência sabia de todo esse esquema, e por isso a mão da reguladora ANEEL acabou pesando muito mais sobre a ELPL na hora de remarcar o reajuste das tarifas.

Essa casadinha de ELPLxGETI estava elevando o preço da energia, agora soma-se a isso as tentativas do governo na época de controlar a inflação que estava começando a fugir da meta e você tem o cenário perfeito pra se ferrar com todo um setor.

Piora nos indicadores

Apesar de todo esse cenário ruim eu acredito que a administração da empresa fez um ótimo papel, pra ser sincero eu esperava que a empresa fechasse num prejuízo monstro como foi em 2002,  mas até que eles conseguiram segurar as pontas e mantiveram a empresa com lucros, pequenos mais existiram.

As margens caíram por conta da revisão e devem permanecer por um bom tempo assim, visto que a empresa precisará de efetuar investimentos no futuro (diga-se aumento de custos) e ainda contar com reajuste bem abaixo do necessário (diga-se estagnação dos lucros). Ainda soma-se a esse cenário um crescimento da divida e FCL negativo.

Eu acredito que a empresa vai se recuperar por conta da boa administração que possui, mas não no curto prazo, pode colocar aí uns 6 a 8 anos para eles voltarem ao patamar de 2011. Eu poderia até deixar as ações de molho na carteira mas eu vejo que seria melhor vender e colocar numa outra empresa que rendesse mais do que esperar 6 anos para começar a ganhar alguma coisa considerável.

 

Venda de novembro de 2014 na bolsa de São Paulo
Empresa Código Qtde
ELETROPAULO ELPL4 500

Já atualizei a minha carteira com essa venda.