NYSE: Fazendo uma analise setor de Telecom Services

NYSE: Fazendo uma analise setor de Telecom Services

TelecomsDando continuidade a nossa série de estudo sobre alguns setores que eu vejo como interessante para investir. Se quiser ver o ultimo artigo no qual fiz uma analise das empresas de Grandes Fabricantes de Medicamentos – Drug Manufactures Major ou ver todos as analises dos setores pela tag de Setores do blog.

Esse artigo é para mostrar aqueles que estão começando nos investimentos como selecionar uma empresa para investir, apesar de se tratar de empresas globais o processo pode ser facilmente aplicado também na bolsa Brasileira.

O objetivo desse estudo é fazer uma pré seleção, portanto não será nada muito aprofundado, vou focar apenas nos indicadores fundamentalistas e deixar de lado uma analise da governança e cenário macro econômico.

O PASSO-A-PASSO

Primeiro passo é decidir um setor para investir.

Levante os principais indicadores das empresas que compõe o setor, cuidado tem empresas que são totalmente diferente mas as vezes estão dentro de um mesmo setor, nesses casos devem ser analisadas separadamente.

Depois de selecionada a(s) que mais lhe interessou comece a estudar os balanços da empresa e buscar informações sobre a governança.

Por fim analise o cenário macro econômico onde a empresa está inserida, tanto no mercado global quanto no mercado interno do país.

Veja nesse artigo de como analisar em detalhes uma empresa.

OS PLAYERS DO SETOR

O setor de telecomunicações são mais de 200 empresas desse setor negociadas na NYSE eu vou focar nas que tiverem mais representatividade no cenário global. As empresas selecionadas foram:

  • China Mobile Ltd – CHL
  • Vodafone Group PLC – VOD
  • AT&T Inc – T
  • Verizon Communications Inc – VZ
  • Telefonica SA – TEF

Pré – Eliminadas

Eu eliminei a Vodafone que teve prejuízos em 2006 e 2007 e ano passado só não fechou no vermelho novamente por conta de não recorrentes, por esse motivo apesar de ser uma empresa com expressividade no setor eu acabei retirando da analise.

Analisando o histórico

Dividendos por ação - DPA
Códigos 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 CRESC %
CHL 0,26 0,59 0,78 1,06 1,62 1,6 1,71 1,86 2 2,03 23%
VZ 1,54 1,62 1,62 1,67 1,78 1,87 1,93 1,98 2,03 2,09 3%
T 1,26 1,3 1,35 1,47 1,61 1,65 1,69 1,73 1,77 1,81 4%
TEF 0,46 0,6 0,71 0,94 1,09 1,39 1,34 1,55 0,71 0,47 0%

Obvio que o blog por se tratar de dividendos o primeiro dado que pego é se a empresa possui uma base de dividendos regular, se a empresa manter uma base de pagamento de dividendos de pelo menos 10 anos seria o mínimo para aceita-la na minha carteira.

Se olharmos a evolução de pagamento a escolha seria China Mobile, mas eu não me sinto confortável investindo em uma empresa de governo populistas, sabemos muito bem como esses governos tem uma criatividade imensa para fazer balanços, mas tem pessoas que não se incomodam com isso por esse motivo eu deixei ela na analise, olhando a grosso modo ela seria a melhor escolha do setor, desde que você aceite a forma de governo da China.

Excluindo a China Mobile Ltd ficaríamos com a VZ e T sendo a T com uma leve vantagem sobre a Verizon, alem do fato que a T distribui um crescimento de dividendos desde 1983.

Vamos parar só para abrir um parênteses, você não deve olhar apenas os dividendos mas o conjunto, as vezes a empresa não distribui dividendos pois reinveste os lucros nesse caso você precisaria olhar para ver se o LPA dela está crescendo é exatamente isso que vamos fazer agora…

Lucro por ação - LPA (EPS)
Códigos 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 CRESC %
CHL 1,28 1,67 2,1 2,9 4,03 4,15 4,43 4,88 5,1 4,92 14%
VZ 2,79 2,65 2,12 1,9 2,26 1,72 0,90 0,85 0,31 4 4%
T 1,77 1,42 1,89 1,94 2,16 2,05 3,35 0,66 1,25 3,39 7%
TEF 0,86 1,07 1,72 2,72 2,2 2,49 2,98 1,55 1,14 1,39 5%

AT&T tem um LPA bem melhor que a Verizon, parece que a Verizon teve serias dificuldades pós crise 2008 onde o seu lucro teve quedas gradativas ao longo do tempo.

Vamos verificar os outros indicadores para só então tomarmos alguma decisão.

Gestão da dívida - Divida / PL
Códigos 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013
CHL 10% 13% 12% 9% 8% 7% 6% 4% 4% 1%
VZ 105% 98% 75% 62% 125% 150% 137% 153% 157% 241%
T 67% 56% 52% 59% 82% 75% 59% 61% 76% 82%
TEF 93% 270% 344% 268% 309% 261% 250% 307% 327% 287%

Veja que como disse anteriormente a Verizon após 2008 teve uma piora considerável no seus números, além da queda no lucro teve um crescimento no endividamento que bateu o 241% nessa ano de 2013, eu observei os outros pares e parece que eles também são bem alavancados, vide a Telefonica que tem uma divida 287% do patrimônio, olhando as principais empresas do setor as duas que tiveram um endividamento mais baixo foi a China Mobile, praticamente sem divida e a AT&T que tem uma dúvida bem reduzida.

Margem operacional
Códigos 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013
CHL 31% 30% 31% 35% 35% 33% 31% 29% 26% 22%
VZ 18% 20% 15% 17% 17% 13% 14% 12% 11% 27%
T 14% 14% 16% 17% 19% 17% 15% 7% 10% 24%
TEF 21% 22% 17% 22% 23% 23% 25% 16% 17% 17%

A margem é bem equilibrada em todas as empresas, só a Telefonica que teve um percentual um pouco abaixo.

Conclusão

Esse setor de Telefonia exige grande quantidade de investimentos por conta de mudanças tecnológicas que acontecem muito rápido e se a empresa perder o pique fica pra traz, soma-se a isso uma concorrência agressiva por parte dos outros competidores e uma forte regulação por parte dos governos.

O lado bom do setor é que se a empresa fizer o dever de casa vai ter um bom fluxo de caixa e uma receita garantida, mesmo em momentos de dificuldades, afinal telefonia e internet já são bens de utilidade publica como agua e luz ninguém vive mais sem.

Excluindo a China Mobile que possui ótimos fundamentos comparados aos demais players, mas está num cenário politico-econômico que eu particularmente descarto, escolheria entre AT&T e Verizon, sendo que AT&T tem um histórico muito mais atraente e a governança dela passou tranquilo pela crise de 2008, mantendo o ritmo de crescimentos e investimentos isso é algo que eu valorizo pois quero empresas que não apenas sejam boas hoje mas continuem boas amanhã.

 

Print