Aplicativo para controle financeiro – YNAB

TXuhOZHGAcredito que tão importante quanto saber investir é saber economizar, já falei aqui no blog que para o pequeno investidor o quanto ele consegue aportar por mês é mais importante que sua habilidade em escolher um ativo acima da média.

Só existe uma maneira de se alcançar a independência financeira que é gastando menos do que se recebe, conseguir fazer uma boa taxa de poupança por mês e o melhor aumentar sempre que possível essa taxa de poupança é um fator fundamental.

Acontece que para conseguir gastar menos do que se recebe é imprescindível que o investidor tenha um bom controle financeiro de seus gastos. Existem inúmeras técnicas e ferramentas pela internet que podem lhe ajudar nisso.

Quem já viu a minha história sabe que sou um micro empresário e não tenho um salário fixo isso no passado pra mim era muito difícil pois não conseguia saber o quanto tinha para gastar no mês. Uma vez que não sabia o quanto podia gastar acabava que nunca conseguia fazer um controle de gastos eficiente.

Saber o quanto tem para gastar não é um problema exclusivo de quem gerencia seu próprio negócio muitos advogados, médicos, dentistas, vendedores e uma gama grande de trabalhadores autônomos enfrentam o mesmo dilema. Durante muito tempo testei vários programas e técnicas todas sem sucesso até que um belo dia conheci o You Need a Budget docemente abreviado de YNAB. Apesar do YNAB ser um aplicativo de controle de finanças o que o torna único não é a ferramenta em si mas a filosofia que ele traz por debaixo do capô.

 

A filosofia do YNAB se encaixa como uma luva para aqueles que não sabem o quanto tem para gastar no mês, pois ele trabalha com a primícia que você deve trabalhar com a renda do mês anterior.

Quando comecei a estudar o YNAB fiquei maravilhado porque as suas soluções propostas são extremamente simples e fiquei ao mesmo tempo chocado como não tinha percebido algo tão obvio. A filosofia do YNAB se apoia em 4 regras básicas que vou aborda-las abaixo:

 

Regra 1: Dar a cada real um trabalho.

A Regra 1 diz que você não deve tomar a decisão de comprar algo com base na grande (ou pequena) pilha de dinheiro em sua conta corrente, mas sim decidir com base no equilíbrio das suas categorias pré-definidas no inicio do mês.

Digamos que você tem na sua conta 500 reais e decide sair para comer um rodízio japonês de 100 reais, ocorre que se você não utiliza YNAB vai pensar poxa tenho toda essa quantia na conta então vamos comer, depois de alguns dias algumas contas chegam e você não tem o dinheiro todo para pagar porque parte daqueles 500 reais era para essas contas e você gastou com o rodízio.

Se você utilizasse YNAB iria no inicio do mês determinar um destino para cada real que tem para gastar naquele mês, você teria no programa algo como abaixo:

gastos categorizados

Quando seu amigo lhe chamar para comer o rodízio japonês de 100 reais você vai saber que naquele mês só pode gastar 10 reais com refeições fora, ou seja não vai gastar o dinheiro e no final do mês terá a grana pra pagar as contas que chegarão.

Regra 2: Guarde para um dia chuvoso.

Nem todos os meses são normais, nem todas as despesas são uniformes ao longo do ano e se você não se planejar para os meses que terá um alto custo vai certamente passar apertos o resto do ano por conta disso. Um exemplo disso seria despesas de seguro de carro, natal, taxa de matricula escolar, férias, etc. Essas despesas devem ser divididas em quantidades administráveis, de forma mensal.

Vamos supor que seu seguro do carro de 720 reais vence todo ano em dezembro, então você tem uma renda mensal de 1000 reais e um gasto de 900 chega em junho você decide adicionar aí a assinatura de uma tv a cabo uma vez que lhe sobra 100 reais todos os meses você pensa que dá pra adicionar nesse gasto mensal essa assinatura que sai por 80 ao mês, ocorre que você esquece que em dezembro precisará pagar 720 de seguro e não terá dinheiro pra isso aí a coisa complica porque você terá que recorrer ao cheque especial, ou empréstimo.

Você vai viver o ano seguinte inteiro apertado por conta de um gasto que não estava no seu orçamento mensal, nesse caso o que eu faço é separar esses 720 em 12×60 onde cada mês transfiro pra minha conta poupança 60 reais e deixo guardado pra quando chegar o dia de pagar o seguro ter o dinheiro todo avista, o melhor de tudo que ainda dá pra aproveitar e ganhar uns descontos por pagar avista. Além disso eu sei que recebendo 1000 reais por mês não posso fazer a assinatura da tv a cabo porque meus gastos mensais são 960 reais por mês, não fica aquela falsa ilusão de ter um gasto menor do que realmente é.

 

Regra 3: Desvie os socos

Tem uma metáfora no site do YNAB excelente para definir a regra: “No boxe, um lutador move seu corpo na mesma direção do soco adversário, de modo a diminuir o golpe. No orçamento, você deve fazer o mesmo. Seja flexível e controle os gastos excessivos antes de passar para o próximo mês. Isso vai lhe ajudar a permanecer na luta.”

A ideia é que uma vez determinado os gastos mensais por categoria pode ocorrer de um mês você gastar mais com comida, nesse caso o que você deve fazer é manejar o dinheiro de outra categoria, digamos que reduzir os gastos com Roupas naquele e mês e passar para o gasto com comida de forma que ele não exceda o planejado. O fantástico é que com o YNAB você consegue fazer esse controle de forma bem transparente.

Regra 4: Viva sobre o lucro do mês passado

Como eu disse no inicio do artigo essa é a regra de ouro para o YNAB que é permitir com que você viva com a renda do mês anterior, você não vai conseguir aplicar essa regra imediatamente eu levei mais de um ano pra chegar nesse ponto, foi economizando mês a mês de forma que depois de um tempo eu consegui viver com o salário do mês anterior e as regras anteriores são fundamentais para que você chegue nesse nível.

Você deve ir guardando o dinheiro durante o mês inteiro sem precisar de tocar nesse dinheiro para pagar qualquer conta, ele fica ali na sua conta apenas se acumulando durante todo o mês. No mês seguinte você pode começar a usar essa renda que foi guardada no mês anterior e já começa a juntar novamente para o próximo mês.

Conclusão

Essa foi apenas um resumo das regras de forma que se você se interessou recomendo dar uma lida nos ebook gratuito que o Jesse (criado do YNAB) fez explicando e dando mais exemplos sobre a sua filosofia.

O programa é pago mas vale cada centavo gasto, sem contar que o Jesse oferece toda uma estrutura de suporte fantástica, com aulas e diversos vídeos explicando como usar o sistema e como otimizar melhor seu controle de gastos no YNAB. Recomendadíssimo o trabalho que ele faz. O programa roda no MAC e no Windows e diferente de alguns sistemas o melhor é que só paga uma vez não precisa de ficar pagando mensalidade, afinal a ideia é cortar gastos não cria-los.

Se gosta do blog e gostou do artigo e quiser deixar uma balinha pro blogueiro compre o YNAB pelo link abaixo além disso apenas por esse link você ganha $6 dólares de desconto:

http://ynab.refr.cc/2P7SZ59

Como eu uso aplicativo a muito tempo qualquer dúvida que tiverem podem postar abaixo que será um prazer ajudar.

 

Novo software que estou usando

Pra galera que chegou meio que desavisada nesse post, migrei para outro software, muito melhor que o YNAB e com muito mais recursos, estou fazendo uma série onde mostro o passo-a-passo como montar seu orçamento domestico e controlar suas finanças de forma eficiente.

Acompanhe nessa tag a serie Controlando meus gastos pessoais e se inscreva no nosso canal.