Que tal um REIT de aeroporto?

Que tal um REIT de aeroporto?

Estamos prestes a presenciar uma nova classe de ativos nos REITs. Os REIT de aeroporto podem ser a bola da vez.

O que acontece quando se tem 8 anos de governos esquerda-socialista como o do Obama ? Basta olhar o que o governo do PT fez com o país em 13 anos de poder, temos um completo caos em toda a infraestrutura do Brasileira. No final deste artigo aqui, vem explicando porque o Obama é uma fraude e como ele contribuiu para destruir a estrutura americana.

baixo investimento infraestrutura

Já lá nos USA não estava caminhando para um rumo diferente. Acima podemos ver os gastos do governo com infraestrutura e como ele vem caindo ao longo do tempo. De 2011 para 2016 tivemos uma queda ainda mais acentuada. De acordo com Lauren Thomas da CNBC, leia aqui:

A infraestrutura na America está perto de colapsar

infraestrutura americana um caos

O Presidente Trump tem um grande desafio nesse segmento do seu governo, e no inicio do ano anunciou um plano de progresso na infraestrutura, o plano foi elaborado com os principais membros do setor privado, tais como SpaceX representada pelo Tony Stark do mundo real, Elon Musk e Steve Roth CEO da Vonrado Realty Trust um dos maiores REITs do mercado.

A administração de Trump tem mostrado grande preferencia pelo financiamento de investimentos do setor privado para pagar os custos dessa reforma de infraestrutura. A ideia é fornecer incentivos financeiros para as empresas privadas executarem projetos relacionado aos transportes.

Modelo muito conhecido por nós aqui, como PPP (parceria público-privada), me corrijam se estiver errado, mas creio que quem idealizou isso foi o Brasil. Trump tem argumentado que é mais barato e mais rápido quando investidores privados estão no comando.

construção ponte USA

A proposta de Trump fornecerá $137 bilhões em impostos federais como credito para empresas financiarem seus projetos de transporte, e que isso iria desbloquear cerca de $1 trilhão em investimentos em mais de 10 anos.

necessidades usa infraestrutura

Acima temos os principais pontos a serem atacados num projeto de reforma de infraestrutura, de acordo com a Deloitte o dinheiro despendido pelo governo desde 2009 com a administração do Obama não tem sido capaz de suprir a demanda em andamento de novas construções e a manutenção das existentes.

No relatório adicionam que um REIT seria um veiculo que poderia ser usado para levantar capital para investimento em infraestrutura nas operações de PPP. Em resumo, REITs tem certas vantagens fiscais, e recentemente tivemos a liberação pela IRS para utilização de REIT na parte de distribuição de eletricidade e gás, aumentando assim o interesse de investimentos nessas áreas.

Apesar disso acredita-se que deve ser difícil enquadrar o modelo de REIT nas PPPs relacionadas a estradas, pontos, parques de estacionamentos, aeroportos, portos e ferrovias, pois isso não se encaixa como “renda de imóveis”.

Apesar disso já temos vários REITs que são de infraestrutura, vamos falar sobre esses ativos mais a frente em outros posts. Montarei uma carteira de ativos com esse foco no futuro para que vocês possam estudar.

REIT de aeroporto

Observe acima que o setor está com bons resultados, é o segundo melhor no ano atrás apenas dos de Data Centers.

Nós como investidores, só podemos ficar na torcida para que o congresso americano, faça algumas alterações na lei e permita a inclusão de novos tipos de REIT no nosso portfólio, diversidade é sempre bom.

Quem sabe quando começar a falar mais dos REITs de infraestruturas não fale de algum novato que possua terminais de aeroporto e locá-los para empresas administradoras no longo prazo.

Mulheres mais influentes na bolsa de valores

Mulheres mais influentes na bolsa de valores

Ontem a Nasdaq comemorou o “Women’s Equality Day” aproveitando a bola levantada vamos falar sobre mulheres nos negócios, e hoje trago a Adena Friedman que já estava algum tempo com ela aqui na pauta.

Adena, para mim hoje é a mulher mais influente no mundo das finanças, saiba como ela saiu do zero e chegou a comandar uma das maiores bolsas de valores do mundo.

Particularmente não gosto muito dessas datas especificas, me lembra muito aqueles movimentos esquerdistas, porém existe ainda muito preconceito contra as mulheres e principalmente no mercado de finanças.

Fazer protesto como essas Feminazis fazem acho ridículo, acho que devemos combater isso com mulheres cada vez mais preparadas e ascendendo a postos de lideranças, mostrando que são tão capazes tanto quanto qualquer homem.

Vamos falar da nossa musa e esquecer essas Feminazis complexadas. Em Janeiro deste ano Adena Friedman foi a primeira mulher na história a assumir uma bolsa de valores.

Ela assume a Nasdaq num momento bem complicado e com uma grande desafio, recuperar o caminho perdido entre a bolsa digital e a NYSE que tomou alguns IPOs importantes da concorrente.

Além do fato que o mercado corporativo tem sido bem reticente em abrir capital, veja exemplo de gigantes que permanecem com o capital fechado como Uber, Spotify, Airbnb entre outros.

Segundo Adena, sua gestão precisará pensar fora da caixa:

“Se não olharmos para daqui dez anos e não percebermos onde é que a industria estará, seremos ultrapassados”

Assim a CEO tem apostado em melhorar a integração dos serviços, apresentou recentemente uma solução de vigilância que detecta comportamentos ilegais e um sistema de analise das informações.

Tem dado também alguns passos no desenvolvimento de aplicações compatíveis com os dispositivos mais recentes como a Alexa da Amazon ou os HoloLens da Microsoft.

A ultima aposta de longo prazo, foi na área de blockchain, a galera dos bitcoins vai ao delírio, o sistema por detrás da mais badalada moeda virtual do mundo, ajudará a criar um registro imutável das negociações na bolsa.

De acordo com a Friedman o futuro tem um nome. Chama-se Blockchain.

Sua história

Adena foi criada em Baltimore, amantes da série The Wire conhecem bem a região. Ela amava ir com o pai ao seu escritório da T.Rowe Price, galera que comprou a #4 sabe do que se trata, onde o pai trabalhou como diretor-gerente. Sempre que ela tinha folga na escola, ficava rondando em torno da sala de negociação, ajudando os assistentes do escritório, maravilhada com o mar de computadores na época de 1980 e divertindo-se com a possibilidade de interagir com os visitantes internacionais no escritório.

“Quando alguém precisava de ir a cidade, ao invés de ficar em um hotel, na verdade ficavam com agente”. Ela relembra. “Criamos um ambiente muito bom onde colegas eram amigos, e todos se sentiam como se fosse parte da família. Foi muito divertido”.

Como 9 anos de idade a mãe de Friedman se matriculou-se numa faculdade de direito e ela passou a ficar ainda mais tempo no escritório. “Eu sempre fui intrigada com o mercado financeiro” ela disse. E a medida que seu conhecimento sobre finanças e o mercado de ações aumentavam mais ela tinha interesse.

Chegando na faculdade conheceu seu futuro marido Michael Friedman que cursava direito em Vanderbilt. Adena se matriculou no curso de Politica Internacional, porém com o tempo percebeu que o meio politico não lhe agradava, não lhe sentia confortável com o fato de ter que fazer um trabalho rotineiro.

Resolveu então mudar para a escola de Negócios, desde o inicio Friedman se destacou na Vanderbilt. Foi em meio a explosão da Nasdaq em 1990 com a ascensão das empresas pontocom que a Friedman se juntou à companhia.

Friedman baseou-se nos seus estudos de MBA na Vanderbilt para escrever um plano de negócios para a companhia e descobrir como comercializar e vender um novo produto comercial que viria ser chamado de Portal.

Dado a qualidade de seu trabalho Friedman foi escolhida para liderar a divisão de dados em 2000. Depois Friedman foi ganhando novas responsabilidades, como ficou encarregada de adquirir outras empresas. Por isso, ela tinha que utilizar os conhecimentos de finanças que havia aprendido com Owen, que incluía modelagem de empresas para determinar uma faixa de preço justo, na qual desejava comprá-las. “Isso foi um desafio grande para mim”, diz Friedman. Mas também aumentou minha exposição ao lado financeiro e operacional da Nasdaq, abrindo portas como a de diretora financeira da empresa em 2009.

Dois anos depois a Carlyle Group comprou o passe de Friedman e a levou da Nasdaq para ser a diretora financeira do grupo. Em 2014 ela retornaria a Nasdaq, mas dessa vez para substituir o CEO Greifeld.

mulheres nos negócios

Agora nesse ano ela assumiu a empresa como CEO e se torna a primeira mulher a comandar uma bolsa de valores, listando mais de 3.500 empresas nas suas bolsas em todo mundo. Friedman quer construir sua história na Nasdaq tornando-a uma empresa de tecnologia inovadora, explorar formas de melhorar os mercados de capitais para todos os players envolvidos.

Mulheres nos negócios

Acima Adena no IPO da Trivago.

Eu adoro essas histórias de sucesso, de certa forma são inspiradoras para nós, Friedman é só mais um dos vários exemplo de mulheres que tem transformando o mercado financeiro e corporativo.

Adena é fã de carteirinha da série Star Wars e praticante assídua de taekwondo, portanto não tente desafia-la bancando uma de machão, possui uma família com dois filhos que vivem em Washigton onde ela trabalha 3 dias na semana de lá remotamente.

Aquela história de que mulher não dá para finanças, que homem vai faz melhor ao gerenciar empresas, ou que mulheres só conseguem ascensão se apoiadas a sua beleza, isso tudo é um completo bullshit e não passa de insegurança desses sacudos que vivem a repetir essas baboseiras, e Friedman é a prova de que quando alguém tem competência independente das adversidades ela vai chegar ao topo.

Poderia facilmente fazer aqui um Top-10 mulheres do mercado financeiro e ainda sobraria uma grande quantidade de mulheres que fazem a diferença, então se você é daquelas Feminazis o recado que deixo para você é: faça como a Friedman, estude, se aprimore, seja a melhor no que você faz e o mercado irá te reconhecer, porque o dinheiro não tem sexo, religião ou cor.

Para todas aquelas que me acompanham aqui no blog e que tem esse espirito da Adena Friedman de querer vencer por seus próprio méritos, e vem aqui buscando conhecimento e aprimoramento sobre o mercado financeiro, desejo a todas essas muito sucesso nesse dia do “Women’s Equality Day”. Confira as fotos abaixo do evento que rolou na Nasdaq.

 

Como achar boas empresas na bolsa de valores

Como achar boas empresas na bolsa de valoresO tema de como achar boas empresas na bolsa de valores, surgiu de um comentário do leitor nesse post onde falo sobre como faço o gerenciamento da minha carteira de dividendos. A ideia do vídeo não é apresentar como eu faço a avaliação de empresas, na verdade é um passo antes disso, como faço para colocar empresas no meu radar, sabemos que a bolsa americana tem milhares de empresas fantásticas, mas como e quais empresas deve-se separar para em seguida estudar mais sobre elas.

 

Porque não invisto no setor de Telecom

porque não invisto no setor de TelecomVocê investe ou tem empresas do setor de Telecom? Então assista esse vídeo e entenda os riscos e desafios que essas empresas irão enfrentar nos próximos anos. Entenda porque não invisto em empresas do setor e saiba quais estratégias gigantes do mercado americano como AT&T vem tomando para contornar a grande mudança que ocorrerá no setor.

Nesse vídeo falamos de empresas como AT&T (T) e Verizon (VZ)

News

Estamos com uma seção nova no blog, no menu superior ou aqui é possível encontrar a seção de noticias. A ideia é trazer vários posts diários, sempre textos pequenos e objetivos para lhe manter informado com o que está rolando de mais importante no mercado Americano.

Como a frequência de posts é alta resolvi separar a lista de e-mails e o feed, portanto assine-os de forma independente na barra lateral ou abaixo. Lembre-se que o conteúdo que sair lá será exclusivo para a seção de notícias.

[jetpack_subscription_form show_subscribers_total=0 title=”Receber novidades por e-mail” subscribe_text=”Gostou do blog? Então se inscreva no campo abaixo para receber as atualizações via e-mail e curta nossa pagina no Facebook.” subscribe_button=”Inscrever!”]

 

Tudo sobre o setor de semicondutores e processadores

Tudo sobre o setor de semicondutores e processadoresUm setor fantástico com margens satisfatórias e boas oportunidades de crescimento, porém com riscos e desafios. Descubra tudo sobre o setor de semicondutores e processadores, vou falar nesse vídeo como vejo o setor, elencar seus pontos positivos e os negativos.

Nesse vídeo falamos de empresas como Apple (APPL), Intel (INTC) e TSMS (TSM) além de muitas outras do setor.

News

Estamos com uma seção nova no blog, no menu superior ou aqui é possível encontrar a seção de noticias. A ideia é trazer vários posts diários, sempre textos pequenos e objetivos para lhe manter informado com o que está rolando de mais importante no mercado Americano.

Como a frequência de posts é alta resolvi separar a lista de e-mails e o feed, portanto assine-os de forma independente na barra lateral ou abaixo. Lembre-se que o conteúdo que sair lá será exclusivo para a seção de notícias.

Cadastre-se na seção de noticias e mantenha-se informado

 

Thank you – 2 milhões de acessos

viver de dividendosEm finanças costumamos falar que depois do primeiro milhão os outros vem fácil, acho que podemos dizer isso também para os acessos. Só que não! Ok não foi tão difícil quanto o primeiro, mas também não é tão simples como muitos imaginam. Chegamos na marca dos 2 milhões de acesso, como da outra vez perdi o print do contador, então lá vai:

2 milhoes

Assim como nunca imaginei que o blog chegaria a essa marca, também não sei até onde ele vai. Esse blog parece ter força própria, vontade própria, na verdade pode ser que ele dure longos anos, como pode ser que termine amanha, tudo vai depender da paciência do VdD.

Tenho a consciência que como um projeto, que tem inicio, meio e fim esse blog também será assim um dia, mas espero poder continuar postando e trocando ideias aqui com vocês ao longo de muitos anos.

Durante esses anos passaram muitos leitores por aqui e companheiros de postagem, alguns estão acompanhando essa jornada maluca a um bom tempo, como o Blog do Uo que agora virou Abacus, como o nobríssimo Pensamentos Financeiros com suas viagens fascinantes pelo recônditos da Asia e o Economicamente Incorreto que de incorreto não tem absolutamente nada, isso para citar os três blogueiros que passaram por aqui lá no inicio… lá nos primeiros posts… entre outros ilustres amigos aqui da nossa comunidade financeira.

Durante esses 1 milhão desde a minha última postagem, tivemos a entrada de novos parceiros como o pessoal da Remessa Online que trouxe uma ponte para enviarmos remessa ao exterior de forma simples e barata. Também tivemos a entrada da Adv Cash com seu cartão de bitcoins e sem IOF que nos permite fazer aquelas comprinhas sem ficar sustentando governo e economizar uma grana e por fim as Revistas Viver de Dividendos, que foram bem aceitas pelo pessoal.

Pode parecer simples, mas ganhar esses 1 milhão a + de acesso não é fácil, foram muitas horas dedicadas nesse blog para trazer conteúdo relevante à vocês, são horas do meu tempo extra que poderia estar fazendo outra coisa, dando atenção para a Laura, assistindo um jogo do Verdão ou mesmo jogando um pouco de Citeis Skyline, mas eu me privo de fazer outras coisas para escrever.

Opto pelo blog, porque gosto de falar de finanças, de trocar ideias e da dinâmica que encontramos aqui na blogsfera de finanças.

Alguns números curiosos do blog

  • Nascimento do blog: Fevereiro de 2014 – 3 anos e 5 meses atrás.
  • O dia de maior acesso foi em 16/1/2017 com 3.979 acessos, com esse post.
Acessos
Ano  Acessos em milhões
7/2016 1
7/2017 2
Posts publicados
Ano Número de posts Média mês Tax cresc
2016 331 11
2017 470 11 42%
Comentários
Ano Total  Tax cresc
2016 4.146
2017  8.616 108%

Paginas mais acessadas

Tirando homepage e as paginas no alto do site que são disparadas as campeãs de acesso, temos as top 3

Blogs que mais enviaram visitas para o Viver de Dividendos

Aqui temos os parceiros que mais contribuíram para que o blog conseguisse chegar nessa marca dos 1 milhão de acessos. Claro que todos são importantes, mas para efeito estatísticos coloquei os top 3:

Blogs que mais receberam visitantes do Viver de Dividendos

Agente não só receber, mas sabe doar também.

O canal no youtube

O canal sempre existiu porém só ficou mais ativo quando comecei o projeto de balanços comentado em 26.04.15, consulte link canal:

Inscritos
Ano Total Crescimento
2016 587
2017 2.243 282%
Visualizações
Ano Vídeos  Views  Crescimento
2016 50   49.867
2017 103  174.422   250%

O podcast

Depois do canal começamos o nosso podcast de noticia semanal, o que você precisa pra se manter informado sobre a bolsa de valores americana e nos mercados Europeus. Consulte link podcast:

  • Foram até hoje 17 episódios.
  • Com 74.555 plays sendo 60.814 players únicos.

[pdcast stats

Nota: O podcast está suspenso devido ao meu processo de visto, como estou morando ainda em casas menores fica difícil de gravar sem ter barulho, por isso não tenho conseguido manter o podcast, mas é um projeto que não foi abandonado e será reativado assim que possível.

Leitores assinantes

O blog possui diversos canais de comunicação com os leitores, tudo isso para ficarmos ainda mais próximos. Abaixo uma lista de assinantes já registrados:

E-mail
Ano Total Crescimento
2016 662 
2017 1.399  111%
RSS/Feed
Ano Total Crescimento
2016 363 
2017 2.336 544%
Facebook
Ano Total Crescimento
2016 566 
2017 1.244 120%
Twitter
Ano Total Crescimento
2016 363 
2017 359  -1%
Instagram
Ano Total Crescimento
2016
2017 212 
Total de assinantes considerando Youtube
Ano Total Crescimento
2016 2.393 
2017 7.793 226%

O que vem a seguir

O blog esta em constante movimento, até por conta disso que conseguimos mais do que triplicar o numero de assinantes. Com o passar do tempo ficar falando só de finanças cancã, não só para o leitor como para quem está deste lado escrevendo. Por isso criamos algumas series para fugir do tema principal como a do Meu próprio negócio, Imigração e a Viajando com dividendos.

Gosto bastante desta diversidade de temas num único lugar, e pode ter certeza que neste próximo ano irei abusar um pouco mais disto. O blog não é apenas um registro da minha carteira de ações, ele conta a minha história, meus desafios, obstáculos que fui e estou enfrentando ao longo do tempo, se não for por isso tudo não faria sentido manter isso aqui de pé.

Por isso muitas vezes o blog se mistura com a minha identidade, que posso ter certeza apesar da mascara, muitos aqui me conhecem mais do que alguns colegas próximos que nunca me viram com a roupagem do Viver de Dividendos.

Pode não parecer, mas esse blog é mantido inteiramente por uma única pessoa, desde a parte de manutenção a confecção dos artigos e até divulgação, isso é muito trabalho e infelizmente ao longo do caminho temos que fazer escolhas, como descontinuar alguns projetos. Como disse no começo tudo tem seu começo e fim, quando vejo que o projeto chegou num ponto X já coloco ele num canto e começo a pensar fora da caixa em outras opções.

Alguns projetos novos virão, como um canal semi-independente de noticias sobre a bolsa americana, algumas parcerias como a que estamos negociando com uma grande empresa do mercado americano, além de alguns produtos novos. Enfim o importante é o blog estar em movimento se reinventando e trazendo conteúdo de qualidade com ousadia.

Sem mais delongas, muito obrigado a todos que me acompanharam até aqui…

E até a próxima !!!

Saiba como ele fez $2 milhões na bolsa em empresas de dividendos

Recentemente li a história do Sr. Gremel, um milionário que fez $2 milhões na bolsa em empresas de dividendos. Ele não é um milionário como se vê na mídia, ele é um pequeno investidor, assim como eu e você. Russ Gremel um cidadão de renda simples que juntou uma fortuna às custas de suas economias ao longo da vida. A noticia saiu no Chicago Tribune, Gremel doou seus $2,1 milhões de dólares investidos em Walgreen (WBA) e foi viver a vida de forma simples.

Walgreen é uma empresa de crescimento de dividendos e levantou seus dividendos por 41 anos seguidos. Gremel havia acumulado suas ações a aproximadamente 70 anos e tinha uma base de custo de $1000. A WBA continuou crescendo e expandindo seus negócios durante todos esses anos. Gremel tem hoje 28.000 ações que valem U$ 2,1 milhões e geram $42.000 dólares em dividendos anualmente.

fez $2 milhões na bolsa em empresas de dividendos

Ao longo de todos os anos os dividendos da WBA foram dobrados mais de 42 vezes, isso mostra o poder das empresas de crescimento de dividendos ao longo dos anos. Saiba mais aqui, porque empresas de crescimento de dividendos são tão poderosas. São ativos realmente impressionantes e sem fazer esforço o Sr. Russ conseguiu 11,5% ao ano de retorno ao longo desses 70 anos posicionados na WBA.

Sua analise foi simples, mas poderosa. Sr. Gremel percebeu que as pessoas sempre precisariam de remédios e as mulheres iriam sempre comprar maquiagem. Seu objetivo era aguardar pacientemente seu investimento em Walgreen no longo prazo, leia mais sobre isso aqui. É motivador ver um investidor de longo prazo que segurou suas ações por 7 décadas, realmente é um feito para poucas pessoas, fico refletindo quantas crises, quantos fins de mundo, quantos colapsos Gremel não escutou a mídia bombardeá-lo com essas informações que só servem para nos fazer girar o patrimônio.

Esse é um daqueles posts que me dá gosto de escrever, na verdade eu começo a falar sobre isso e fico todo empolgado, minha empolgação foi tanta que resolvi fazer um vídeo, o post era para ser só escrito, mas aproveitei para dar uns pitacos a mais via vídeo.

No vídeo acima Gremel diz que comprou participação em 10 a 12 empresas e aportava mensalmente 10% do seu salario. Ele mencionou que comprou ações por causa dos dividendos, ele gostava de receber os cheques de dividendos trimestralmente, hoje sua bola de neve lhe garante uma fortuna de mais de 2 milhões de dólares ao longo deste 70 anos investindo constantemente no mercado de ações.

072011_wagdiv

A Standard & Poor diz que as cotações da Walgreen deram um retorno de 13.000% até o final de 1960 se adicionar o reinvestimento dos dividendos teremos um retorno total de 36.000% até o final de 2010.

Um homem de gostos simples que vive frugalmente. Ele mora na mesma casa a 9 décadas, serviu ao exercito durante a 2 guerra e a guerra da coreia, durante esse meio tempo teve uma carreira jurídica e conseguiu se aposentar com 45 anos e fazer coisas que realmente importam para ele.

Gremel sabia, desde jovem, que ele não queria viver uma vida tradicional. Ele não queria trabalhar em sua velhice. Ele economizou, cortou o seu padrão de vida e se aposentou aos 45 anos e disse: Você não vai morrer aos 70 anos de idade e dizer, “se ?”.  Sua aposentadoria durou muito mais do que ele esperava, ele aproveitou a vida de forma simples, fazia caminhadas, assistia seus jogos de beisebol e fazia suas leituras.

Sua história é fascinante e um verdadeiro combustível para nós investidores que ainda estamos começando nessa caminhada, refletindo na sua história destaco algumas características importantes dele, não se assuste se a formula for a mesma divulgadas por grandes gurus dos investimentos como Warren Buffets da vida:

  • Investir naquilo que você conhece
  • Mantenha tudo simples
  • Compre empresas com largo fossos, veja aqui.
  • Seja um investidor de longo prazo e paciente, veja aqui.
  • Economize e foque nos aportes, veja aqui.
  • Viva sua vida ao máximo

Sua história é fantástica e motivacional, lembre-se que apesar de falamos apenas em Walgreen aqui é importante o investidor focar em diversificação, colocar todos os ovos em uma única cesta é muito arriscado. Digamos que o Gremel tivesse colocado seus investimentos em uma outra rede de farmácias como Rite Aid, talvez não estaríamos falando sobre ele aqui. Por isso recomendo aos investidores de dividendos diversificarem, a fim de reduzir o impacto de possíveis erros em seus planos de independência financeira.

Adoro esse tipo de investidor, pessoas simples como nós, que compraram e seguraram pacientemente seus campeões de dividendos por décadas, deixando o poder dos juros compostos fazer todo o trabalho pesado. Saiba que todos, com um pouco de paciência podem construir um portfólio diversificado no longo prazo, vamos aprender com essa história.

Colocar em prática seu plano – Imigração #5

Flag_-_Frankfurt_Am_Main

Algumas pessoas gostam de ficar planejando, e planejando, mas nunca saem do lugar. Outras querem imigrar mas nem plano tem. Falo um pouco sobre esses assuntos onde mostro que o importante é colocar em prática seu plano de imigração, porque por máximo que você programe, algo sempre dará errado e você precisará de improvisar e se adaptar as situações.

Serie imigração

Estamos trazendo atualizações sobre nosso processo de imigração para Alemanha, conheça um pouco mais sobre como essa história começou aqui em Viver de Dividendos na Alemanha. Quando se toma a iniciativa de imigrar para algum país, precisa de um bom planejamento e determinação.

Começamos a preparar a alguns anos e desde então temos caminhando para alcançar esse nosso objetivo. Tudo começou no Brasil em 2014 onde tivemos que estruturar todo nosso modo de vida por lá, podemos falar também da empresa, enfim tivemos que nos privar de algumas coisas por lá pra chegar até aqui.

No final de 2015 começamos o Stage 2 onde iriamos para Irlanda passar alguns meses aprimorando o inglês. Chegamos no final de 2016 e desbloqueamos ao Stage 3 que é a fase na qual vamos começar o processo de visto para a Alemanha, depois disso temos mais alguns Stages pela frente, não perca essa saga e continue nos acompanhando.

Colabore com o blog

Todo o conteúdo do blog é distribuído gratuitamente. Acredito que a informação deve ser democratizada, minha ideia ao criar o blog, foi acima de tudo, ser um instrumento para ajudar o pequeno investidor a conhecer e compartilhar informações sobre a bolsa de valores e o mundo dos negócios. Por isso sempre estou a produzir conteúdos relevantes ao tema, trazendo vídeos e artigos atualizados.

joker

Se você gosta do blog, se você já aprendeu algo por aqui, se você se identifica de alguma forma com o nosso trabalho realizado aqui e quiser demonstrar isso através de uma colaboração, utilize um dos botões na lateral do site para realizar uma doação única. Nós deixaremos nosso muito obrigado a você no nosso Papo de Dividendo.

Perspectivas para 2018 e 2019 na economia – Sachsida

sachsidaNão é a primeira vez que falo do Sachsida por aqui, o mestre sem dúvida é um dos melhores economista hoje no cenário brasileiro. Se fosse presidente Sachsida seria meu ministro da fazenda.

Nesse vídeo abaixo o Sachsida faz uma leitura da economia atual e traça uma perspectiva do que virá para 2018 e 2019, confesso que ele foi bem moderado nos cenários, para mim vejo a situação bem pior do que a que ele traçou.

Depois falo do colapso das contas publicas me chamam de louco, falam que não entendo nada, vou continuar de camarote esperando os desfechos e torcendo para alguns tesouretes acordarem para a vida. Assistam o vídeo porque é muito importante para ter uma noção do que está por vir.

 

Warren Buffett é um investidor de dividendos

berkshire_hathaway_01Warren Buffett é sem dúvida o melhor investidor que o mundo já viu, apenas corrigindo o melhor investidor de dividendos que o mundo já viu. Existe um mito de que Warren Buffett não gosta de empresas de dividendos e que o sucesso da Berkshire Hathaway (BRK.B) está relacionado ao fato dela não distribuir dividendos, você vai entender que no fundo a história é bem o contrário e descubra que Warren Buffett é um investidor de dividendos.

Warren Buffett começou a investir no mercado de ações com algumas centenas de dólares em 1956, hoje ele está como o segundo homem mais rico do mundo com uma fortuna de mais de 75 bilhões e não para de crescer.

Outro fato interessante é que se você observar a lista de top 10 mais ricos do mundo, vai perceber que todos construíram suas fortunas através de algum negócio, são empresários no final das contas, apenas Warren Buffett chegou lá investindo puramente no mercado de ações, ele sim é um verdadeiro investidor.

É comum tamanho sucesso cobiçar o interesse dos investidores, ocorre que o pessoal fica vidrado no efeito e esquece de observar as causas. Berkshire Hathaway é a principal empresa de Warren e muito conhecida pelos investidores, principalmente brasileiros, por não distribuir dividendos. Se começar a ler as cartas que o próprio Warren escreve a seus acionistas da Berkshire vai perceber uma tendência interessante em seus investimentos de longo prazo.

Buffett investe em empresas que tendem a crescer as receitas sem necessidade de muitos investimentos de capital. Isto é possível quando você investe em um negócio com um largo fosso competitivo, porque os consumidores são viciados nos produtos e na marca, ou a empresa tem alguma vantagem competitiva.

Ele se interessa em empresas com necessidade mínimas de capital e utiliza os lucros para comprar outras empresas. Muito semelhantes as de crescimento de dividendos, na verdade nossa estratégia é muito parecida com a dele, investimos em empresas que gerem dividendos crescente e depois utilizamos esses dividendos para comprar mais empresas.

Deem um olhada nessa carta dele de 2010. Vou colocar o trecho no qual ele fala da Coca ser uma empresa de crescimento de dividendos. Já traduzido e desculpem pelo meu inglês péssimo.

Coca-Cola nós pagou $88 milhões em 1995, no ano seguinte acabamos a compra das ações. Todos os anos desde então, a Coca-Cola aumentou seu dividendo. Em 2011, nós iremos certamente receber $376 milhões  da Coca, aumento de $24 milhões desde ano passado. Em dez anos esperamos que os $376 milhões dobrem. No final desse período, eu não ficaria surpresos de ver nossas ações da Coca exceder 100% do capital investido inicialmente. Tempo é um amigo maravilhoso.

Essa ultima frase dele já me inspirou um outro post no qual falo sobre ser um investidor de sucesso exige paciência, recomendo leitura.

Agora vocês entendem quando digo: achar que a BRK não é uma empresa de dividendos é uma completa ilusão. Por isso Warren não distribui dividendos, não faria sentido você comprar BRK para receber dividendos da Coca se você pode comprar a Coca diretamente.

Temos mais um blogueiro que estreou na bolsa americana, espero que tenha aberto uma conta aqui conosco na DriveWealth rsrsrs. O Buscando Primeiro Milhão (BPM) comprou a Berkshire Hathway (BRK.B) e no seu post me questionou de porque ser o único blogueiro que não possui a empresa na carteira.

Diante do que explanei acima, não faz sentido pra mim colocar dinheiro numa empresa que basicamente recebe dividendos e reaplica-os. Vou no próprio exemplo da Coca, ela é listada em bolsa, pra que comprar Coca por tabela se você pode ir direto na fonte.

Talvez se tivesse alguma empresa ali no portfólio da Berkshire que me interessasse e essa empresa fosse de capital fechado, apesar de pouco provável isso poderia justificar adiciona-la na minha carteira

Por exemplo a BRK comprou a um tempo atrás a Burlington Northern Santa Fe a terceira maior ferrovia americana e de capital fechado com o controle na BRK, quis colocar uma ferrovia na minha carteira fui lá e comprei de cara as outras duas maiores a Norfolk Southern Corp – NSC e a Union Pacific – UNP.

Se tivesse comprado a BRK por conta da Santa Fe teria recebido um caminhão de empresas que não me interessavam, além do fato que os resultados da NSC e UNP foram mais robustos que a da BNSF.

Antes de terminar, só para deixar claro, não estou aqui querendo dizer que a Berkshire Hathaway é uma empresa ruim, pelo contrario, a empresa é fantástica e possui uma carteira de empresas com ótimos resultados como Coca, Johnson & Johnson, Apple, entre outras, a ideia é apenas deixar meu ponto de vista e explicar porque a BRK não se encaixa no meu jeito de investir.