Compras Abril 2018 – PG – VTR – FPI

Dobrei minha posição na Procter & Gamble – PG para reforçar minha carteira de stocks americanas. Porém como o mercado de REIT tem oferecido boas oportunidades, conforme comentei nesse post, não podemos deixar de dar aquela passada nas promoções. Comprei o que considero o melhor REIT de saúda da bolsa americana e o troco gastei com as fazendas do Farmland que já vinha recebendo uns aportes recorrentes.

Novidades no Remessa On-Line

Aproveitando para comentar que a Remessa Online colocou o pais Bulgaria na lista de países para transferência, então se você criou uma história lá para transferir para o Leupay, altere o país para o correto. Outra boa noticia é que o limite de remessas internacionais aumentou para R$ 65.000,00 anuais e R$ 32.500,00 diários e as operações realizadas nos últimos 12 meses serão contabilizadas no total disponível para operar. Aproveite e faça agora mesmo sua remessa, veja aqui.

Atualização Ex-Dividend

Atenção todos os leitores assinantes do Ex-Dividend, quando fiz o artigo de número #20 esqueci de colocar a seção de “Segurança dos Dividendos” e o “Valuation”. Informo nesse post que adicionei essas duas informamos no artigo, quem já leu e quiser saber mais sobre isso favor acessar o artigo aqui.

  • Segurança de dividendos: é uma seção do Ex-Dividend onde mostramos o quão seguro estão os dividendos de uma ação, para isso analisamos o seguinte: histórico de receita, lucro, divida, dividendos, perspectivas de crescimento dos dividendos, valor da marca no mercado, valuation do negócio, market share da empresa, perspectivas do setor onde a empresa está inserida e perspectiva de crescimento das receitas futuras.
  • Valuation: Mostramos como avaliar uma ação para saber sua margem de segurança, saber se o preço atual é correspondente com suas perspectivas de crescimento.

Procter & Gamble – PG

PG nem precisa de apresentação, provavelmente você usa ou já usou frequentemente os seus produtos. Bom o fato é que dobrei posição na empresa, a empresa vinha encontrando dificuldades de achar o crescimento das receitas e dos lucros nesses últimos trimestres e tinha obtido quedas expressivas na sua receita. Apesar de seu case de negócio e suas marcas fortíssimas o mercado vinha batendo nela, desde o inicio do ano a ação caiu cerca de quase 20%.

Apesar das dificuldades do balanço e o animo do mercado não estar muito favorável, na minha visão a empresa irá conseguir reverter as quedas na sua receita. Para isso precisará de fazer aquisições no mercado ou lançar novas marcas, essa última traduza-se gastar rios com propaganda.

A empresa tem caixa reserva para realizar esses investimentos, acredito que mais de $15bi dê pra fazer bastante coisa no mercado. Sem contar que ela ainda possui um nível de endividamento baixo, onde lhe permitirá recorrer a capital externo para financiar essa retomada de crescimento, sem que esse capital sacrifique sua capacidade de remuneração dos acionistas.

Olhando os últimos resultados, fresquinhos que saíram essa semana passada a empresa apresentou o 3T18 com uma venda de $16,3 bilhões, apresentando um crescimento de 4% contra o ano anterior. E um lucro por ação de $1,00 um crescimento também de 4%.

A PG pagou $1,8 bilhões em dividendos aos acionistas marcando seu 62º ano consecutivo de crescimento de dividendo e retornou mais $1,4 bilhões em recompras de ações, por sinal boa hora para a administração recomprar, aproveitando o baixo preço. Lembrando que a PG vem pagando dividendos consecutivos a 128 anos, isso por si só já é algo fantástico.

Voltando para as aquisições a empresa anunciou um acordo para adquirir a Merck KGaA Consumer Health Care, uma empresa sediada em Darmstadt aqui na Alemanha. Essa aquisição reforça o portfólio da empresa na área de saúde com marcas como Vicks, Metamucil, Bepto-Bismol.

Essa vai ser a estratégia da PG nesses próximos anos, veremos a empresa se aproveitando de boas oportunidades que surgirem no mercado. Principalmente nessa área de saúde que junto com beleza e cuidados da pele tiveram os maiores crescimentos no trimestre com cada performance de 3% e 5% de crescimento respectivamente.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $43,84 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$148,51.

Ventas Inc – VTR

Ventas é um REIT de saúde, pra minha modesta opinião é só o melhor REIT do setor. Chego nessa conclusão pois ao analisar seu case, e ver o quão bem diversificado o fundo é, e se comparamos com outros players parentes veremos que ele é uma peça única no mercado.

Porém assim como a PG o VTR vem apresentando um bom resultado forte a cada ano, porém o mercado vem pegando pesado contra ele se olharmos o valor de cotação do fundo ao longo do último ano.

Esse ano de 2017 teve um lucro muito bom, as receitas operacionais do VTR cresceram 13% comparado com o mesmo período de 2016. O FFO do VTR também cresceu, porém bem menos. O indicador teve $4,22 comparado com 2016.

Em termos de investimento o fundo investiu cerca de $2 bilhões, incluindo a expansão do segmento de laboratórios para as universidades de Brow Univerty e Virginia Commonwealth Univerty. Desde setembro de 2016 o fundo vem investindo pesado nesse segmento e por conta desses investimentos o fundo tem expandido cerca de 37% nesse setor de compra e aluguel de laboratórios de pesquisas para universidades e empresas de saúde e biotecnologia.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $65,52 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$221,95.

Farmland Partners Inc – FPI

O FPI é um REIT de fazendas, já falei diversas vezes sobre ele aqui no blog, leia aqui. Quem me acompanha a mais tempo por aqui sabe que tenho feito aportes regulares nele, nada muito grande, geralmente pego a sobra dos aporte e aplico no fundo. Isso porque ele ainda está em um cenário um tanto arriscado para investimento.

De forma resumida: a coisa vinha caminhando bem até que o FPI resolveu adquirir a American Farmland Company – AFCO que era um outro REIT de fazenda, porém com um balanço bem ruim. Isso jogou temporariamente os resultados do FPI pra baixo, os acionistas ficaram desesperados e vimos isso:

Uma queda de quase 30% na cotação do FPI
Uma queda de quase 30% na cotação do FPI

Te confesso que eu mesmo pensei no inicio na época, que merda que o FPI tá fazendo… Porém não vendi no desespero e esperei os resultados pra ver o que a administração iria fazer. Eles montaram um plano, disseram que o FPI iria vender as propriedades mais problemáticas do AFCO e iria tornar as fazendas lucrativas. Bom a administração do FPI vinha fazendo um bom trabalho, resolvi dar um voto de confiança na empresa.

Esse resultado era esperado para ser um dos piores do FPI e que ele iria fechar no prejuízo. Veremos o que aconteceu logo abaixo.

No iniciou de março o fundo publicou o seu balanço de fechamento do 4T17 onde relatou um total de receita operacional de $15,6 milhões um aumento de 17% no mesmo período de 2016.

O crescimento da receita foi muito bom, porém como disse antes os lucros ainda estão um pouco comprometidos pelas aquisições da AFCO, o AFFO por ação foi de $0,16 uma queda considerável levando em conta que no ano anterior teve um AFFO de $0,36.

Particularmente eu esperava um prejuízo leve nesse trimestre, a coisa pra mim veio melhor do que a minha expectativa, por isso resolvi até fazer um novo aporte pequeno nesse mês.

A FPI nesse trimestre também adquiriu 5.114 acres de terras agrícolas de cultura permanente na California Central Valley por $110 milhões.

Se olharmos o anual teremos uma receita operacional de $46,2 milhões um aumento de 49% sobre o ano de 2016. E um AFFO de $13,3 milhões isso dá algo em torno de $0,36 por ação, frente a um AFFO de $11 milhões com uma indicador por ação calculado de $0,58.

Alguns podem questionar: Viver me explica como esse ano o AFFO total subiu pra 13 e teve um resultado pior que do ano passado que foi de $11? Simplesmente a FPI teve que lançar ações no mercado para pagar a compra da American Farmland Company.

Além disso a empresa pegou um empréstimo com a Rabo AgriFinance LLC de $80 milhões onde será disponibilizado uma pequena fração de $66,4 milhões e a FPI terá um juros de 1,7% além deste já deixou uma garantia adicional de $13,6 milhões, mas esse só será liberado em janeiro do ano que vem.

A perspectiva para esse ano de 2018 é que a empresa continue crescendo as receitas e buscando cada vez mais diminuir os gastos. A estimativa de resultado do AFFO para esse ano é algo que fique entre $0,40 e $0,44 por ação, então provavelmente teremos um corte de dividendos, vou esperar uns próximos trimestres e devo fazer um aporte de verdade quando a empresa cortar os dividendos que já estão congelados.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $5,61 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$19,00.

Ao todo foram acrescentados na minha renda de dividendos $114,97 ou seja R$389,46 a mais por ano para somar na minha bola de neve.

Empresa Código Qtde
Procter & Gamble Co PG 16
Ventas Inc VTR 21
Farmland Partners Inc FPI 11

Já atualizei a minha carteira com essa nova aquisição.

 

Enquanto isso…

 

 

 

 

 

 

15 thoughts on “Compras Abril 2018 – PG – VTR – FPI

  • 26 April 2018 at 23:41
    Permalink

    Fala Vdd!

    Blz? Cara ta ficando legal o XD+. Agora tava dando uma olhada na carteira de REITs XD (não sei nem só posso ta comentando por aqui) mas reparei que o *** não ta por lá. E lembro que vc citou ele lá no começo das revistas do blog. Tanto que achei interessante o case deles e resolvi entrar no REIT.
    Algum motivo específico pra ele não ta na carteira?

    Abraço!

    Reply
    • 27 April 2018 at 09:21
      Permalink

      olá TC

      obrigado, falar nisso coloquei uma stock top nesse ultimo artigo lá, não sei se chegou a olhar.

      ele não entrou na Top Picks pq não tinha muito espaço para o setor de residencial, então ele é um REIT excelente, não coloquei mesmo por conta do espaço lá, entre ele e os outros 2 que coloquei do setor eu vejo os outros dois com um case melhor, mas note que o REIT q vc disse tem espaço em qualquer carteira, inclusive na deterioração de algum ativo do setor dele certamente é a bola da vez.

      aqueles REIT da top pick eu acompanho a cada trimestre, então não dá pra colocar uns 50 lá, senão não consigo fazer o acompanhamento

      por isso precisei de selecionar um numero reduzido, já até coloquei bastante REIT se vc comparar com a carteira de ação tem quase do dobro de ativos de REIT. Então é mais uma questão de logistica minha do que do próprio REIT.

      Reply
  • 24 April 2018 at 12:56
    Permalink

    Grande VD,

    Quero parabenizar você pelas aquisições, mas se tem uma empresa que eu tenho nojo, e nunca mais comprarei nada eles, é essa P&G!

    Participei de uma promoção promovida por ela, e mesmo eu estando correto, a empresa negou-se a entregar o que foi prometido. Fiz reclamação no Reclame Aqui, procurei o SAC, e mesmo assim nada foi resolvido.

    Depois dessa, a P&G MORREU para mim! Por outro lado, também tive um problema com a Kimberly-Clark, que é uma grande concorrente da P&G, e o tratamento foi da água para o vinho.

    Resolveram a minha questão de forma praticamente imediata, com agilidade, cordialidade, qualidade e respeito ao consumidor. A KB cresceu uns 1000% na minha escala como consumidor, enquanto a P&G foi o contrário.

    Sei que sou apenas um consumidor isolado, mas eu não compro mais NADA dessa empresa safada, ordinária e vagabunda chamada P&G.

    Abraços meu amigo!

    PS: Mês que vem estarei nos EUA de novo, bora se encontrar lá em Wall Street?! =)

    Reply
    • 24 April 2018 at 18:38
      Permalink

      fala IL

      já vai voltar pros States… da ficando um mês Br e 3 la hein kkkkk

      mes que vem vou pra portugas pegar um sol e praia, USA agora só daqui uns anos eu não curto muito viajar pra lá, sei lá aqui na Europa a diversidade cultural me atrai mais, enfim isso não vem ao caso…

      bom lamento que não tenha tido uma experiencia muito boa com a PG, mas isso acontece as vezes usamos o produto da empresa como consumidor e não gostamos, veja vc uma coisa… era acionista do Bradesco que pra mim é um banco horrível, não tenho nada a falar de bom deles, mas na época que investia eu tive que engolir essa minha raiva com eles pois pra mim na época (não sei como anda hoje) o balanço dele era mais consistente que o do itau

      entao eu sei que é difícil conseguir separar essa esfera pessoal dos investimentos, mas as vezes precisamos de olhar para o dinheiro primeiro, enfim se tratando de uma PG que não tem um case assim tão fantástico como uma Top Picks da vida, acho que vale a pena vc não investir se vc está puto com os caras, no final é aquilo que eu digo, o investimento tem que te fazer dormir tranquilo a noite.

      Reply
      • 25 April 2018 at 17:40
        Permalink

        VD,

        Quem me dera, é uma viagem por ano para os EUA e olha lá, rsrs.

        Pois é, eu fiquei MUITO puto com a P&G, e estou falando mal dela para todo mundo que eu conheço. Fiquei com muita raiva dessa empresa, literalmente peguei nojo dela, e se a mesma for a falência eu vou achar ótimo…

        Abraços!

        Reply
        • 25 April 2018 at 18:29
          Permalink

          só me avisa quando essa sua praga pegar, pra que eu possa vender minhas acoes antes…. rsrsrsrsrs

          eu só fico imaginando vc no mercado olhando atras dos produtos pra ver se é da PG só pra não poder comprar

          Reply
  • 24 April 2018 at 07:45
    Permalink

    Olá VDD,

    Parabéns pelas novas aquisições.
    Dando uma olhada na sua carteira. Você tem mais dinheiro alocado em REITs. Pensava que era em ações. Essa alocação maior é por causa dos dividendos maiores?

    Andei pensando em aumentar a minha posição de FIIs também. Estou muito exposto a ações. Atualmente tenho 75% em ações e pretendo aumentar os FIIs para 30% a 40%.

    Abraços.

    Reply
    • 24 April 2018 at 18:30
      Permalink

      olá CI

      não é nem por conta disso não, são dois fatores na verdade, eu gosto mais dos REIT de que das acoes, veja ai pelo brasil que vendi minha carteira de acoes mas não me desfiz dos meus fundos,

      e depois porque os REIT tao numa promoção ai a vontade pesa mais ainda.

      Reply
  • 24 April 2018 at 00:03
    Permalink

    Quem diria… devia ter jogado na mega! kkkkkkkkk
    Se não tivesse escrito antes, ninguém acreditaria. Só errei o alvo, né?! Falei área da saúde, mas achei q iria pra OHI. Não lembrava que VTR tb era desse ramo.
    Ótimos aportes, VdD. E vamos que vamos aproveitando as pechinchas.

    Reply
    • 24 April 2018 at 15:24
      Permalink

      eu sou da época que os caras jogavam no bicho, nem sei se existe isso ainda…

      eu falei que tu tinha 50% de chance de acertar, era o FPI que eu comprei q vc tinha acertado kkkk

      VTR eh bom pode dar uma olhada nele ai q vc vai gostar

      Reply
    • 24 April 2018 at 15:25
      Permalink

      bem melhor que OHI disparado

      Reply
      • 24 April 2018 at 15:45
        Permalink

        E com relação a NHI? Acha VTR melhor?

        Reply
        • 24 April 2018 at 18:40
          Permalink

          PRA MIM VTRk por tudo que ele tem, pelo conjunto da opera, é hoje o melhor fundo do setor de saude

          Reply
  • 23 April 2018 at 23:43
    Permalink

    To babando para comprar mais VTR, mas este mês foi a vez de EPR. Mês que vem ela volta ao pit

    Reply
    • 24 April 2018 at 15:21
      Permalink

      Fala AA40
      Mês passado fui de EPR só fala o mês que vem eu ir de EPR e vc de VTR kkkkk

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *