Abril de 2015 – Dividendos recebidos

dividendosEsse é o meu assunto favorito no blog, falar sobre recebimentos de dividendos é muito bom, de certa forma cada mês que escreve artigos como esse é como se fosse dado mais um passo rumo a independência financeira. Chega a ser fantástico se levarmos em consideração que esse montante que estou a receber nesse mês é fruto de uma ação que tomei no passado e que vai me beneficiar por anos trazendo um retorno passivo.

Cada Real de ação de empresa ou cota de FII que compramos passa a ser um soldado que estar a trabalhar incessantemente para que possamos alcançar nossa independência financeira e trazer mais qualidade de vida no futuro e é difícil argumentar contra o sucesso no longo prazo dos crescimentos de dividendos quando lenta e seguramente vamos vendo as receitas de dividendos subirem ao longo do tempo e cobrirem nossos gastos.

Esse mês novamente os dividendos passaram da casa dos 1k alias foram até superiores ao do mês anterior quando bati os 1019 as ações no Brasil foi o principal motivo dessa crescida nos dividendos, mas os pagamentos não são tão periódicos como as empresas americanas então não da pra garantir que os dividendos manterão esse mesmo crescimento mês a mês.

Os destaques do mês foram:

  •  TOTVS (TOTS3): Destaque para o bom resultado desse 1T15 com a aquisição da Neolog e a parceria com a Redecard que acredito que vai aumentar ainda mais a penetração da Totvs no mercado. Tiveram um crescimento de 6,3% comparado com o trimestre anterior, achei um resultado bom dado ao cenário econômico brasileiro que não está lá muito favorável. As despesas continuaram dentro dos níveis cada vez menores se considerarmos a inflação do período acredito que teve até queda do custo operacional.
    receita totvs
  • Roche Holding AG ADR (RHHBY): A fabricante de medicamentos suíça apresentou um excelente resultado nesse primeiro trimestre de 2015 superando até mesmo as expectativas dos analistas de mercado. O crescimento da receita foi de 5% com destaque para a divisão de Diagnósticos, alias estou a acompanhar o desenrolar do possível spin-off que deve ocorrer esse ano da divisão de Diagnósticos com a Farmacêutica.
    resultado rocheEsse crescimento foi motivado pela venda dos dois novos medicamentos que foram aprovados no final do ano passado nos EUA e começaram as vendas no inicio desse ano com crescimentos de 2 dígitos para ambos os remédios. O Esbriet que é para problemas pulmonares e o tão esperado Perjeta para quem tem câncer de mama, pra quem não sabe o câncer de mama é a causa das principais mortes entre as mulheres, veja aqui. É muito bacana você ter ações de uma empresa que você sabe que alem de fazer muito dinheiro com isso ainda está “ajudando” a salvar vidas.
    Particularmente eu gosto muito desse setor de grandes fabricantes de medicamentos porque são bastante anti-cíclicos e de modo geral uma empresa quando consegue desenvolver um remédio desse porte consegue abrir um fosso competitivos importantíssimo contra seus concorrentes e isso é uma baita proteção para nós investidores, não conheço muito dessa área de saúde então resolvi dar uma bisbilhotada no preço desse Perjeta e pra minha surpresa o medicamento custa só 12 mil reais não é atoa que a Roche é uma mina de ouro, confesso que nem imaginava que esses medicamentos eram tão caros, bem na verdade é meio relativo porque se você tivesse correndo risco de vida e precisasse de pagar 12k num remédio acredito que ninguém pensaria duas vezes…
    perjeta

 

Abril de 2015 - Receita com dividendos BVMF
Ativo Cód Valor
FII AESPAR AEFI11 R$ 17,00
FII AG CAIXA AGCX11 R$ 30,40
FII BB PRGII BBPO11 R$ 21,64
FII BMBRC LC BMLC11B R$ 23,97
FII BC FUND BRCR11 R$ 29,29
FII CX CEDAE CXCE11B R$ 15,08
FII MTGESTAO DRIT11B R$ 19,68
FII OURINVES EDFO11B R$ 12,69
FII GALERIA EDGA11B R$ 14,82
FII EUROPAR EURO11 R$ 39,00
FII ANH EDUC FAED11B R$ 19,53
FII RIOB RC FFCI11 R$ 15,09
FII RB CAP I FIIP11B R$ 14,39
FII S F LIMA FLMA11 R$ 37,36
FII CSHGSHOP HGBS11 R$ 27,60
CSHG JHSF PRIME OFFICES  HGJH11 R$ 9,40
FII CSHG LOG HGLG11 R$ 24,80
FII HG REAL HGRE11 R$ 23,20
MAXI RETAIL  MAXR11B R$ 12,12
FII D Pedro PQDP11 R$ 3,40
FII RBPRIME1 RBPR11 R$ 62,40
BANCO BRADESCO SA BBDC3 R$ 3,20
GRAZZIOTIN CGRA3 R$ 129,77
ODONTOPREV ODPV3 R$ 2,54
PORTO SEGURO PSSA3 R$ 81,50
TOTVS TOTS3 R$ 153,50
VALE SA VALE5 R$ 102,30
Total   R$ 945,67
Abril de 2015 - Receita com dividendos NYSE
Ativo Cód Valor
BAXTER BAX US$ 4,73
COCA-COLA KO US$ 5,77
WAL-MART WMT US$ 3,77
ROCHE HOLDING RHHBY US$ 25,31
Total  R$ 127,84 US$ 39,58

Total Geral: R$ 1.073,51

  • Dólar utilizado para conversão: R$ 3,23 (veja aqui)
  • Valores de dividendos das ações de NYSE já são declarados como líquidos, ou seja considerando o imposto de renda.

Acompanhe na pagina com as atualizações dos rendimentos mensais e veja como anda a evolução da minha carteira.

Veja como funciona os dividendos no EUA.

Conforme anunciado nesse post resolvi fazer um Trade de Valor com a ação da Manhattan Associates Inc. Abaixo a tabela com as operações de compra e os respectivos ganhos/perdas:

Trade de Valor: Manhattan Associates Inc - MANH
DATA QTDE PREÇO COMPRA GANHO US$ GANHO R$ GANHO % US$ GANHO % CAMBIAL
09/02/2015 73 48,99  US$227,03   R$692,44   6,35 %   7,42 %
09/03/2015  66 49,90  US$145,20   R$442,86   4,41 %   4,73 %
27/04/2015  33 54,55   US$-80,85   R$-246,59  -4,49 %  4,27 %
RESULTADO FINAL   172  50,41   US$291,38   R$888,71   3,36%   3,63%
Roche Holding AG – RHHBY

Roche Holding AG – RHHBY

roche-071213-cj-tifA suíça Roche foi fundada em 1896. É um dos grandes laboratórios farmacêuticos do mundo. Fiz uma analise dias atras sobre o setor de Drug Manofactures – Major vale a pena dar uma olhada para ter uma ideia dos concorrentes. Ela estuda e produz medicamentos para oncologia, doenças infecciosas, imunológica, metabolismo e medicamentos para neurociência. A empresa possui mais de 60 produtos em seu portifólio.

Os negócios da companhia estão divididos em duas divisões: produtos farmacêuticos e diagnósticos. A divisão farmacêutica é dividida em duas sub-categorias Roche Farmacêutica e Genentech. Divisão de diagnósticos possui cinco áreas de negócio: Ciência Aplicada, Diagnostico Molecular, Diagnostico Profissional, Diagnostico Tecidual e Cuidados Diabete.

Veja como eu analiso as minhas empresas…

Veja mais artigos sobre a Roche Holding AG – RHHBY…

*Valores em U$

NYSE: Compras Dezembro 2014 – WMT – CME – RHHBY – INTC – CL

NYSE: Compras Dezembro 2014 – WMT – CME – RHHBY – INTC – CL

intel-fachada-3Ainda não é Natal mas eu fui as compras esse mês, enquanto todos meus amigos e conhecidos estão planejando as compras de final de ano no shopping eu fiz uma visita antecipada no shopping que eu mais adoro, a bolsa de NYSE, alguns gostam de sair e comprar um tênis novo, um novo celular ou qualquer outro objeto de consumo eu fico contando nos dedos para chegar o dia em que compro mais algumas empresas para montar minha carteira, é muito bom você saber que a cada compra dessas são mais soldados (dinheiro) lutando por você para conquistar a tão desejada independência financeira. Melhor eu parar por aqui porque falar de 5 empresas é motivo mais que suficiente para deixar o post gigante.

Esse mês eu fiz um aporte um pouco maior na minha carteira, eu tinha a meta de bater os R$ 150.000,00 até o final do ano e faltava bem pouco para alcançar, eu não podia deixar o ano acabar e a meta bater na trave, seria frustrante demais, então apertei um pouco aqui e ali e consegui fazer uma remessa para cobrir a meta. Agora é aguardar janeiro para fazer um levantamento do ano de 2014 e travar novas metas para 2015.

Compra de Dezembro de 2014 na bolsa americana
Empresa Código Qtde
Wal-Mart Stores Inc WMT 11
CME Group Inc CME 11
Roche Holding Ag RHHBY 26
Intel Corp INTC 21
Colgate-Palmolive Co CL 14

Já atualizei a minha carteira com essa nova aquisição.

Wal-Mart Stores Inc – WMT

A empresa é um dos principais varejistas do mercado americano, apesar de uma marca forte o Wal-Mart vem enfrentando dificuldades para superar a concorrência, pasmem pois quem tem feito frente ao WMT não é nenhum outro mega hipermercado, mas sim pequenos mercados de bairro.

Pelo que tenho percebido nos canais de mídia o movimento de consumo nos mercados tem seguido o sentido contrario do Brasil, enquanto que aqui a uns anos atras vimos a consolidação dos grandes mercado comprando os pequenos e ganhando cada vez mais market share, vide invasão do Casino, Carrefour e o próprio Wal-Mart, por lá os pequenos estão tomando os clientes dos grandes.

O que explica esse movimento é o fato dos clientes preferirem entrar num mercado de menor porte para realizar suas compras pois o processo é muito mais rápido, primeiro as filas de caixa geralmente são menores, segundo você não precisa de para num estacionamento gigante e tem que andar bastante pra chegar até o seu carro, enfim parece que os americanos tem valorizado bastante o fator comodidade, mesmo que pra isso as opções de escolha nas prateleiras sejam mais reduzidas. Eu vejo por mim, vou quase todos os dias num mercadinho próximo a minha casa e no WMT eu deixo pra ir 1 ou 2 vezes no mês pra comprar o que não encontro aqui.

Você se pergunta como um cara pode entrar na empresa sabendo desses problemas… Analisando e vendo o que a administração tem feito para contornar o problema, a empresa está desde 1969 no mercado e para chegar na liderança eles tiveram que se adaptar as tendências do mercado, a administração ja anunciou medidas para fazer frente a esse novo movimento, uma delas é o aumento na abertura de Mercados de Bairro que concentram um supermercado e farmácia juntos, claro com uma diversidade bem menor que as Super Lojas que terão o seu número de abertura de novas lojas restritos aos mercados emergentes.

Olhando da perspectiva quantitativa o Wal-Mart saiu de uma receita de 284 bi em 2005 para 476 bi  nesse ano de 2014 é um crescimento de 8.1 bem acima dos 5.7 do setor. A margem é baixa bem em linha com empresas do mesmo tipo, geralmente essas empresas de consumo possuem margem baixa, mesmo assim sua margem está acima da do setor que gira em torno de 3.5%.

O fluxo de caixa da empresa teve um crescimento orgânico e bem superior aos outros indicadores, os dividendos vem num base de crescimento desde 1974 são aí mais de 25 anos, então ela pode ser considera como uma Aristocrata de Dividendos, olhando nos últimos 10 anos os dividendos saíram de 0,52 para 1,88 no ultimo ano.

Essa compra adiciona US$ 26.18 anualmente na minha receita de dividendos.

CME Group Inc – CME

Fiz uma analise do setor aqui e também uma analise do case de negócio de empresa aqui, a empresa outrora conhecida como Chicago Mercantile Exchange com sede em Chicago e com mais de 110 anos de história através de suas subsidiarias opera no mercado futuro e opções em todo o mundo, dispõe de serviços de compensação e liquidação para produtos negociados na bolsa, fornece vários serviços de dados sobre o mercado a investidores profissionais e individuais.

Eles adquiriram o índice S&P 500 e também possuem participação na Bovespa, por sinal esse foi um dos motivos por vender minha participação na BVMF3 pois como estava com intenções de adquirir ações da CME não queria ficar exposto demais em duas bolsas.

CME é uma empresa de crescimento moderado com um crescimento médio nos lucros na casa de 11,2% ao ano desde 2004 os dividendos estão crescendo a 4 anos consecutivos pois de 2008 a 2010 a empresa manteve o mesmo pagamento por conta das dificuldades da crise econômica. A CME é típico de uma empresa que se enquadraria em crescimento de dividendos mas acontece que em momentos de crise financeira a empresa acaba sofrendo bastante, por isso não consegue manter um fluxo de crescimento dos dividendos. Se você levar as regras ao pé da letra provavelmente não compraria CME mas eu não gosto de coisas desse tipo eu prefiro analisar cada caso e usar as regras de crescimento de dividendos como um parâmetro de escolha combinando-as com algumas outras regras igualmente interessantes.

Recentemente a administração anunciou um programa de recompra de ações um fato positivo visto que o número de ações tem crescido nesses últimos 5 anos saindo de 332M em 2009 para 334M agora no final de 2013. O caixa da empresa é bastante solido e vem crescendo nos últimos 3 anos chegando a um FCL na casa de 1,155 bilhão ante a 208 milhões de 2004.

Como uma ação de crescimento eu espero que a empresa cresça a sua receita ao longo do tempo as minhas estimativas estão em cerca de 8% ao ano o que é bem razoável uma vez que os analistas projetam um crescimento do lucro de 13,7% ao ano para os próximos 3-5 anos.

Essa compra adiciona US$ 20.46 anualmente na minha receita de dividendos.

Roche Holding Ag – RHHBY

Antes dê uma olhada na analise que fiz no setor de Grandes Fabricantes de Medicamentos. Nessas ultimas três compras ainda não tive tempo de fazer um post com a analise do case de negócio da companhia e em algumas nem dos setores, vou ficar devendo isso para o ano que vem. Outro detalhe é que a Roche foi a minha primeira ADR, uma ADR pode ser identificada porque geralmente tem 5 letras e termina em Y, se você investe nos EUA fique atento a esse detalhe.

A gigante farmacêutica suíça estabeleceu-se como o principal fabricante mundial de medicamentos oncológicos isso pode ser refletido em seu impressionante crescimento das vendas em quase toda a sua ampla gama de medicamentos contra o câncer. A empresa conseguiu aumentar a sua receita em vendas nesse ultimo trimestre em 5% isso impulsionado pelas suas recentes descobertas com medicamentos contra o câncer de mama, que no ano anterior viu crescimentos de dois a três dígitos percentuais.

A empresa conseguiu crescer nos principais mercados, como: EUA, Japão e Europa batendo uma receita de 12.5 bi de dólares. Outros medicamentos para o tratamento de leucemia, asma, artrite apresentaram crescimentos significativos de vendas ao longo do trimestre superando as expectativas dos analistas e novos aumentos são esperados pois a divisão de diagnósticos lançou um programa de testes de carga viral HIV em países menos desenvolvidos, além disso nesse novo tri, provavelmente já entra as vendas de um novo medicamento que foi aprovado nos EUA e Europa para o tratamento contra o câncer de ovário e colo do útero.

No 2T12 a empresa teve uma receita de U$ 23,406 nesse ultimo 2T a receita saltou para U$ 25,646 os lucros saltaram para U$ 6,177. Além da melhora da receita e lucros a margem liquida também teve um crescimento relevante saindo de 18% para 24% nesse ultimo tri.

Com a boa administração e os novos produtos que a empresa vem lançando a tendência é que esses resultados excelentes continuem para os próximos anos.

Essa compra adiciona US$ 28.60 anualmente na minha receita de dividendos.

Intel Corp – INTC

A Intel é o maior fabricante de semi-condutores do planeta, seu market share é de 90% para laptops e 82% para desktops em segundo temos a AMD com uma parcela bem menor do mercado. As vendas de PC são o grande carro chefe da empresa correspondendo a 60% de sua receita.

Novas atualizações do sistema Windows é o principal motor de crescimento para as vendas de PCs e como a aceitação do Windows 8 foi abaixo das piores expectativas por isso o fraco desempenho da Intel no ano passado. A empresa espera que o mercado entre numa nova demanda de atualizações de hardware com a noticia de lançamento do Windows 10 e o fim dos Refresh para Windows XP no mercado corporativo.

Outra área que tem crescido bastante é a venda de laptops de baixo desempenho como Chromebooks e Netbook que tiveram desempenhos bastante satisfatórios, fato motivado pelo crescimento das vendas desses produtos em mercados emergentes devido ao seu baixo custo.

Veja uma expectativa de receita para os próximos anos no segmento de PC:

exp receita

A Intel tem desenvolvido produtos em parceria com outras grandes empresas do mercado para tentar tomar um pouco das fatias de Tablets e Wearable (como Google Glass) mostrando a preocupação em diversificar seu portifólio e não ficar tão dependente dos Desktops.

Olhando os números a Intel nesse 3T14 temos

  • Receita de US $ 14,6B um crescimento de 1.1B (+8%) a partir de US $ 13.5B

  • Margem bruta na casa de 65% crescendo 2.6 pontos ante aos 62.4% do ano passado.

  • Lucro operacional de US $ 4.5B cresceu cerca de 1Bi (+30%)

  • Lucro liquido de US $ 3.3B um aumento de 12%

A Intel é a primeira empresa de Tecnologia da minha carteira, particularmente eu que trabalho na área sei de perto as dificuldades que esse mercado enfrenta e confesso que fiquei decepcionado um pouco com a administração da Intel, por ter perdido um pouco o compasso nesse mercado. A empresa focou seus esforços no PC e a demanda está indo para o mercado móvel, vide ARM (ARMH) que tem uma fatia considerável nesse mercado e para a Intel será um desafio conseguir ganhar espaço pouco a pouco num mercado tão competitivo.

Bem a empresa se mostrou competente no mercado de PCs e acredito que com o tempo também conseguirão uma posição de destaque no mercado móvel. A Intel está se preparando para uma nova etapa e para nós pequenos investidores esse é o melhor momento, se as coisas forem feitas corretamente poderemos ter um ganho extraordinário, como o risco é um pouco maior resolvi aportar bem menos do que venho aportando nas demais empresas, vou montar posição devagar na empresa e ir crescendo com o tempo a medida que vou analisando seus resultados.

Essa compra adiciona US$ 18.90 anualmente na minha receita de dividendos.

Colgate-Palmolive Co – CL

A empresa é uma das maiores no segmento de produtos pessoais, atuando basicamente em dois segmentos: Oral, Pessoal e Home Care; e Nutrição Animal. O segmento Pet corresponde a 13% de suas receitas e os outros 87% ficam com marcas conhecidas como Colgate, Palmolive, SpeedStick, Softsoap, Suavatel e Ajax.

Em se tratando de pasta de dentes a empresa lidera a nível mundial, nesse gráfico abaixo é possível verificar o MarketShare da Colgate:

ms colgate

Eu gosto de empresas que produzem esses bens de consumo essenciais, pois geralmente possuem um case de negócio resiliente a crises, afinal independente da situação do mercado você vai continuar a escovar os dentes.

A empresa é uma Aristocrata de Dividendos pagando dividendos ininterruptos a mais de 119 anos e a 51 anos paga um crescimento de dividendos, isso é uma marca para poucas empresas. Apesar de uma posição confortável no mercado a empresas vem buscando um crescimento continuo nesse ano foram gastos US $ 250 milhões em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos.

Essa compra adiciona US$ 19.60 anualmente na minha receita de dividendos.

Conclusão

Essas foram as ultimas 5 empresas que comprei esse ano, agora novas compras só em janeiro de 2015, com essa compra eu passo a ter posição em 19 empresas do mercado americano, falta só 7 empresas para fechar a minha carteira no exterior, mas eu devo comprar alguns FIIs em janeiro ou fevereiro, afinal aproveitar a liquidação por conta dos juros altos.

Ao todo as 5 compras adicionarão US$ 113.74 anualmente na minha receita de dividendos que convertendo para o dólar de novembro teríamos R$ 296,86

NYSE: Fazendo uma analise setor de Drug Manufactures – Major

NYSE: Fazendo uma analise setor de Drug Manufactures – Major

curso-de-estabilidade-de-medicamentos---emDando continuidade a nossa série de estudo sobre alguns setores que eu vejo como interessante para investir. Se quiser ver o ultimo artigo no qual fiz uma analise das empresas de Bolsa de Valores – Financial Exchanges ou ver todos as analises dos setores pela tag de Setores do blog.

Esse artigo é para mostrar aqueles que estão começando nos investimentos como selecionar uma empresa para investir, apesar de se tratar de empresas globais o processo pode ser facilmente aplicado também na bolsa Brasileira.

O objetivo desse estudo é fazer uma pré seleção, portanto não será nada muito aprofundado, vou focar apenas nos indicadores fundamentalistas e deixar de lado uma analise da governança e cenário macro econômico.

O PASSO-A-PASSO

Primeiro passo é decidir um setor para investir.

Levante os principais indicadores das empresas que compõe o setor, cuidado tem empresas que são totalmente diferente mas as vezes estão dentro de um mesmo setor, nesses casos devem ser analisadas separadamente.

Depois de selecionada a(s) que mais lhe interessou comece a estudar os balanços da empresa e buscar informações sobre a governança.

Por fim analise o cenário macro econômico onde a empresa está inserida, tanto no mercado global quanto no mercado interno do país.

Veja nesse artigo de como analisar em detalhes uma empresa.

OS PLAYERS DO SETOR

O setor de grandes fabricantes de medicamentos são quase 50 empresas desse setor negociadas na NYSE eu vou focar nas que tiverem mais representatividade no cenário global. As empresas selecionadas foram:

  • Bayer AG – BAYRY
  • Bristol-Myers Squibb Company – BMY
  • Sanofi – SNY
  • Roche Holding AG – RHHBY
  • GlaxoSmithKline PLC – GSK
  • Novartis AG – NVS
  • Pfizer Inc – PFE

Pré – Eliminadas

Esse é um setor excelente, das empresas escolhidas nenhuma precisou ser pré eliminada, todas apresentaram lucros consistentes e distribuíram dividendos ao longo de 10 anos.

Analisando o histórico

Dividendos por ação - DPA
Códigos 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 CRESC %
BYRY 0,52 0,69 1,17 1,47 1,39 1,39 1,35 1,4 1,57 1,88 14%
BMY 1,12 1,12 1,12 1,15 1,24 1,25 1,29 1,33 1,37 1,41 2%
SNY 0,56 0,79 0,97 1,28 1,38 1,55 1,2 1,19 1,7 1,36 9%
PFE 0,63 0,76 0,96 1,16 1,28 0,8 0,72 0,8 0,88 0,96 4%
GSK 1,63 1,48 1,85 2,01 1,63 1,93 2,03 2,1 2,34 2,56 5%
RHHBY 0,17 0,19 0,25 0,38 0,52 0,58 0,78 0,88 0,90 1,00 19%
NVS 0,78 0,86 0,89 1,1 1,54 1,71 1,95 2,36 2,48 2,53 12%

Obvio que o blog por se tratar de dividendos o primeiro dado que pego é se a empresa possui uma base de dividendos regular, se a empresa manter uma base de pagamento de dividendos de pelo menos 10 anos seria o mínimo para aceita-la na minha carteira. Nesse caso como todas as empresas tiverem distribuições de dividendos regulares eu optei pela RHHBY – Roche Holding AG por ter uma base crescente de dividendos maior do que as demais, veja no quadro acima que a cada ano eles remuneram os acionistas com mais dividendos.

Vamos parar só para abrir um parênteses, você não deve olhar apenas os dividendos mas o conjunto, as vezes a empresa não distribui dividendos pois reinveste os lucros nesse caso você precisaria olhar para ver se o LPA dela está crescendo é exatamente isso que vamos fazer agora…

Lucro por ação - LPA (EPS)
Códigos 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 CRESC %
BYRY 1,35 2,27 2,6 4,29 2,94 2,35 2,1 3,86 3,87 5,26 15%
BMY 1,21 1,44 0,73 0,99 1,35 1,63 1,8 2,16 1,16 1,54 2%
SNY 1,42 1,02 1,91 2,78 1,88 2,78 2,79 2,75 2,45 1,89 3%
PFE 1,43 1,02 1,52 1,18 1,19 1,23 1,03 1,06 1,2 1,65 1%
GSK 2,56 2,9 3,71 3,7 2,54 3,51 1,01 3,2 2,88 3,64 4%
RHHBY 0,53 0,67 0,93 1,29 1,15 1,09 1,32 1,46 1,5 1,79 13%
NVS 2,18 2,51 2,88 2,8 3,56 3,69 4,26 3,78 3,79 3,7 5%

Olhando o quadro de LPA as duas que mais se destacaram foram Bayer e Roche. Bayer com uma leve vantagem sobre a Roche. Esse LPA é contando apenas lucros recorrentes, para nossa alegria tem alguns sites com informações das empresas que separam o valor recorrente e não recorrente. Quando for analisar um setor fique atendo aos não recorrentes podem fazer a diferença e mascarar algumas coisas importantes.

Vamos verificar os outros indicadores para só então tomarmos alguma decisão.

Gestão da dívida - Divida / PL
Códigos 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013
BYRY 79% 94% 150% 85% 104% 69% 63% 61% 51% 37%
BMY 101% 77% 74% 59% 55% 43% 35% 34% 54% 55%
SNY 39% 24% 15% 13% 13% 18% 16% 28% 25% 26%
PFE 27% 27% 11% 20% 30% 54% 50% 47% 46% 48%
GSK 101% 101% 59% 110% 204% 163% 170% 186% 315% 261%
RHHBY 32% 28% 21% 15% 9% 451% 258% 185% 147% 88%
NVS 20% 22% 18% 12% 15% 24% 36% 31% 29% 24%

Sobre o endividamento a Bayer possui uma melhor posição que a Roche, eu vejo que a Roche tinha um endividamento bem abaixo do mercado chegando a 9% e em 2009 foi para 451% provavelmente por conta de alguma aquisição, mas me parece algo bem atípico.

A empresa vem trabalhando duro pois o endividamento vem caindo de forma expressiva, seja lá porque eles se endividaram mas tem apresentado resultados. Para entender uma pouco dessa divida em 2009 precisaria analisar com detalhes o balanço daquele ano.

Margem operacional
Códigos 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013
BYRY 6% 10% 9% 9% 10% 6% 7% 11% 9% 10%
BMY 22% 20% 14% 17% 19% 29% 28% 30% 12% 18%
SNY 18% 16% 19% 20% 15% 20% 19% 16% 17% 15%
PFE 28% 23% 25% 15% 24% 21% 13% 22% 20% 30%
GSK 30% 1% 33% 34% 29% 29% 13% 28% 27% 26%
RHHBY 28% 24% 24% 26% 30% 25% 28% 31% 31% 35%
NVS 23% 21% 22% 17% 21% 22% 22% 18% 20% 18%

Ao analisarmos o ultimo dado vem a surpresa, que margem é essa da Bayer… Se o setor tivesse a margem baixa eu até consideraria, mas não é isso que vemos no quadro, os outros Laboratórios tem margem de 20 a 30% a Bayer nesse ponto ficou com a margem histórica pela metade.

Conclusão

Esse setor de grandes Laboratórios parece ser bem atraente as empresas possuem dados consistentes. Antes de começar a analisar o setor eu estava inclinado a comprar a PFIZER eu tinha uma concepção de que ela seria a melhor do setor, ao fazer a analise percebi que a briga ficou entre Bayer e Roche e a Pfizer ficou bem aquém dos fundamentos dos concorrentes.

Só deixar o alerta para em mercados como o americano que temos diversas opções de escolha em cada setor é fundamental analisarmos todas essas opções para não sofrermos no futuro.

Voltando para as duas principais do setor Bayer e Roche eu achei a distribuição de dividendos da Roche muito melhor que a da Bayer, principalmente pelo período de 2008 quando a Bayer sofreu bastante na crise e a Roche passou de forma que nem parece que existiu crise. Eu sempre repito que valorizo muito uma boa administração e principalmente quando ela se sai bem em momentos críticos.

Olhando os outros dados como LPA e Endividamento a Bayer se saiu melhor que a Roche, pecando apenas na margem operacional que está bem abaixo do setor, mas também não seria nada assustador. Eu até cogitei em comprar um pouco das duas, pois ambas estão bem atrativas, mas como já tenho a JNJ na minha carteira, não é exatamente do mesmo setor, mas comprando as duas me deixaria muito exposto nessa área de saúde então acabei optando pela Roche por ter um histórico mais consistente que a Bayer.

laroche-posay