Balanço geral 2021

0
565

Vamos para nossa oitava edição do balanço geral, no qual avalio tudo o que ocorreu nesse ano. Ano passado tivemos o Balanço geral de 2020 num pós pandemia de Covid.

Esse ano foi marcado por muitas reviravoltas na minha vida pessoal, vamos narrar um pouco disso aqui.

Nosso objetivo aqui com esses posts é servir de norte para algumas pessoas, que as vezes acham que é impossível alcançar a independência financeira na bolsa de valores.

Somos a prova viva disso, talvez o único blog da internet brasileira, a fazer um tracking passo-a-passo rumo a IF por esses longos 8 anos.

Imigração e divórcio

Esse ano resolvi retornar ao Brasil, já estava divorciado a uns 2 anos, mas ainda continuava a morar na casa com a Tatiane.

Muito por conta da Laura que era pequena e estava ainda no processo bem delicado no começo dos estudos por lá.

Aguardei ela crescer um pouco mais, e minha ideia era oficializar a separação ano passado em 2020, mas aí tivemos a questão Covid. Resolvi deixar para o próximo ano e em 2021 foi o ano que efetivamente separamos.

A questão da imigração pesou bastante nesse processo de degradação da relação. Ocorreu que antigamente, ia ao escritório com frequência. Todo dia passava a tarde lá e voltava para casa à noite. Com a imigração acabei trabalhando mais no Home Office.

Já passei por uma fase de Home Office antes, mas mesmo no Brasil em Home Office, tinha dias que saia para atender alguns clientes, até a Tatiane também ficava muitas vezes na rua resolvendo outros problemas.

Com a imigração ficamos muito tempo juntos em casa, aliás 24h/7 juntos.

Isso não poderia terminar bem, começou aí a desgastar a relação, a coisa foi piorando com o tempo. A medida que ela ia avançando na faculdade na Alemanha ficava mais em casa, íamos cada vez mais brigando.

Até que chegou um ponto que resolvemos meio que separar, mas continuar juntos, morando e tentando coexistir ali no mesmo lugar pela Laura.

O tempo foi passando e vi que isso também não funcionaria muito bem.

Daí foi quando tomei a decisão de me desvincular da Tatiane por completo. Comentei com ela, e ela optou por ficar lá na Alemanha, foi bom, queria que a Laura fosse criada lá.

Na verdade, quem mais quis imigrar foi a Tatiane, tanto que ela quem iniciou essa ideia. Quando ela me apresentou a ideia, acabei comprando e embarquei de cabeça junto.

Como o desejo da imigração foi maior nela, era meio que natural ela querer ficar por lá. Hoje já temos aí quase um ano que voltei e ela está até o momento tentando levar a vida lá com a Laura, parece que está se adaptando bem com a situação.

Combinei com ela que manteria elas lá financeiramente, até pelo menos ela conseguir se formar na faculdade e arrumar um emprego. Minha ideia de custo lá é uns 20k por mês, era isso que gastava lá.

Depois que ela conseguir uma independência maior por lá, daí reduzo esse valor para 10k e os outros 10k uso para construir uma carteira de ações para a Laura no longo prazo.

Bom esses são os planos, agora com obra e todos os desafios, veremos se consigo implementar isso tudo.

Empresa

A empresa continua crescendo muito. Durante a pandemia tivemos um crescimento desordenado, agora esse ano conseguimos organizar e melhorar muitas coisas.

Uma das principais áreas que vinham com deficiência era o nosso suporte, que por conta de termos crescido a base de clientes, acabava não dando para suprir essa demanda com os técnicos que tínhamos.

Mantivemos a marca de quase mil novos contratos ativos por trimestre, porém ano passado em 2019 nosso número de reclamações sobre nosso suporte era relativamente grande.

Muito por conta de falta de trabalhadores nessa área, então trabalhamos para buscar esses talentos e depois treina-los melhor. Resultado disso foi colhido no final desse ano.

Fizemos cerca de 2 mil atendimentos avaliados em dezembro e desses 2 mil atendimentos tivemos apenas 7 avaliados negativamente.

Isso tudo foi graças ao nosso trabalho forte na área de qualidade. Contratamos uma funcionária do DutyFree especializada nisso, ela começou a construir um time para monitorar e ajustar com os gerentes os pontos de atendimento deficientes.

Foi desafiador, porque a guria chegou com gás para resolver as coisas, os gerentes obviamente não querem ver seu trabalho sendo criticado, tive que intervir e intermediar essa comunicação entre os setores e a qualidade.

Isso acabou me desgastando demais, jogou uma carga de ‘stress’ grande em cima de mim, isso porque eu tinha que ficar intermediando e ajudando na cobrança dos gerentes para que eles começassem a melhorar os atendimentos.

O resultado foi muito positivo, em outubro tínhamos 27 reclamações, depois em novembro caiu para 17 e finalizou dezembro com apenas os 7 atendimentos avaliados negativamente, um índice de insatisfação de 0,003%, para uma prestadora de serviço no Brasil é algo realmente difícil.

Atender mais de 7 mil contratos, com centenas de franquias e milhares de atendimentos no mês, isso tudo com só 7 reclamações, dei uns parabéns e reconheci o trabalho e esforço de todo o time por fazer isso acontecer.

Agora no próximo ano, nossa meta é melhorar a capacitação técnica dos atendentes, fazer com que eles consigam realizar mais atendimentos, com mais qualidade e em menos tempo.

Nossa meta será melhorar esses padrões, para isso estamos utilizando o ITIL. Até cobrei agora no final do mês o gerente de suporte.

Falei com o Trader, para ele se profissionalizar e se especializar mais nesse framework, afinal chegamos agora a 65 pessoas no time total, a equipe dele tem uns 25 funcionários e já estamos começando a quebrar em sub-times.

Blog

Confesso que esse ano de 2021 o blog acabou, muitas vezes, colocado em segundo plano.

Eu já falei desde ano passado que o Google penalizou meu blog nas pesquisas e meu canal do Youtube. Isso porque falei algumas verdades, principalmente devido à Pandemia.

Esse ano meu blog passou todo o ano sem AdSense, não recebo mais grana de propaganda do Google, nem do Youtube.

Até por isso é importante que vocês colaborem com o blog, melhor forma de fazer isso é assinando nossa revista do XD.

Apesar de toda a piranhagem do Google contra o blog, o pessoal continua vindo em peso. Ano passado 2020 tínhamos colocado no post a marca de 15milhões em acesso. Agora passamos os 23 milhões, ou seja, tivemos cerca de 8 milhões de acesso no ano.

Acessos do blog chega a 23 milhões

Esse ano eu sairia do WordPress, estava para ir para o Gatsby ou algum outro static site. Acabou que resolvi fazer o meu próprio static site em c#.

Estou caminhando nesse projeto, já fiz a Home, pagina de categorias, tags, pesquisa, gerador de rss, estou agora no gerador de podcast, já fiz, mas por algum motivo não está validando na apple.

A meta era ter migrado esse ano de 2021, não rolou, então pelo andar da carruagem tem grandes chances de rolar esse ano.

Outra mudança que estou realizando aqui no blog esse ano é desativando os comentários, não tem me ajudado muito, sei que o pessoal curte comentar, mas tem muito hate que manda mensagem e isso acaba me tomando muito tempo ter que ficar validando uma a uma.

No fim como boa parte do pessoal tem alguma mídia social, deixarei os comentários para serem realizados por lá ou por e-mail.

Isso é algo que ainda estou analisando a fundo, mas bem provável que devo desativar esse recurso.

Taxa de poupança

Esse ano não foi muito convidativo para a Taxa de Poupança, devido à obra, divórcio e mudanças para o Brasil os gastos explodiram, isso fez com que minha taxa de poupança fosse sacrificada.

A minha sorte foi ter uma reserva ótima de capital, senão seria bem complicado esse ano.

Abaixo a média de aportes:

  • 2016: 8,9k.
  • 2017: 11,9k + 33%
  • 2018: 18,7k +57%
  • 2019: 15,9k -15%
  • 2020: 32,2k +102%
  • 2021: -1,9k 0%
Taxa de poupança foi um ponto negativo no ano 2021

Nossa economia total ficou negativa em -21k, fazendo um média de aporte negativo de -R$1.900, chegando a uma média de 0,33% de taxa de poupança.

Se só retiramos os gastos com a obra, mesmo com o divórcio e a mudança para o Brasil, teríamos uma taxa de 30% de poupança.

Tínhamos no começo de 2021 travado uma meta de 40% a 50% de taxa de poupança, mas a coisa foi tão ruim que nem perto da meta chegamos.

Gastos totais

Aqui trazemos ano a ano um resumo dos gastos por categoria, para não deixar a coisa meio discrepante, resolvi tirar os gastos com empresas, isso pode ser qualquer reinvestimento nos negócios.

Gastos totais foram altíssimos, afetando nossa taxa de poupança.
Não recorrentes seguem como os grandes vilões.

Batemos os meio milhão de gastos no ano 😱 isso definitivamente mostra que foi um ano bem atípico. Tenho que trabalhar firme nesse 2022 para voltar as coisas nos trilhos, a reposta precisa ser imediata, já em janeiro.

Não recorrentes

Esses caras são sempre os grandes vilões, dentro deles tem muita coisa, destacamos:

  • Moveis e eletrônicos: 130k no ano.
  • Outras despesas: 25k são gastos genéricos, como visto, passagens de avião que não se encaixam em viagens, entre outras coisas.
  • Viagem: 14k
  • Educação: 11k
  • Carro: 11k

Também tivemos um boom nos gatos com Casa, isso porque passo agora a pagar dois alugueis caros, um na Alemanha e outro no Brasil.

Dividendos

Esse é o cara, o nosso grande objetivo a longo prazo, esse cara não pode parar de subir. Ano passado devido à pandemia e a crise tivemos pela primeira vez uma redução no nosso fluxo de dividendos.

Agora esse ano vínhamos com a meta de bater essa queda e retomar o crescimento dos dividendos. Meu foco durante o ano todo de 2021 foram os ativos da carteira Top Picks, todos meus novos aportes estão sendo direcionados para esses ativos.

O resultado foi isso aqui:

Dividendos crescendo forte!

Rompemos a barreira dos 28k de 2020, as dos 31k de 2019 e chegamos a +34 mil reais em dividendos em 2021.

Um crescimento de +17% de uma ano para o outro. Isso mostra a força da nossa estratégia de Viver de Dividendos.

Tínhamos colocado uma meta de 2,6k/mês e conseguimos fazer 2,8k mês em dividendos em 2021.

Patrimônio

Aqui acompanhamos nosso patrimônio baseado no nosso preço de compra, isso não é o quanto ele vale hoje no mercado, mas sim o valor que tenho investido.

Afinal se paguei 1 dólar, até vender ele vale 1 dólar para mim.

O meu patrimônio deu um boom mesmo de 2019 para 2020, quando saiu de 643k para +1 milhão. Esse ano ele continuou subindo, num ritmo menor, em 2021 e chegou a 1 milhão 263 mil.

Bola de neve fazendo seu efeito e jogando nosso patrimônio para 1 milhão 200 mil.

Dado a minha situação de baixíssima taxa de poupança, ainda sim, continuei a aportar no mercado, isso eu não paro, mesmo que coloque lá R$100, farei um aporte.

O segredo da independência financeira está aí, comento isso nesse vídeo: A regra de ouro do Warren Buffett.

Tivemos um crescimento de 263 mil reais no ano, ou +20% no patrimônio de um ano para o outro.

Nossa meta de patrimônio era 1,2 milhões, conseguimos bater a meta na risca.

A ideia desse blog é mostrar a minha trajetória de como saí dos mil reais e cheguei na minha independência financeira. Fui um dos primeiros blogs brasileiros, se não me engano o primeiro mesmo, a abrir as finanças e trazer um roadmap passo-a-passo dos investimentos.

Meu patrimônio total, considerando o valor atual das ações chega hoje em 1 milhão 930 mil reais, conforme esse nosso último post de dezembro sobre finanças:Fechamos o ano com 1 milhão e 900 mil.

Empresa chega a 35 milhões de Valuation. Uma marca importante para nosso patrimônio total.

Aqui trazemos uma evolução do patrimônio total, que considero todos os meus bens, investimentos, imóveis e empresas, alguns estão desatualizados como os imóveis:

  • Automóveis 76k
  • Reserva em conta 93k
  • Imóveis 250k (estimo já algo próximo de 1 milhão, mas não coloquei no cálculo).
  • Investimentos: 1,2 milhões
  • Valuation empresa: 35 milhões.
  • Total patrimônio: 36,9 milhões

Impressionante como o Valuation das minhas empresas cresceram, ano passado elas valiam 26 milhões, hoje chegamos a 35 milhões. Isso tudo é fruto de diversas aquisições e expansões efetuadas nesse ano.

Esse ano 2021 o aumento do Valuation foi de 9 milhões, superior aos 6 milhões de crescimento em 2020.

Rentabilidade

Não acompanho mensalmente rentabilidade, mas no final do ano levanto os melhores e piores ativos da minha carteira. Lembrando sempre que isso não serve de base nem para me dizer se devo comprar ou vender um ativo.

Os top 3 melhores ativos

  • Visa Inc – V: +288%
  • Norfolk Southern Corporation – NSC: +186%
  • Paychex Inc – PAYX: +156%

Os top 3 piores ativos

  • Ventas Inc – VTR: +1%
  • EPR Properties – EPR: -2%
  • Tanger Factory Outlet Centers Inc – SKT: -16%

Não considerei os Trade de Valor nessa estatística, mas a partir do ano que vem eles entrarão.

Agora estou impressionado com a ponta negativa, a coisa está tão legal nas minhas carteiras que antigamente tínhamos 3 ativos no negativo, agora a ponta negativa tem um no positivo.

O SKT também deu uma melhorada boa, ele estava com -50% ano passado e agora está em -16%.

Nos melhores ativos, temos a Visa liderando disparado, com quase 300%, acredito que nesse retiro a Visa baterá essa marca até o final do ano.

Norfolk também se segurou bem e desde o ano passado segue como segundo ativo de melhor retorno.

Agora temos a estreia da Paychex que desbancou a PG e chegou com retornos de 156%.

Diversos ativos na minha carteira já me retornaram +100%, ou seja, todo o dinheiro que investi neles já me foi devolvido. É muito gostoso quando um ativo chega nessa marca.

Você tem muitos ativos assim? Se não :( então cola aqui no blog, muda sua estratégia e aprenda aqui Os primeiros passos para Viver de Dividendos.

Alguns pontos atrás da PAYCHEX ficou o STAG um REIT de logística bem conhecido aqui do blog o garoto está com +130% de retornos.

Metas 2022

Os gastos com a obra seguem firmes para esse ano, deve terminar em 2022 até talvez em novembro se tudo correr bem.

Agora os gastos com mudança para o Brasil devem dar uma reduzida boa, afinal já comprei boa parte dos móveis necessários para viver, tem algumas coisas, mas dá para ir devagar agora.

Depois disso tenho ainda gastos inerente ao divórcio, ainda estou mandando cerca de 20k todo mês para a Tatiane se manter com a Laura na Alemanha.

Dificilmente a Tatiane deve conseguir emprego esse ano lá, então já conto com essa despesa por todo o 2022. Fora isso, ainda devo gastar com passagens na ponte aérea Brasil e Alemanha para ir ver minha filha algumas vezes no ano.

Acredito que devo ter que vender alguns ativos na bolsa e repatriar esse dinheiro, isso para cobrir os gastos com a obra que já consumiram 622 mil até o momento.

Então verei uma possível redução de patrimônio investido esse ano. A taxa de poupança ainda deve continuar espremida, os dividendos acredito que continuaram a subir com força e apostaremos num crescimento da nossa carteira de Trade de Valor.

Vamos à meta do ano:

  • Taxa de poupança: 10% a 30%
  • Dividendos R$ 36.000,00 (R$ 3.000,00 mês)
  • Patrimônio: R$ 1 milhão

Considerei a espremida na taxa de poupança e a venda das ações para a obra. Veremos como será o decorrer do ano.

Conclusão

Esse ano de 2021 que passou apesar de ter alguns aspectos positivos, tivemos pontos cruciais que ficaram aquém das expectativas, mas ainda sim, só tenho a agradecer a Deus por esse ano.

Que apesar das dificuldades, Ele me permitiu conseguir superar. Só tenho que agradecer em todos os aspectos da minha vida.

Para não perder nosso tradicional costume, vamos lá colocar a nova abertura do One Piece que está fenomenal.

Se liga na letra dessa música, diz muito sobre tudo que passei:

Previous articleCarteira Top Picks Stock +32% ano – Dez 21
Next article3M continua faturando com as máscaras – Dividendos Dez 21