Plano de conta para despesas pessoal/familiar

budgetMontar um plano de contas nem sempre é muito fácil. Pra mim não existe regra nesse caso cada um tem o seu plano de contas que se enquadra melhor nas suas despesas, só acho que ele deve ter dois princípios básicos: não ser muito simples a ponto de não conseguir ter uma visão micro da situação e também não pode ser muito detalhado porque você acaba se perdendo e não consegue enxergar os gastos muito bem.

Apesar de cada um ter o seu plano é sempre bom termos um de base para depois irmos ajustando à nossa necessidade, esse meu plano atual possui anos de vida, ele já sofreu algumas mudanças ao longo do tempo mas deve ter uns 5 ou 6 anos que ele está sem alteração, acredito que dessa forma ele está perfeito para o meu estilo de despesas.

Eu não gosto de ter plano de contas com muita profundidade (muitos sub-níveis) e nem aqueles que não tem nenhuma sub categoria porque acaba limitando muito. O ideal pra mim é um nível principal e apenas 1 sub nível. Aqui no blog pela falta de tempo eu coloco apenas as minhas categorias master.

Veja abaixo o meu plano de contas e ao lado coloquei algumas explicações.

 

  • Alimentação
    • Comida: Aqui coloco as comidas desde compra de supermercado até os lanches na rua.
    • Refeições fora: Aqui coloco apenas as despesas de finais de semana, como um cinema ou jantar fora eu coloco como meta no casamento de todo final de semana sair com a patroa, como não gosto de baladas acabamos indo muito em restaurantes sendo que um final de semana eu escolho o local e outro ela escolhe o detalhe é um tentar surpreender o outro.
  • Automóvel
    • Automóveis: Entra aqui a reserva/despesa com a compra de automóvel, infelizmente no nosso país o transporte público não funciona então nesse caso tem que se ter um carro e como qualquer bem ele deprecia então é importante reservarmos uma verba para a troca.
    • Combustível: Todo o gasto com combustível do meu carro e da minha esposa entra aqui.
    • Pedágio/Estacionamento: Todo o gasto com pedágio e estacionamento, eu não pego estrada sempre e onde vivo não tem pedágio então é uma despesa eventual.
    • IPVA / Multas: O gasto com IPVA eu vou aprovisionando mês a mês ao longo do ano quando chega a época de pagamento já tenho todo o dinheiro guardado.
    • Seguro: O mesmo vale para os seguros dos carros, vai se guardando todo o mês para não ter surpresas na renovação.
    • Mecânico: Qualquer despesa com mecânica nos carros desde serviço a peças entra nessa categoria.
  • Casa
    • Hipoteca: Pagamento da hipoteca da casa.
    • Manutenção: Qualquer despesa com a casa, obras, jardinagem, chuveiro que queima ou coisas do tipo. Compra de móveis não entram nessa categoria.
  • Compras diversas
    • Móveis: Qualquer móvel que seja comprado para a casa ou para uso pessoal entra aqui nessa categoria.
    • Outras: Uma categoria genérica que deixo para colocar alguma despesas que ocorre uma vez na vida e outra na morte isso evita criar categorias que não vou usar com freqüência no futuro.
    • Presentes: Aqui coloco os gastos com presentes para outras pessoas que não seja da família, como primos, tia, mãe e amigos.
  • Despesas gerais
    • Animais: As despesas com meus cachorros, tanto veterinários quanto as rações.
    • Empregada: O valor da diarista que faz uma geral completa na casa uma vez por semana. Ela recebe por semana mas eu já separo o valor do mês todo e deixo guardado.
    • Minha despesa pessoal: Aqui entra os gastos pessoais comigo, geralmente eu reservo um valor fixo por mês de gasto pessoal para mim e outro para minha esposa.
    • Despesa pessoal conjugue: Aqui entra as despesas que a minha esposa teve com ela.
    • Viagens: os gastos com viagem, tanto para aprovisionamento de dinheiro quanto para um gasto na viagem que não tenha sido provisionado.
    • Bancário: qualquer despesa bancária.
    • Juros: vai que entra no cheque especial sem querer :(
  • Investimentos
    • Reserva de capital: Aqui vou colocando todo o mês uma reserva de capital, geralmente esse dinheiro vai para a poupança ou RF.
    • Empresas: Qualquer aporte pessoal que fizermos na empresa, muito pouco usado geralmente quando estamos abrindo uma nova empresa usamos essa categoria para identificar a saída do nosso dinheiro para uma empresa nossa.
    • Ações: Investimentos no mercado, seja no brasileiro ou americano.
  • Utilidades
    • Água: Gastos com agua.
    • Energia: Gastos com luz
    • Saúde: Aqui entra os gasto com o plano de saúde e compra de remédios. Emergências médicas que forem muito caras usamos o valor da reserva de capital, até agora nunca precisamos, mas vai que precisa?!?!
    • Telefones: Aqui entra os gastos com telefonia fixa, celular e internet.

Bom é isso pessoal espero que este meu plano de contas pelo menos sirva para orientar aqueles que estão começando a controlar suas finanças pessoais, lembrando que o ideal é você buscar sempre o seu ponto de equilíbrio.

 

20 thoughts on “Plano de conta para despesas pessoal/familiar

  • 6 November 2016 at 06:25
    Permalink

    Qual software financeiro você está testando agora?
    Eu usava o ynab há anos e a versão web deixou muito a desejar, eles pecaram muito em “obrigar” a mudar pra web, uma vez q a desktop não terá atualizações.

    Reply
    • 6 November 2016 at 08:13
      Permalink

      Olá andre

      Estou finalizando os testes parece que já tenho uma opção. Mas vamos comentar dele mais pra frente.

      Reply
      • 6 November 2016 at 17:16
        Permalink

        Que opção está testando e é provavelmente sua próxima escolha?
        Compartilha aí pra gente já testar também e ver prós e contras juntos!
        Abraço.

        Reply
        • 6 November 2016 at 17:20
          Permalink

          Heheh calma Marcus

          Tô com uma ideias a respeito disso. Quando chegar na Alemanha e me arranjar melhor lá agente começa a conversar sobre isso por aqui.

          Reply
          • 6 November 2016 at 18:07
            Permalink

            tem uma galera do ynab que mudou pro goodbudget mas eu nao curti muito.

          • 6 November 2016 at 20:04
            Permalink

            Não conhecia esse. Humm pq vc não gostou dele ?

          • 7 November 2016 at 10:30
            Permalink

            Ele trabalha com conceitos diferentes.. é até interessante mas tem muita coisa q ta faltando.

            1) Não da pra configurar moeda com vírgula.. porra aqui no Brasil o vírgula é o delimitador e é uma merda isso no dia-a-dia pra inserir transações
            2) Eles usam conceito de envelopes, vc categoriza por envelope e coloca o budget por envelope, só que não há subcategoria…
            3) Reconciliação dificil
            4) Interface web é limitada demais, igual o novo YNAB.. pega a versão desktop é 10mil vezes melhor.. mas nao da pra continuar com um software que acaba o suporte agora em dezembro.

            nao vou lembrar mais o que.. mas foram muitas coisas que não me agradaram..
            Um que eu curti muito e é velho mas tem suporte até para ações.. é o moneydance.. o problema é que como eu fico muito na rua.. não da pra ver orçamento no celular.. partindo desse principio estou testando um só para Android que exporta tudo pra excel e eu me viro no excel dps. rs

          • 7 November 2016 at 12:47
            Permalink

            app de finanças tem que ser desktop esse lance de celular é pra quem tem pouco lancamento

            quem faz um controle mais robusto com varias compras por mes ficar controlando isso numa telinha de celular é um martírio

            perde tempo

            pouco produtividade, tem que ser desktop não duvida quanto a isso

            nem olho software que tem só pra celular

          • 7 November 2016 at 13:40
            Permalink

            da uma olhada no moneydance, no desktop ele tem várias mas várias funcionalidades.. e pra você que também é de TI verá que da pra programar plugin nele de acordo com sua necessidade.

            você até agora não falou qual voce está testando.. desembucha aí.

          • 7 November 2016 at 13:48
            Permalink

            vou dar uma olhada com calma

          • 10 November 2016 at 01:20
            Permalink

            estou olhando esse money dance, confesso que primeira vez que vi o nome não dei muito credito, foi até antes de vc comentar aqui, pensei que fosse um app bobo, mas daí resolvi ir lá verificar e o app parece bom também, tem uns detalhes ainda, mas o fato de ter multi moedas é um fator importante, vou dar uma olhada mais a fundo na parte de portifólio dele

  • 3 September 2016 at 20:01
    Permalink

    Boa noite prof. viver de dividendo.
    Obrigado pelas dicas do orçamentos, mas uma pergunta quantos porcentos (%), vc usa para cada categoria? por expl. Casa, investimento e automóvel etc.
    Desde já agradeço pela dicas e informação valiosas.

    Reply
    • 3 September 2016 at 21:21
      Permalink

      Olá Misael

      Obrigado.

      Num tenho isso definido tento sempre manter no mínimo possível.

      Reply
  • 8 August 2016 at 16:52
    Permalink

    Olá mestre, sempre aprendendo com você e tentando tirar proveito pra minha vida pessoal.

    Uma pergunta banal a respeito do plano de contas: Por questões de hipoteca, trabalho, recebimento PJ, etc…você deve ser correntista de mais de um banco de varejo, além do dinheiro em cash que guarda consigo…

    Como categoriza isso? coloca tudo num bolo “conta corrente + cash” ou coloca exatamente valores do banco x, banco y + cash… tentei fazer isso com aplicativos, mas foi um rolo só… fazia uma transferência de um banco pra outro, tinha que registrar a movimentação, etc… chato, pouco prático.

    Condensei tudo em uma conta única no aplicativo, a soma de tudo que tenho em cc dos bancos + cash… facilitou um lado, mas piorou por exemplo o fato de estar quase entrando no vermelho em uma das contas mas o aplicativo não acusa pois no montante tenho limite ( ex: -50,00 no BB, + 5.000,00 no hsbc e 350,00 em cash). Na somatória passo longe de estar no vermelho, mas quando se olha o bb, entrei no cheque especial.

    Resumindo, estou sempre em dificuldade de categorizar demais e ficar muito complexo pra quem não é da área e categorizar de menos a ponto de ficar simples demais.

    Como você procede?

    aproveitando, indica algum blog parceiro sobre como criar um orçamento pessoal, etc?

    Parabéns pela coragem nessa nova empreitada alemã!!

    Reply
    • 8 August 2016 at 21:37
      Permalink

      Olá Marcus

      Você precisa de fazer controles separados, no meu caso uso arquivos separados um da PJ outro para a PF assim não misturo as informações, abaixo coloquei como separo as minhas contas PF

      tenho ali as contas bancarias normais
      o cash – é o que tenho na carteira, como não uso dinheiro quase sempre fica zerado, mas se vc precisa de andar com grana no bolso vc pode usar ali pra lançar aquelas contas como um cafezinho que vc toma e não paga no cartão, ou coisas do tipo. ao sacar grana no banco e colocar na carteira basta transferir da conta bancaria para o cash
      premier – o cartão de credito no final do mes lanço o que vou pagar naquele mês, depois é só transferir da conta da caixa ou do hsbc pra zerar o seu saldo indicando que está pago

      abaixo tem a conta de ipva/seguro é onde vou guardando o dinheiro dessas contas pra quando elas ocorrerem não me pegarem de surpresa

      mas é fundamental vc controlar esses saldos separados, talvez o sistema que vc está usando esteja lhe dificultando um pouco isso aí vc precisa de uma nova ferramenta que seja mais pratica, poderia lhe indicar o Ynab mas estou mudando de programa então capaz de migrar para outro aí vou lhe recomendar algo que nem mesmo eu estarei usando

      alem do fato que a versão online dele não está redonda, pelo menos pelos últimos testes que fiz

      tenta ajustar isso dentro do seu cenário atual, ainda esse ano acho que finalizo essa mudança do sistema aí vc verifica a plataforma que estarei usando se encaixa pra vc também!

      Reply
      • 8 August 2016 at 22:30
        Permalink

        Novamente obrigado pelas informações. Estou usando o minhas economias, que agora tem uma interface legal no app (mas no site não acompanhou essa melhora gráfica). Tinha feito um plano de contas de PF contas bancárias discriminadas, mas condensei tudo. Vou ter que aprofundar novamente (cash, unicred, bb e agora por causa da hipoteca, HSBC).

        Pelo que entendi você é da área de TI e já acumulou bastante experiência testando aplicativos, interfaces, limitações e pontos positivos de vários programas…

        Poderia criar um app de finanças como um braço do viver de dividendos… de repente é mais uma forma de divulgar o blog, trazer mais adeptos, retorno, etc…

        Sei lá, sou totalmente leigo, de repente sendo simplista em algo que muito mais complexo e trabalhoso. Mas é uma idéia… “pegar”o melhor do ynab, minhas economias, organizze, moni, e vários outros e criar o VdD personal finance (já tá até feito o nome).

        Avise quando migrar para um novo software.

        Reply
        • 9 August 2016 at 06:18
          Permalink

          Olá Marcus

          Kkk eu até criaria se fosse simples e barato

          Criar um software não é nada barato por alto um software de finanças desses básicos não sai com custo por menos de 800 mil não estou colocando aqui do nível do Ynab mas algo bem básico mesmo. Teria que vender muito programa pra recuperar essa grana, já que o valor agregado na venda de um software desse é muito baixo.

          Esses dias saiu na notícia que o pessoal está ficando rico construindo jogo pra computador. Uma tia minha vendo a reportagem virou pra mim e disse aí vdd vou colocar meu filho pra aprender a fazer um jogo de celular igual esses rapazes.

          O jogo em questão era o clash of clans e tinha dado uma receita de 1 bilhão de dólares pra empresa que desenvolveu.

          Eu rir pra ela e disse, tia seu filho pode aprender, dou total apoio mas não se iluda que ele irá fazer algo assim tão fácil. Não acredite no que a Tv mostra o clash of clans custou 12 milhões pra desenvolver, sim é um baita lucro, mas vc teria 12 milhões pra investir em um negócio do seu filho que vc não saberia ao certo se recuperaria, lembre-se que você pode investir esses 12 milhões de dólares e não ganhar nada com aquilo e ainda sair no prejuízo.

          Ela acabou caindo na realidade de desistiu da ideia kkk não é querendo ser desanimador mas a realidade nesse mercado de software é bem selvagem.

          Então Marcus vou lhe fazer a mesma pergunta você teria 800 mil para investir num programa de finanças ? Kkkkk

          Reply
          • 9 August 2016 at 06:36
            Permalink

            Isso aí eu tenho em moedinha no carro!! kkkkkkkkk

            Brincadeiras à parte, realmente é inviável para um pequeno desenvolvedor sozinho se aventurar em algo nesse valor.

            Não dá pra tomar um jogo com esse alcance como exemplo, a gente sabe que é um ponto fora da curva (como bolt, messi, Federer, Phelps, etc). Infelizmente…

            Enfim, quando começar a testar uma nova aplicação de finanças, avise.

            Abraço.

  • 30 March 2016 at 19:17
    Permalink

    O dignissímo Viver de Dividendo,
    Obrigado mais uma vez pelos sábios macetes de organização das finanças.
    Poderia dar um curso para o povo presencial. Gostaria de participar.
    Principalmente o de análise das empresas.

    Reply
    • 1 April 2016 at 15:28
      Permalink

      Olá My Money

      Valeu pela força. Sobre curso estava pensando em alguns modelos relacionados a isso. Mas coisa pra frente. Por hora não tenho nada programado.

      Reply

Deixe o seu comentário: