Entenda as classes de ações da Unilever

unileverVamos mostrar nesse artigo como funciona a estrutura de classes de ações da Unilever, que é bem diferente de todas as outras empresas da bolsa, não me recordo de nenhuma outra empresa que tenha uma estrutura parecida, se conhecerem me avise aqui nos comentários.

Esse post meio que surgiu de um comentário do leitor Lucas que me questionou sobre qual dos códigos da Unilever era ordinário. Respondi de pronto a ele, mas achei interessante compartilhar com vocês pois não é algo muito comum.

Estou montando uma carteira de ações de empresas Europeias, nada muito grande, talvez umas 5 ou 6 empresas. Já tenho adicionado à carteira a ChubbAutoliv, ambas tem me dado muitas alegrias até o momento. A Unilever é um das empresas que estão na minha lista de compras, ainda não aportei na menina, mas está quase.

Se você está operando no mercado americano, terá dois códigos para comprar a Unilever: Unilever NV (UN) e Unilever PLC (UL). Vamos entender o que tem de diferente em cada uma delas.

Estrutura da empresa / história

A Unilever foi fundada em 1930, após a fusão de negócios entre Naamlooze Vennootschap Margarine Unie dos Países Baixos e Lever Brothers Limited do Reino Unido ou poderíamos dizer Holanda e Inglaterra (estaria incorreto, mas eu gosto de provocar).

Para evitar a tributação punitiva, imposições entre outras pendengas, as duas empresas uniram seus interesses em prol de uma fusão de negócios invés de uma fusão jurídica.

Duas empresas de controle foram criadas, uma inglesa (Unilever Ltd – agora Unilever PLC) e outra holandesa (Naamlooze Vennootschap Margarine Unie – agora Unilever NV). Para permitir que ambas empresas operem como uma única entidade jurídica, uma serie de acordos foram firmados: partilha mutua de marcas e tecnologia, equalização de dividendos, garantia mutua de empréstimos obtidos, conselhos de administração idênticos e igualdade de tratamento dos acionistas em caso de dissolução.

Veja abaixo um gráfico ilustrando:

unilever

O acordo de equalização prevê que ambas as empresas adotem os mesmo princípios de contabilidade. Ele também requer que os dividendos e outros direitos ou vantagens inerentes a cada ação ordinária sejam iguais em cada uma das ações.

Fico só imaginando a trabalhera que não deve dar fechar esses balanços, lembre-se que os ingleses usam a Libra e os holandeses o Euro.

Dica para vida: quando for informar algum valor em euro não informe com o símbolo antes dos números, mas sim depois dos números. Vamos olhar dois exemplos, primeiro veja como funciona informar cem dólares: $100,00 agora veja como deve ser feito o mesmo valor em euros: 100,00 € o símbolo sempre vem depois, fica a dica de conversão utilizada aqui na Europa. Já vi muitos europeus cometerem esse erro crasso.

A Unilever NV, uma empresa operada originalmente na Holanda com ações sob o ticket UNA em Amsterdam e ADR na NYSE sobre o código UN.

A Unilever PLC, uma empresa operada originalmente no Reino Unido com ações sob o ticket ULVR na bolsa londrina e ADR na NYSE sob o código UL, porém seus dividendos e balanços são declarados em Euro.

Resumindo teremos:

Trade Unilever NV Unilever PLC
Local UNA em Amsterdam ULVR em Londres
USA na NYSE UN UL

Abaixo teremos o fluxo de cambio que ocorre para o dinheiro chegar na sua mão pela distribuição dos dividendos:

Trade Unilever NV Unilever PLC
Local Euro – Euro Euro – GBP
USA Euro – USD Euro – USD

Agora vamos nos concentrar no ponto de vista de um investidor na bolsa americana que pretende investir na Unilever.  A nível de tributação vejo que a UL tem uma vantagem por termos um acordo entre os USA e UK (não se confunda com o monte de U isso só vai piorar daqui pra frente).

UN UL
Imposto dividendo na fonte 15% 0%
Imposto dividendo nos USA 30% 0%

Nessa segunda linha da tabela, temos o imposto pago por nós brasileiros. Por não sermos residentes nos USA, lembre-se que se for residente de lá vc consegue 0% de imposto, porém se for estrangeiro paga 30%.

Como então na segunda linha da UL vem zerado, bem isso é um acordo com os USA e UK como disse antes, não existe cobrança de empresas inglesas, tinha o HSBC na minha carteira era revigorante receber os dividendos sem imposto algum.

A primeira vista a UL parece ser uma opção bem mais interessante, considerando-se que a UN morde-se 15% pra mandar pros USA e depois o governo americano nos morde mais 30% do que sobrou. Se tiver uma conta tributada (como é o nosso caso) sem duvidas alguma a UL será mais interessante, se for um cidadão americano e tiver uma conta isenta de impostos precisa-se fazer as contas pois existe um spread entre uma ação e outra.

Não consigo entender o mercado as vezes, a UN é visivelmente mais cara a nível de impostos do que a UL, porém atualmente o pessoal está pagando mais pela UN, mas nem sempre foi assim, pelo contrario a UL chegou a ser tão mais cara que a UN que não compensava compra-la. Seria estupidez do mercado? Seria desinformação?

Não quero saber a resposta, prefiro pensar que o Brexit pode ter feito algum efeito manada no mercado e fez com que as ações da UL caíssem abaixo da UN, porque não faz sentido algum pagar mais caro e receber menos dividendo pela mesma empresa.

Os dividendos são os mesmos, independente da empresa estar na Inglaterra ou na Holanda, no final ambas compartilham os resultados, então não faz sentido algum, enfim não tente entender o mercado que ficará tão maluco quanto. Só aproveite a onda da manada.

Gostou do blog? Então ajude a divulgar, fale sobre o Viver de Dividendos para seus amigos, esse boca a boca é muito importante, além de ajudar o site, modéstia a parte, você estará ajudando seu amigo :)

Revista Viver de Dividendos

Investe na bolsa americana e não sabe como identificar empresas fantásticas para colocar na sua carteira? A Revista Viver de Dividendos é feita para lhe ajudar nos estudos de empresas da bolsa americana, toda edição estudamos um REIT e de uma empresa.

Pegamos o case de negócio de cada um dos ativos e mostrarmos a você na prática o que deve olhar e como procurar informações importante sobre as empresas e REIT.

Conheça a Revista Viver de Dividendos, nesse mês falamos da empresa que mais se beneficiaria de uma crise na bolsa americana.

18 thoughts on “Entenda as classes de ações da Unilever

  • 21 August 2017 at 06:32
    Permalink

    Bom dia cara! Meu primeiro comentário aqui! Não sei se seria o local ideial, se não for me desculpe. Você conhece a corretora ***? Saberia me dizer se é confiável? Valeu cara! E meus parabéns pelo seu trabalho aqui no Viver de Dividendos!!

    Reply
    • 21 August 2017 at 10:27
      Permalink

      olá Rafael

      qual o proposito de investir numa corretora no Uruguai se vc tem uma direto nos USA com seguro e filiada a FINRA. Eu acho muito arriscado essas corretoras que estão fora do mercado americano, porque de uma hora para outra elas podem quebrar e vc fica a ver navios, quando se opera numa corretora como a DriveWealth que está filiada a SIPC e FINRA vc tem camadas e mais camadas de proteção e segurança

      Não recomendo esse tipo de corretora q vc cita.

      Reply
  • 27 June 2017 at 09:55
    Permalink

    Pena que não dá para comprar ações da Nestle pelos EUA, quem sabe um dia eu abra uma conta em uma corretora europeia para fazer isso.

    Reply
  • 26 June 2017 at 21:51
    Permalink

    Uma empresa semelhante é a Royal Dutch Shell que também é resultado da união de uma empresa holandesa e uma britânica

    Reply
    • 27 June 2017 at 01:41
      Permalink

      vou dar uma olhada neles, mas depois que escrevi o artigo lembrei da BHP, veja aqui um BC dela

      Reply
  • 26 June 2017 at 18:15
    Permalink

    Fala Viver de dividendos, Mas nesse caso não seria legal comprar a ação direta em EUR? visto que todo o balaço é feito em euro e deixar os dividendos em uma conta em EUR?

    Aproveitando o gancho, como a tua carteira esta toda em USD, como nesse caso você se protegeria de uma queda do dolar? (perder poder de compra)

    Abraços…
    Bons investimentos…

    Reply
    • 27 June 2017 at 01:40
      Permalink

      a nível de longo prazo eu não conto muito com o Euro, não vejo a estabilidade e confiança que o dólar transmite, de modo geral o bloco europeu como conhecemos hoje está cada vez mais fragilizado e um dos pontos que os países mais batem é justamente a moeda

      por isso sou muito mais manter o capital de LP, pelo boa parte dele, na bolsa americana

      na verdade se for comprar direto na fonte irá pagar o IR que só tem isenção de imposto no caso da compra do código comercializado em UK pq estamos operando dos USA, então tecnicamente pode sair mais caro comprar direto lá

      Reply
      • 27 June 2017 at 17:05
        Permalink

        Certo… e em questão de deixar em outras moedas, pois se pegar o um histórico, como exemplo JPY, GBP, CHF são moedas muito mais estáveis ate mesmo que o dólar.

        Você faz alguma estrategia para proteger o patrimônio (Poder de compra) nesse caso, ou deixar rolar mesmo em dólar? Não liga muito pra isso?

        Reply
        • 27 June 2017 at 19:24
          Permalink

          se vc faz aportes periódicos e constantes vc vai ficar no dólar médio, vc veja que aporto todos os meses lá, não faz sentido ficar montando estratégias mirabolantes se vou ficar com o dólar médio ou variações muito próximas da média no longo prazo

          agora se seu caso é de um cara que vai fazer um aporte gigantes uma única vez ou poucas vezes ai pode-se pensar em algo nesse sentido

          o meu motivo de investir nos NYSE não é só a proteção da moeda mas a forca da economia, isso ninguém se igual aos caras e também as inúmeras oportunidades de empresas e reits fantásticos.

          Reply
    • 27 June 2017 at 01:36
      Permalink

      valeu CI

      agente vai aprendendo junto cada dia

      Reply
  • 26 June 2017 at 16:26
    Permalink

    Muito bom o texto, VDV. Eu tenho vontade de estudar essa empresa para investir, porém achei essa parte do IR bem enrolado. rs.
    Se eu quiser investir, devo abrir uma conta em uma corretora na Europa ou comprar ADR através da DriveWealth, na NYSE? Os dividendos cairão em Euro ou em Dólar? Abraços.

    Reply
    • 26 June 2017 at 16:29
      Permalink

      olá Leogeyer

      os dividendos caem em dólar, são convertidos na hora de bater nos USA

      sobre a parte tributaria é o mesmo processo das outras ações americanas, declarar carne leão e importar no final do ano, dá uma lida aqui é muito mais simples do que você imagina.

      Reply
  • 26 June 2017 at 16:21
    Permalink

    Tenho outra dúvida, tem como colocar minhas ações para alugar (como doador) da mesma forma que faço aqui no Brasil?

    Reply
    • 26 June 2017 at 16:26
      Permalink

      via DriveWealth não é possível, nem se se existe isso no mercado americano, deve até existir mas nunca escutei

      Reply
  • 26 June 2017 at 16:10
    Permalink

    Valeu pela resposta, eu fiz uma pergunta e você me deu um texto inteiro. Grato por seus ensinamentos.

    Reply
    • 26 June 2017 at 16:24
      Permalink

      é assim mesmo Lucas, tevemos varias perguntas que já viraram posts ou vídeos no passado, isso só mostra que sua pergunta foi bem pertinente.

      continue os estudos e sucesso nos investimentos.

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *